24/01/2015

Quatro joias raras do Salão Internacional de Alta Relojoaria

O Salão Internacional de Alta Relojoaria, em Genebra, é um dos principais eventos de fabricantes de relógios do mundo. A 25ª edição do salão ocorreu na semana passada e apresentou, dentre outras maravilhas que marcam a hora, quatro lançamentos que só podem ornar os pulsos dos muito, mais muito mesmo, ricos e famosos:

Shot003

1. Montblanc Villeret Tourbillon Cylindrique Geosphères Vasco da Gama

montblanc

Em homenagem ao navegador Vasco da Gama, a Montblanc resolveu se exceder e colocou 281 engrenagens dentro de uma caixa de ouro rubro. As engrenagens possibilitam o visor apresentar, em uma combinação de posições, 24 fuso horários diferentes, divididos nos dois hemisférios.

O preço? Bem, quem se preocupa com preços não pode ter um, mas ei-lo: € 250 mil, o equivalente a R$ 800 mil. Se você se interessou, corra, pois a Montblanc só fez 18 peças.

Shot003

2. Roger Dubuis Excalibur Spider Skeleton Double Flying Tourbillon

roger-dubuis

A Maison Dubuis, que para os padrões suíços é uma montadora nova, completa 20 anos em 2015 e, para comemorar, apresentou o Excalibur. A caixa, de 14,95 mm, é de titânio fundido e escovado e guarda 21 complicações (a montagem disso é uma epopeia de prensas).

A Dubuis confeccionou 188 peças e ainda não revelou o preço, mas imagino que deverá ficar acima dos € 300 mi, pois é um mecanismo com mais complicações do que o número 1.

Shot003

3. Hublot Big Bang Tourbillon Indicateur Réserve de Marche 5 Jours

hublot

Esse Hublot é um dos mais preciosos relógios da mostra. Todo confeccionado em ouro real de 24K endurecido com 5% de platina na forja, o que torna esse tipo de ouro o mais caro do mundo.

A Hublot montou 88 peças e um deles poderá ser seu por apenas € 300 mil.

Shot003

4. Vacheron Constantin Harmony Cronógrafo Calibre 3300

vacheron

Completando, em 2015, 260 anos, a Vacheron Constantin montou 30 peças do seu clássico Harmony Cronógrafo de 1926, mas mudou as complicações e aumentou o calibre para 3300, o que resultou no Harmony Cronógrafo Calibre 3300.

A caixa do Harmony Cronógrafo Calibre 3300 é em ouro rubro, todas as peças (281) são em titânio e as ligações entre elas são arrochadas com rubis.

Um das particularidades dessa raridade é que o mecanismo de corda do calibre entrega ao relógio 65 horas de reserva de marcha e o contador de minutos pode ser ajustado para 45 minutos, ao invés dos convencionais 30.

A Vacheron Constantin  montou 260 peças e ainda não revelou o preço de cada uma, mas as apostas vão de € 400 mil  a € 600 mil, afinal é um Vacheron Constantin.

5 comentários:

  1. Francisco Márcio24/01/2015 15:26

    Tem um amigo seu que não sabe o que fazer com 10 milhões que vai receber ( licitamente, acredite!!! ) do MPF. Alberto Youssef receberá de comissão, taxa de retorno, do MPF esse valor caso recupere parte dos créditos da Petrobrás. Vai querer os 4 relógios...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tive o prazer de conhecer o Youssef, mas é fato que ele fez um bom negócio: conseguiu com que o MPF lave para ele cerca de R$ 10 milhões e não deverá passar mais de um ano em regime fechado, da pena máxima de 5 anos que estará obrigado a cumprir.
      Mas não creio que ele queira os quatro relógios, pois eles juntos já serão a metade dos R$ 10 milhões que ele poderá receber do Parquet, e mesmo que ele tenha mais uns R$ 100 milhões guardados, não poderá sair por aí com um desses no pulso.

      Excluir
  2. Parsifal;

    Fantástico, velhinhos ludibriados, advogados espertos, e... a 'catilogência' do presidente nacional da OAB.

    "O individuo nasce, cresce
    E adentra ao mundo social e politico
    Filosófico e artístico
    Fica danado, letrado, inteligente e sabido
    Conhece tudo, explica tudo
    E discute com bastante elegância
    Os rumos da catilogência...
    (Falcão)

    A lavra irreverente do artista popular explica a frase do presidente nacional da OAB, diante de denúncias comprovadas apresentadas pelo programa da Globo, de centenas de casos de direitos previdenciários tomados de pessoas humildes por advogados goeludos: "A OAB tem um milhão de advogados honestos". (???)

    ResponderExcluir
  3. Deputado...de volta aos relógios..Não custa nada saber o que faz a indústria relojoeira para poucos consumidores.Seu ecletismo no blog é na medida certa.. Nesta curta passagem por aqui lembrar Omar Kayyham:
    Cavaleiro que vejo ao longe na neblina
    Do crepúsculo, aonde irá? Sei não. Por Vales
    E montanhas? Sei não. Estará amanhã estendido...
    Sobre a terra?... Ou debaixo da terra?... Sei não.

    ResponderExcluir
  4. apesar de apreciar a mecânica de tais peças analógicas, ainda prefiro um bom digital, como o Cassio F-91W (simples e eficiente). Mas é inegável o charme de um bom seiko (SGEG95P1)

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.