06/01/2015

Arqueólogos supõem ter encontrado o palco onde Jesus Cristo foi julgado e condenado

Reportou ontem (5) o “Washington Post”, que arqueólogos de Jerusalém anunciaram essa semana que, “sob camadas do piso de um antigo prédio abandonado em Jerusalém, teriam encontrado o suposto palco de uma das mais famosas cenas narradas no Novo Testamento: o julgamento de Jesus”.

Shot 001

O local seria o sítio onde repousariam os restos do palácio do Herodes, onde Pilatos, o governador romano da Judeia, teria lavado as mãos e condenado Jesus à crucificação, não sem antes ouvir o veredito da turba.

Os arqueólogos já sabiam que o local que escavavam, para a expansão do Museu da Torre de Davi, guardava os restos de um prédio que fora usado como prisão quando Jerusalém estava sob domínio otomano e britânico, mas o que encontraram mais abaixo das ruínas da prisão foi o palco que pode ter sido o tribunal de Cristo.

Shot 002

As ruínas desveladas pelas escavações, segundo o professor de arqueologia da Universidade de Carolina do Norte, Shimon Gibson afirma que “estudiosos estão quase certos de que o julgamento de Jesus ocorreu no complexo de Herodes. O episódio é descrito como tendo ocorrido perto de um portão e em um pavimento de pedra irregular e os detalhes descritos coincidem com os achados arqueológicos anteriores perto da prisão, debaixo de onde foi achado o palco".

Um comentário:

  1. E ainda tem pessoas que acreditam que ele não existiu.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.