07/11/2014

Toque de recolher

Shot 002

Sua excelência, quiçá, desejaria que os belenenses se transformassem em amishes, cujos conservadorismo poderia ajudar a “diminuir os casos de violência”. 

Mas enquanto a moçada continuar socializando até tarde da noite em fervorosas aglomerações, seria, idem, importante que o governador exonerasse toda a cúpula de segurança pública, que já está muito tempo no remanso e não consegue diminuir os índices de violência do Pará.

O time da segurança pública do Pará não está ganhando, portanto, é preciso mudá-lo, ou, menos trabalhoso, continuar colocando a culpa da “sensação de insegurança”, nas redes sociais, que aumentam, é fato, mas não inventam.

E é mera a explicação para a histeria coletiva que tomou conta das redes sociais na noite de São Bartolomeu da PM com os bandidos: estamos em um clima de violência tão presente, que todo mundo acredita ser possível serem assassinadas 8 ou 80 pessoas em uma refrega de acerto de contas em Belém.

A caricatura do governador é do caricaturista Mattias.

17 comentários:

  1. Penso que a histeria é resultado da absoluta falta de contraponto aos bandidos..pois a Instituição Policial tendo a obrigação de zelar pela segurança do indivíduo comum faliu há muito tempo...no meu modo de ver desde que o policial se tornou agente anti-suberviso nos anos 60...neste momento foi o parido o Frankstein policial incontrolável.

    ResponderExcluir
  2. Deputado, o senhor como coordenador de logística da campanha do Helder, diga-me por que não conseguiu o apoio do Eser Mauro, haja vista que este, em que pese tenha sido o deputado federal mais votado do Pará, utilizando-se de toda a infraestrutura da RBA e da Rede Record, programas, reporteres, camera man etc..não conseguiu atrair o delegado para debandar para o seu lado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As razões dele devem ser declaradas por ele.

      Excluir
  3. Vou fechar meu Restaurante ou, para não falir de vez vou tentar entregar em casa. Com esse pensamento do governador vai cair a arrecadação do estado. Até ir ao Shopping ficou arriscado.

    ResponderExcluir
  4. E muito triste toda essa insegurança na capital e região metropolitana,pois sou vitima dessa insegurança toda,vitima no coração ,vitima na alma,pois foram 2 irmãos de uma vez só,um militar bombeiro ainda jovem de 30 anos e o outro de 18 anos,acabando de se forma um profissional da área da saúde,como técnico de enfermagem,assassinados em uma auto escola na duque de caixas próximo ao hangar.em pleno luz do dia,10 horas da manha meus irmãos ja estavam mortos,e ate agora os assassinos não foram julgados,deste que meus irmãos morreram ninguém veio aqui na minha casa perguntar nada,pois minha mãe e meu pai hoje são arrasados e tristes,pois a dor e na alma...não teve direitos humanos para meus irmãos...mas gracas a deus ao delegado eder mauro e cia eles foram presos, mas a dedicação do sargt aelton,porem sofreu perseguisao do comando no corpo de bombeiro,agual eu tive que ir la defende-lo com a viúva de meu irmão,seja por qual motivo o militar foi assassinado e outros também.E FATO a bandidagem esta solta na cidade e com mas fome de vidas inocentes...me desculpe Parsifal por ter relado tudo isso aqui no seu blog.

    ResponderExcluir
  5. Gostaria que agora os 52% que reelegeram o pescador preguiçoso, não reclamem da falta de segurança em que o estado se encontra. Afinal para eles está tudo muito bem. Basta um policial ser morto para que a corporação mostre a sua eficiência. Matam até além da conta e até gente que não tem nada a ver. E depois montam um circo dizendo que não foram policiais que mataram, que foi briga de bandidos e etc. A corregedoria e a PC vai investigar. Não vai dar em nada. Já se sabe! Mas quando é um civil que morre? Que se dane. Deixa a família dele chorar. Os bandidos não são pegos. E pior, que a polícia ainda se esconde pra não dizer que foram eles, para não serem julgados pela truculência que normalmente agem. Ladrão bom é ladrão morto. Policial bom é aquele que está na rua trabalhando todos os dias. Não esse monte de porteiro de luxo que seguem em gabinetes de todas as esferas de poder (Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público). Se eles estivessem na rua sempre atuando pra valer, não ocorreriam tantas coisas. Agora o cara quer ser policial só pra se pendurar em um dos inúmeros DAS que eles criaram por todos os lados. Daí só ficam no administrativo. Não tem mas nem preparo pra atuar na rua. Vão pra rua! Assim evitam que os bandidos fiquem mais encorajados de fazerem muitas coisas, pois se a policia fosse mais presente, com certeza não haveria tanta bandidagem, e aí sim, a polícia teria respeito, mas tem que agir com rigor. Não adianta agora ficar escondendo policial, pra não ser punido, porque isso não vai resolver o crescimento da violência. A polícia tem que ser a primeira a dar exemplo. Quer ver uma coisa banal, mas que só desmoraliza a corporação? É só reparar principalmente nos motoqueiros da policia... andam na contramão, avançam sinal e tudo mais, sem estar em missão, muito menos com a sirene ligada. É besteira mas é mal exemplo dado. A polícia tem que ser a primeira a dar o exemplo. Assim como as demais autoridades (Governador, Prefeito, Deputados, Juízes e Promotores), teriam que colocar os militares que estão nos seus escritórios de volta pras ruas. É só contratarem empresa de segurança patrimonial para os prédios. Caso seja necessário a presença da polícia aí sim eles seriam acionados para comparecerem. Desta forma, até a prestação do serviço do 190 seria melhorado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Simão está certíssimo!!! Hoje um menor bandido pode tirar a vida de um pai de família ou um trabalhador qualquer, mas se esse mesmo pai de família ou um trabalhador tira a vida desse mesmo menor vagabundo, o mesmo vai preso. O problema do aumento da bandidagem, está nas nossas leis que protegem e favorecem a impunidade desses marginais ditos "menores" que de menores não tem nada, porque sabem muito bem o que fazem; ou seja, sabem que podem tirar a vida de um cidadão de bem e não acontece nada porque tem da parte da justiça total liberdade pra matar!!!!!!! Então o Simão está certíssimo; o cidadão tem que se proteger evitando certos lugares e, horários impróprios, porque o Brasil todo está entregue a Bandidagem à começar pelo Governo Federal !!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  6. Deputado já terminou as eleições e o Senhor e seu partido junto com os ptralhas perderam. Não pensem que os senhores são como o Aécio que até hoje não existe explicação de sua derrota. Sejam humildes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a eleição já passou, nós perdemos, o Jatene ganhou, eu não vou fazer passeata contra ele e não vou pedir o impeachment dele. Mas vou continuar tendo e emitindo a minha opinião, sempre.
      Mas já que você observou que a eleição acabou, deveria aproveitar para ler as coisas sem estar no palanque. Não ache que tudo deve estar relacionado com eleição: ela já acabou, lembra?

      Excluir
  7. tem que desmontar o palanque segurança e dever de todos da bancada federal do pará do flexa do jader do jatene o diario tem que para com essa bobagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. A segurança pública do estado do Pará é dever constitucional do governo do estado do Pará e não dá bancada federal, do Jader ou do Flexa.
      Você está falando de cima de qual palanque? Desça dele, como você mesmo constata, a eleição já acabou.

      Excluir
  8. Que falta faz um Helio Gueiros, quando um reporter quis esculachar com o seu Governo sobre segurança ele disse que nomearia tal reporter para resolver tal problema e o reporter não topou e se eu fosse o Governador Jatene dava ao Senhor ou ao editor do Diário de Honduras para resolver tais problemas de segurança no Estado. Ser oposição é prato cheio não faz nada e só encontra defeitos em tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, e sob essa mesma lógica de idiotas, o diretor de cinema chamaria o crítico para fazer o filme, o aluno que tirou zero chamaria o professor para fazer a prova e eu lhe convidaria para escrever a postagem.
      Você tem alguma coisa aproveitável para dizer sobre como o governo poderia equacionar a segurança pública no Pará? Se tiver será um prazer postar aqui.
      Não. Você está enganado. O fácil mesmo, e muito mais prazeroso, é ser governo. Por quê você acha que o Jatene torrou milhões para continuar lá e o Hélder outros milhões para chegar lá?

      Excluir
    2. Mas o senhor é político e como tal deveria saber da solução para esse problema!!! O senhor não é crítico de cinema, o senhor não é aluno que tirou zero....portanto não pegue exemplos absurdos pra justificar a tua total incompetência pra solucionar o problema da violência em Belém ou no Pará; já que tu não tens uma solução para pelo menos amenizar esse problema, não fique aí criticando o governo por criticar; é fácil ser pedra qdo não se é vidraça!!! Aposto se fosse um governo Barbalho, o senhor não atiraria essa pedra porque para o senhor a crítica só é válida para quem não faz parte do teu grupo político ou do grupo Barbalho.

      Excluir
    3. Você deveria ter parado na anterior que ficaria menos sofrível a participação: "o senhor é político e como tal deveria saber da solução para esse problema". Na sua mente estreitíssima, o fato de ser político já é o suficiente para ter solução para problemas de segurança pública? Aí você acabou de avacalhar com quem você quer defender: o governador do Estado, pois ele é político, já vai para o terceiro mandato, e ainda não sabe a solução para o problema de segurança pública.
      Paremos por aqui, pois você tem "total incompetência" para debater o assunto e tudo que vier daí não passará de algo que pode sair da cabeça de uma criança de até 4 anos de idade.
      Se fora esses resmungos, você tiver algo que se aproveite para debater o assunto, será um prazer publicar, pois o Pará, e o Brasil, precisam de ideias arejadas e sugestões para mudar o quadro caótico da segurança pública.

      Excluir
  9. seria importante também evitar governadores que não governam.

    ResponderExcluir
  10. Bem lembrado pelo Lorota. as festas. também, o Lorota, para dar bom exemplo,deveria chamar seu filho, que é proprietário de varias casas de festas em Belém, e solicitar que o mesmo acabe com essas festas.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.