15/11/2014

Água de São Paulo está no fim diz Nogueira Neto

Shot 013

O título da postagem foi título de uma matéria da Folha de São Paulo em 1977, com o então secretário especial de Meio Ambiente do governo federal, Paulo Nogueira Neto, que há 37 anos advertia que o manejo das águas da região metropolitana de São Paulo era insustentável.

Shot 002

Nogueira Neto, 92 anos, doutor em história natural e ainda hoje orientador de teses de doutorado na USP, tem a mesma opinião de 37 anos atrás: o Brasil não planeja a exploração dos seus recursos naturais e ainda tem comportamento imediatista e predador.

> Desídia

Se os governadores que se sucederam em São Paulo, nesses 37 anos, tivessem atentado para o alerta, que à época já via pressão sobre os mananciais com a formação da região metropolitana de Campinas e o adensamento populacional nos mananciais, o sistema Cantareira não estaria agonizando hoje.

Sequer seriam necessários investimentos, reclamados pelo governador de São Paulo ao governo federal, de R$ 3,5 bilhões para apenas remediar o problema com soluções sob a ótica das empreiteiras.

Além disso, como a Sabesp rói o Cantareira até o caroço com o artifício do uso dos volumes mortos, mesmo que as chuvas voltem ao normal, o volume do sistema não voltará ao padrão, pois ele enchia a partir de uma altura que não mais existe.

> E a região metropolitana de Belém?

O problema de São Paulo deve ser alerta para o Brasil, mormente para as regiões metropolitanas, que não têm estudos de sustentabilidade para os seus sistemas.

O que o Pará, e a região metropolitana de Belém, que por enquanto só existe na lei, está fazendo para prevenir a preservação e manutenção dos seus mananciais?

Tem um provérbio chinês que aconselha: “Cave o poço antes que sintas sede”.

3 comentários:

  1. Em 1988 no primeiro encontro sobre meio ambiente realizado em Dourados/ MS... do qual fiz parte....Nogueira Neto advertia sobre as mudanças climáticas que estavam chegando ... a maioria de nós achou ficção essa advertência..como se vê ele sabia e sabe das coisas.

    ResponderExcluir
  2. Ismael Moraes16/11/2014 12:42

    Pergunte ao Secretário de Estado de Meio Ambiente, José Colares, o que ele fez - e ele me prometeu há 3 anos que cumpriria o dever - para cobrar compensação pelo uso e abuso das águas públicas por meio dos quais as mineradoras tem lucros de centenas de bilhões de dólares no Pará?

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.