16/09/2014

Ministério Público e Polícia Civil prendem “Pé de boto”, o prefeito de Igarapé-Miri

Uma operação conjunta do Ministério Público do Estado do Pará e da Polícia Civil passou a vassoura hoje (16) pela manhã em Igarapé-Miri onde prendeu nove suspeitos de fraudes em processos licitatórios na prefeitura municipal, tráfico de drogas e até de participação em grupos de extermínio.

Shot 004

As prisões seriam uma operação policial corriqueira se não fosse um não tão mero detalhe: o prefeito municipal Aílson Santa Maria do Amaral (DEM), popularmente conhecido como “Pé de boto”, é um dos presos.

Além do prefeito, foram presos os seus irmãos Altamir Amaral e Amilton Amaral, o ex-secretário de obras do município, Rosebel e seus filhos Renato e Rafael, e o ex-secretário de saúde do município, Jeferson Mácola.

Além das prisões o Ministério Público e a Polícia Civil cumpriram mandados de busca e apreensão em quatro empresas e na prefeitura de Igarapé-Miri.

É assunto de todas as esquinas de Igarapé-Miri e em todo o meio político do Pará, a suposta ligação do prefeito municipal com o tráfico de drogas. Ao que pronto parece, as falas não eram pura invenção.

PS. Em comentário à postagem foi informado que Jeferson Mácula não foi preso e nem contra ele foi expedido mandado de prisão, mas apenas mandado de busca e apreensão.

15 comentários:

  1. Essa turma do DEM é barra pesada. Parece que o vice do Helder é do DEM né deputado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os barra pesada não se originam em partidos, mas em grupos de afinidade. O Pé de Boto e seus comparsas, todos, inclusive os que foram presos, apoiam o Simão Jatene e fazem campanha para ele. Veja, inclusive, o sobrenome de um deles e observe se lhe é familiar. Todavia, ao contrário de você, eu jamais cometeria a irresponsabilidade de dizer que o Jatene é barra pesada, ou traficante, como esses que o apoiam e agora estão presos, pois imbecilidade tem limite e não comungo do ditado "diz-me com quem andas...". Cada um tem a sua própria personalidade e o dono do boteco não precisa ser um alcoólatra. Mas se você pensa que precisa, você está chamando o Jatene de Pé de Boto.

      Excluir
    2. Todos sabem a fama do Lira Maia aqui em Santarém deputado.

      Excluir
    3. Deputado a sua acessoria está muito mal informada, pois Jefferson Mácola, ex secretário de saúde de Igarapé-Miri não está no mandato de busca e apreensão, e nem sequer foi chamado pra depor, o site que comunicou que ele estava envolvido já se retratou, segue link http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-301684-.html

      Excluir
  2. Demorou muito mas pegaram essa coisa.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o senhor deputado. Cada um é responsável por suas escolhas, não importando o partido a que pertençam.

    ResponderExcluir

  4. dep. em acara a coisa ta preta o presidente da camara waldecir carneiro promete cassar o prefeito mota junior seu primo na proxima sexta feira por desvio de um milhao e seiscemtos mil reais da saude. ambos sao do pmdb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e verdade o acara ta um caos muita vergonha ele tem uma casa no condomínio que vale 4 milhões em apenas dois anos !!!! que fazer mestrado e doutorado em roubo de dinheiro publico vem aq no acara q o prefeito mota junior ensina de graça

      Excluir
  5. O Plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu, nesta quinta-feira (6/8), abrir Ação Penal contra o deputado federal Joaquim de Lira Maia (DEM-PA), acusado pelo Ministério Público por crimes contra a Lei das Licitações. Segundo a denúncia do MP, em 2000, quando era prefeito de Santarém (PA), Lira Maia se envovleu em irregularidades em 24 processos licitatórios para compra de merenda escolar da rede pública do município. De acordo com a denúncia, o superfaturamento ultrapassou R$ 1,9 milhão

    ResponderExcluir
  6. Parabéns à Polícia Civil, ao MP. Realmente, se ele apoia o Atual Governador, parabéns ao Governador tmb, pois pelo visto, não houve interferência para que a operação não ocorresse, isso é fato!
    De resto, só desejo boa sorte ao Jatene, pois a coisa, ao meu ver, tá preta pro lado dele.

    ResponderExcluir
  7. Olhando esse fato reputo ao que o nobre blogueiro disse: "Me dizes com quem andas, que direi quem tu és". Brizola uma vez foi assacado pela Imprensa porque, em campanha pelos morros cariocas, foi mostrado em comício junto a traficantes. Como se Brizola fosse culpado pela presença inusitada dos "cabras das drogas".

    ResponderExcluir
  8. Peço que o Titular do Blog observe a Retratação do Diário Online, conforme segue abaixo:

    *Terça-Feira, 16/09/2014, 18:05:35 - Atualizado em 16/09/2014, 18:16:36

    "A Polícia também confirmou que o ex-secretário de saúde Jeferson Mácula não estava entre os envolvidos presos, ao contrário do que havia sido divulgado durante a manhã."

    (DOL, com informações de Cássia Medeiros/RBA TV).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já está feita a retificação na postagem.

      Excluir
  9. Em Tailândia o povo tá esperando o MP e a PC darem um rolé pela PMT e CMT. Essa turminha tá só na traquinagem...só evangélico esperto se escondendo atrás da Bíblia!

    ResponderExcluir
  10. voute contar uma coisa a covardia que fizeram com o pé de boto so defendia a sociedade os mirienses limpando uns vagabundos assasinos que matavam em igarape miri por nada quantos pais de familia não perderam seus entis querido no tempo do pina esse poder publico nosso é um lixo nosso sistema judiciario outro lixo tem que mudar o brasil até quando vamos ser refem da bandidagem o pe de boto vez um bom tarbalho no miri e espero que ainda possa fazer muito mas

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.