21/08/2014

O novo califa de Bagdá

Shot 009

O grafite acima é uma ilustração da “Time”, do iraquiano Ibrahim Awwad Ibrahim Ali al-Badri al-Samarrai, 43 anos, rebatizado como Abu Bakr al-Baghdadi, mesmo nome do primeiro califa de Bagdá e companheiro pessoal do Profeta Maomé, de quem Abu Bakr se diz herdeiro direto.

Minha avó Ciló, uma mameluca curandeira (tenho um capítulo inteiro do meu livro de memórias dedicado a ela: uma figura), ralhava com o meu pai quando ele me colocava para estudar muito, pois cria que gente que estudava muito o miolo esquentava e ficava doido.

O temor da minha avó Ciló deve ter acontecido com Abu Bakr, pois de tanto estudar ele ficou doido: é pós-doutorado em Lógica pela Universidade de Bagdá.

Não se sabe financiado por quem, Abu Bakr montou um exército jihadista de 10 mil homens, tomou a região oeste do Iraque e nordeste da Síria, denominou o território tomado de “Estado Islâmico do Iraque e da Síria”, autoproclamou-se califa do pedaço, e implantou a Sharia como exclusiva lei.

Shot 007

E como todo fundamentalismo é messiânico, de lá o doidivanas pretende expandir o sistema para o resto do Islã, já anunciou que é o líder dos 2 bilhões de muçulmanos do mundo, e ai daquele que ousar contestar o imoderado. 

Pelo que mais não seja, aí está um Bin Laden ao quadrado. Por isso o presidente Obama começou a derrubar algumas bombas sobre a cabeça deste novo califa de Bagdá e oferece US$ 10 milhões para quem der uma informação que efetivamente leve os EUA a colocá-lo em um saco e desprezá-lo em algum remoto ponto do Atlântico. 

Shot 008

O Ocidente deve estar morrendo de saudades do Saddam Hussein, pois ele era um doido que mantinha os outros doidos sob controle.

7 comentários:

  1. Parsifal, como seu pai não deu muito ouvido no quesito estudo para sua avó Ciló, creio que o senhor não perdeu seu tempo assistindo ao horário político ontem a noite. De qualquer forma, como coordenador político do barbalho deve ter visto o programa dele na TV. Olha, não sou expert em marketing político, mas pelo que eu vi ontem esse marketeiro importado de vocês vai ganhar o que a maria ganhou na capoeira. Só faltou dizer que o Helder não entrou pelo sistema de cotas na universidade, porque na época não existia. Não subestimem a "ignorância" do povo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de ler uma opinião carregada de parcialidade, vou imprimir e passar aos marqueteiros, pois do assunto, eu também não entendo nada além de você.

      Excluir
    2. Me metendo na conversa dos dois, não sei na TV, pois quase já não assisto mais, porém no rádio está muito fraca viu Deputado. Comecem a apresentar propostas, ficar mostrando somente a história de Helder, na minha singela opinião, não vai agradar muito. Minha família, por exemplo, quer se debandar pro Marco Carrera, pois acreditamos ser o que melhor sabe aproveitar o tempo de TV, ou seja, sabe gerir, faz do limão uma limonada. Não desperdice tanto tempo contando "estorinha", de lorota já basta o Simão.
      Fica a dica!
      Grato

      Excluir
  2. Francisco Márcio21/08/2014 15:38

    "pois cria que gente que estudava muito o miolo esquentava e ficava doido". Não sei não, acredito que sua avó tinha razão, principalmente para com o neto ( com todo respeito, é claro )...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, o meu pai dizia que quem se mete em política é doido.

      Excluir
  3. Raimundo Sousa21/08/2014 20:01

    E tinha que estudar mesmo, pois no colégio N. S. Conceição, se não levasse o dever de casa pronto, a professora mandava uma notificação da falta, que deveria ser assinada pelo pai ou pela mãe. Era bronca na certa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A bronca era uma surra com galho seco de tamarindo.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.