30/07/2014

O perfil da disputa

O blog Radar Político, como base nos dados do TSE, elaborou gráficos descritivos do perfil dos candidatos no Brasil.

A concorrência para deputados estaduais, por exemplo, é mais acirrada no Distrito Federal, onde disputam 41,83 candidatos para cada vaga. A menor concorrência é no Sergipe, onde 7,29 candidatos disputam 1 vaga. No Pará, a concorrência é de 18,34 para 1 vaga.

Abaixo a relação candidato a deputado estadual/vaga, em todos os estados do Brasil:

Para deputado federal a concorrência maior está no Sudeste, onde 18,53 candidatos disputam 1 vaga e a menor no Nordeste, onde 9,97 candidatos disputam 1 vaga.

Abaixo a relação candidato a deputado federal/vaga, em todos os estados do Brasil:

Shot 004

Em todo o Brasil, pediram registro  25.172 pessoas. Desse total, 30,1% são mulheres.

Abaixo os números:

Shot 005

Dos 25.172 pedidos de registros, 1.330 são de filiados ao PT, que pediu o maior número de candidaturas, seguido pelo PSB e em terceiro lugar o PMDB.

Shot 006

Abaixo o número de candidatos por grau de instrução:

Shot 008

Portanto, não há razão alguma para os eleitores dizerem que há mais do mesmo: há candidatos para todos os gostos. No caso do Pará, temos 6 candidatos a governador, 11 a senador, 211 a deputados federais e 754 a deputados estaduaus.

Para escolher o seu ligue-se aqui e mãos à obra.

8 comentários:

  1. Uma a menos no Pará. Paulo Rocha está inelegível. Ainda que ele reverta no TSE ou STF ( e ele vai reverter) o estrago da inelegibilidade já está feito. Com efeito, os petistas não vão se empenhar na candidatura do Helder (como já não iriam mesmo) e isso os PMDBistas já sabem de cor e salteado.

    ResponderExcluir
  2. Francisco Marcio30/07/2014 21:28

    Por falar em política, V.Exa já está gerenciando os 8 milhões advindos do PT nacional ou o nosso constitucionalista , presidente do PMDB, vetou as vossas intenções?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda estamos brigando por eles, afinal, embora destinados ao Diretório Nacional do PT, foi conseguido pelo PMDB, pelo senador Renan, especificamente para as candidaturas referidas. Se os outros quiserem que consigam.
      Na avacalhação que é o sistema eleitoral nacional, campanha vira isso: um hospício com as grades lacradas e um monte de loucos se mordendo dentro delas.

      Excluir
  3. Parsifal;

    Água no álcool:

    Fiquei surpreso ao ver nas gondolas dos supermercados que as embalagens de litro e meio litro de álcool comum nas graduações de 92,8º e 70º INPM desapareceram, para dar lugar a um álcool hidratado a 45º INPM.

    Quimicamente isso significa uma adição de grande quantidade de água. A 45º o álcool não tem efeito em assepsia (bactérias, fungos e virus sobrevivem às graduações inferiores a 70º); não tem função como combustível, nem como solvente de vernizes e outras resinas. Álcool de 45º não endurece picolé na máquina. Então para que serve? Com a palavra a ANVISA, onde o produto é notificado.

    Comercialmente o consumidor estará levando para casa menos da metade do álcool que havia dentro da mesma embalagem, não só pela adição da água em grandes quantidades, como pela dilatação volumétrica da mistura; e além disso, um produto de quase nenhuma utilidade. Mas o prêço... este aumentou.

    O cartel do álcool deve estar sentindo saudade dos tempos em que, em cumplicidade com a ANVISA, bamburrou vendendo álcool de baixa graduação misturado a gel.

    ResponderExcluir
  4. Parsifal;

    Água no álcool:

    Fiquei surpreso ao ver nas gondolas dos supermercados que as embalagens de litro e meio litro de álcool comum nas graduações de 92,8º e 70º INPM desapareceram, para dar lugar a um álcool hidratado a 45º INPM.

    Quimicamente isso significa uma adição de grande quantidade de água. A 45º o álcool não tem efeito em assepsia (bactérias, fungos e virus sobrevivem às graduações inferiores a 70º); não tem função como combustível, nem como solvente de vernizes e outras resinas. Álcool de 45º não endurece picolé na máquina. Então para que serve? Com a palavra a ANVISA, onde o produto é notificado.

    Comercialmente o consumidor estará levando para casa menos da metade do álcool que havia dentro da mesma embalagem, não só pela adição da água em grandes quantidades, como pela dilatação volumétrica da mistura; e além disso, um produto de quase nenhuma utilidade. Mas o prêço... este aumentou.

    O cartel do álcool deve estar sentindo saudade dos tempos em que, em cumplicidade com a ANVISA, bamburrou vendendo álcool de baixa graduação misturado a gel.

    ResponderExcluir
  5. Francisco Marcio31/07/2014 00:58

    Excelência isso não condiz com seu discurso de homem partidário, afinal, o presidente do partido que ratear esses valores entre os candidatos do partido, o que é justo.
    Como assim, o Renan conseguiu? E o partido? Os corregionarios? É cada um por si?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A briga é dentro do PMDB, em cujo covil há vários alfas. No caso, tenho que defender o território no qual habito.
      Leia de novo o último parágrafo.

      Excluir
  6. A decisão do TRE NÃO ME ASSUSTA. Essa história do Paulo Rocha já foi resolvida pelos votos do povo que o elegeu Dep em 2006 depois da renúncia, pelo TSE que validou seus votos em 2010 e pelo STF.
    O que me assusta é a abstenção de 1 Juiz(João Índio)que de forma subterrânea se submete aos mando do Claudio Puty isso realmente me assusta

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.