11/06/2014

PMDB aprova apoio a Dilma em convenção nacional

Em convenção nacional ontem (10), por 398 votos a favor e 275 contra, o PMDB aprovou o apoio à coligação com o PT para a reeleição da presidente Dilma Rousseff, com Michel Temer como vice.

Shot010

Em termos percentuais e considerando apenas os votos válidos, o resultado revela que 59% dos convencionais apoiaram Dilma e 41% foram contrários a ela, o que mostra um PMDB mais dividido do que o foi na convenção de 4 anos atrás.

O PMDB é uma federação de fortes lideranças regionais, sem uma liderança nacional que se sobressaia, portanto, o tom das deliberações partidárias é tocado pelas vicissitudes estaduais.

As próprias disputas nacionais internas do PMDB sempre foram tangidas por pesadíssimos acordes feudais e, a cada disputa, nota-se que as coligações que se contrapõem a atual cúpula partidária ganham tento.

25 comentários:

  1. Essa charge deixou a "Presidanta" mais bonita. O PMDB é igual às profissionais do sexo, "dinheiro na mão, calcinha no chão".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo jeito você entende muito bem de dinheiro e de calcinhas. Deve ser experiência profissional.

      Excluir
  2. francisco Márcio11/06/2014 15:02

    Os 41% que faltaram para a totalidade, não estão tirando o leite suficiente das tetas da vaca chamada Brasil. Como são gulosos, estão acreditando que um "novo" ordenhador vai proporcionar-lhes a abundância.
    Não é isso Dr. parsifal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio que seja "não estão tirando o leite suficiente", porque, como eu já lhe disse, não existe o suficiente. O mais provável é que não haja leite nenhum. Mas, vou lhe dar um pouco de trabalho para obter a resposta: vou lhe passar os contatos dos 275 e você pergunta direto para eles.

      Excluir
    2. Francisco Marcio11/06/2014 19:20

      "Não haja leite nenhum". Impossível Excelência, vampiro (entenda como alegoria ) não vive sem sangue. Ainda mais com parceiros tomando conta do Centro de Hematologia. Quanto ao trabalho, por ora dispenso, plebeu não tem tempo livre para este feito. Além disso, não tenho salário de parlamentar, que não trabalha e recebe muitíssimo bem.
      Mais um detalhe: Vossa Excelência votou? Se votou, não precisa dizer em quem, sei da sua obediência ao seu mandatário.

      Excluir
    3. Há vários bancos de sangue pelo Brasil afora. O nenhum referido é o governo federal, que sabe, como todo governo que se consegue equilibrar no poder, a quem abre as veias.
      Atente portanto: todo governo providencia para ter oposição. O que lhe interessa é ter maioria segura, pois unanimidade é impagável.
      Quem trabalha pouco e ganha muito e fácil é o vizinho, mas, como eu já lhe disse, não tenho do que me queixar, pois posso, inclusive, não ser candidato e, portanto, não ser deputado. Deve ser porque eu detesto ganhar sem trabalhar.
      Ei já lhe disse: plebeu não tem Internet, isso ainda é coisa de burguês.
      Claro que votei, e tenho direito a dois votos, pois sou deputado e delegado nacional. E claro que votei na coligação com o PT. No dia em que eu achar que não devo seguir as deliberações partidárias, e o PMDB do Pará deliberou que seus delegados votariam em Dilma, saio do partido. Quem não quiser seguir líderes que vá fazer carreira solo e de repente faz sucesso.

      Excluir
    4. Francisco Marcio12/06/2014 07:55

      E eu já lhe disse: uso o navegapará. É de graça, experimente.

      Excluir
    5. Não fique gastando a banda da plebe, diminuindo o torque do já mal fornido NavegaPará (o que é um ótimo programa de inclusão digital do ponto de vista conceitual): deixe de miserabilidade e compre um provimento.

      Excluir
    6. Francisco Márcio12/06/2014 10:44

      Tá vendo, gente grã-fina, como Vossa Excelência, tem o hábito de destratar os pobres plebeus. Quem lhe disse que posso pagar provedor? Só porque uso o NavegaPará, estou sendo miserável?
      Fale com seu chefe para criarem o Bolsa Provedor. O plebeu aqui, agradece.
      Não se apoquente comigo, não voto no Helder, mas também não voto no Jatene.

      Excluir
    7. Sim, você está sendo, porque pode pagar um provimento de R$ 49 e deixar a banda que usa para os verdadeiros plebeus aos quais os R$ 49 fazem falta.
      O Bolsa Provedor já existe: é o NavegaPará, programa que foi aplaudido por mim na Alepa, mesmo quando eu já era oposição à Ana Júlia.
      Quando o Jatene venceu, tive uma longa conversa com ele sobre o NavegaPará, sugerindo que ele realinhasse o programa, ampliasse-o e criasse a maior rede de inclusão digital do Brasil no Pará, pois esse era o conceito, e como a Eletronorte tem fibra ótica em todos os seus cabos de transmissão, um convênio com a empresa levaria o NavegaPará, por fibra ótica, portanto com qualidade excepcional, para todo o Estado. Isso, além de incluir digitalmente o cidadão, seria uma ótima ferramenta de gestão ( o Eduardo Campos fez isso em Pernambuco, mas só como ferramente de gestão).
      Entrou por um ouvido e saiu pelo outro: os governantes não são fãs de soluções simples e baratas.

      Excluir
    8. Francisco Marcio12/06/2014 20:58

      Eu só quero saber uma coisa: de onde Vossa Excelência tirou a informação de que eu posso pagar?

      Excluir
    9. Fique tranquilo, eu não tenho vocação para Assange ou Snowden. É possível avaliar a classe social que uma pessoa está inserida através do seu padrão linguístico. É o que os filólogos chamam de sociolinguística.
      É possível que dentro de um grupo se encontrem desvios do padrão, mas são exceções e os raciocínios se fazem pelas regras.
      O seu padrão linguístico já está devidamente classificado.

      Excluir
    10. Francisco Marcio13/06/2014 07:07

      Não é bem assim, tem momentos/postagens que Vossa Excelência é mestre em delações, e o Snowden é um principiante em comparação com sua Excelência.
      Quanto a linguística, fiquemos com a exceção.

      Excluir
    11. Não são delações, são declarações.
      Não, você não se encaixa na exceção: preenche todos os requisitos da regra.

      Excluir
    12. Francisco Márcio13/06/2014 12:40

      Prometo. Só para encerrar, como diz um Deputado ( em fim de carreira, bem verdade ): Dizer é problema meu, você acreditar é problema seu...

      Excluir
    13. Da política eu saio a hora que quero é volto a hora que quiser, pois no avacalhado sistema eleitoral que temos é fácil conseguir 30 mil votos para quem tem os meios.
      Para você ver como o blog do Parsifal tem utilidade: você até já aprendeu aqui como encaçapar a bola 7.

      Excluir
    14. Francisco Márcio13/06/2014 17:50

      Isso merece a FrontPage ( o difícil é isso acontecer ), de Parsifal para Parsifal:

      "Da política eu saio a hora que quero é volto a hora que quiser, pois no avacalhado sistema eleitoral que temos é fácil conseguir 30 mil votos para quem tem os meios".
      É por essa e por outras que repiso: São todos farinha da mesma mandioca...
      Quanto ao aprendizado, lhe digo que sou um aluno aplicado. O dia que involuntariamente encontrar-me com Vossa Excelência ( é pouco provável, plebeu não anda nos mesmos lugares do baronato ) tenho algumas confidências a lhe relatar. Uma delas é exatamente essa: aprendo muito com Sua Excelência em nossos diálogos...

      Excluir
    15. Mas eu já escrevi isso no FrontPage mais de uma vez e já falei isso em várias audiências públicas sobre o sistema eleitoral brasileiro. A última vez que disse isso, e muito mais, foi há uns 60 dias, na UFPA, em palestra em uma turma de mestrado em Ciências Políticas.
      O sistema eleitoral nacional está podre. Ou mudamos a forma ou não mudaremos o conteúdo.

      Excluir
  3. plo andar da carruagem o pmdb vai sai desta eleição menor do que entrou,com apenas 2 governadores eleitos ; espirito santo e matogrosso,com uma bancada bem menor do que tem atualmente.tudo culpa da avareza do seus lideres que fazem de tudo para estarem com a mão encostada no cofre publico.

    ResponderExcluir
  4. Deputado Parsifal, a coisa está ficando feia! A confusão não é só dentro da coligação tucana, dentro do PMDB/PT é ainda maior. A briga tucana é na cúpula e do PT do MDB é na base e, pode apostar é em todo Pará. Aqui na minha cidade os eleitores do PMDB migraram quase cem por cento para o ninho tucano e a maioria do PT daqui não vota no Helderzinho por ser filho do Jader.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, acho que todos os tucanos vão votar no Helder e todos os petistas no Jatene e quem vai decidir a eleição são os eleitores do Duciomar.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk PARSIFAL TENHA PIEDADE PELO AMOR DE DEUS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkK ESSA É A MELHOR DO ANO ATE AGORA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  5. Essa é a maneira do PMDB fazer política e por isso continua grande até hoje. Se o PT faz objeções aos candidatos peemedebista, a reciproca é verdadeira. O recado foi dado. Como dizia um velho político do Marajó: "só tem macaco velho do cú pelado". Assim caminha a humanidade. O resto é lucubração.

    ResponderExcluir
  6. O que representa efetivamente este resultado da Convenção do PMDB? Após a proclamação do resultado estes 275 se dissolvem, ou melhor, marcharão juntos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, todo o PMDB, após o resultado da convenção, terá que seguir as diretrizes partidárias e a apoiar Dilma, mas no fato há três estados que sabemos que não seguirão essa decisão por absoluta incompatibilidade local, e o partido não tem condições de enquadra-los. O restante dos 9 estados que votaram contra a coligação seguirão ao diretriz convencional.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.