15/06/2014

Godzilla 2014

Shot004

Como eu sou aficionado no gênero, fui ver o que o diretor Gareth Edwards (Monstros – 2010) fez com Godzilla (Gojira no original em japonês), um dos meus monstros preferidos.

Adorei, mas não tome isso como uma indicação, pois eu gosto de qualquer Godzilla, desde o primeiro e mais tosco deles, de 1953, da Toho Film Company, que depois filmou mais uns 10, eu acho. Eu assisti cinco.

Shot001

Em 1998, a TriStar Pictures, em conjunto com a Toho, inventou um tal de Zilla, uma gigantesca iguana radioativa (sempre a energia nuclear no centro do debate) que lembrava Godzilla.

Desde 1998, mais 4 remakes foram feitos, mas sem sucesso. Agora a Warner Bros resolveu bancar a parada a um custo relativamente baixo: US$ 160 milhões.

Os produtores estão em êxtase: no primeiro final de semana o filme arrecadou US$ 200 milhões.

No reboot de 2014, embora os cartazes e trailers sugiram um vilão, Godzilla é o mocinho (ele é bipolar: há filmes em que ele é herói, há filmes em que é vilão), que salva a humanidade das terríveis feras radiativas, os Mutos.

Shot002

Não vou lhe contar a história. Se você gosta do gênero, não perca. Abaixo o trailer:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.