19/05/2014

Ele não fez absolutamente nada

Shot004

Reportagem do “Diário do Pará” de ontem (18) revela que, no ocaso do seu governo, Simão Jatene é vítima da própria retórica acima reproduzida.

Em 2013, pela 3ª vez seguida, o Pará, com percentual de 7,19%, teve o menor percentual de investimento em relação ao orçamento da região Norte.

Em 2013 o Acre investiu 17,26%, o Amazonas 16,51%, Roraima,12,71%, Rondônia, 11,71%, Amapá, 11,22%, e o Tocantins, 10,19%.

Simão Jatene não conseguiu sequer reservar mais que o Maranhão e o Piauí, para investimentos: aquele investiu 10% e esse 15,71%.

> Aura de competente cai por terra

A aura de bom administrador de Simão Jatene, assaz trabalhada pela massiva publicidade que sempre inculcou tal ilusão na cabeça dos desavisados, afoga-se nos números:

1. Em 2011, Jatene cometeu a pior taxa de investimentos dos últimos 18 anos do Pará: 4,51%;
2. Em 2012 elevou os investimentos para 6,19%;
3. Em 2013 amargou os 7,19% já referidos.

Todos abaixo dos 10%, portanto, Jatene não fez, como de fato, absolutamente nada nos últimos três anos. Foi um triênio perdido.

> Derrotado por ele mesmo

No seu segundo, e pior governo, Jatene é derrotado por ele mesmo no que se refere a investimentos, pois no seu primeiro governo conseguiu taxas razoáveis:

1. Investiu 8,98% em 2003;
2. Investiu 10,61%, em 2004;
3. Investiu 12,11%, em 2005;
4. Investiu 13,70% em 2006.

> E por Ana Júlia

Comparados os investimentos do atual governo de Jatene, com os de Ana Júlia Carepa (PT), ele também é derrotado por ela:

1. Em 2007 Ana Júlia investiu 6,46%;
2. Em 2008 Ana Júlia investiu 9,80%;
3. Em 2009 Ana Júlia investiu 8,10%;
4. Em 2010 Ana Júlia investiu 11,15%.

> Almir Gabriel

O campeão de investimentos foi aquele que avisou o Pará inteiro, e ninguém lhe deu ouvidos, nem eu, de que “Jatene era preguiçoso”: Almir Gabriel, que manteve uma taxa acima de 10% em todo o seu governo e chegou ao recorde de 16,57% em 1998.

32 comentários:

  1. Mas nas propagandas...o investimento deve ser altíssimo!

    ResponderExcluir
  2. E o pior Dep. é que o Jatene vai ganhar a eleição. O cheiro do Jader é muito forte no filho e exala uma podridão que ninguém suporta. Só aqueles que com o cheiro dele se acostumaram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em assim sendo, vou dar um jeito de avisar o Jatene para ele se dedicar ao seu esporte favorito - a pesca - durante a campanha, e o PMDB também - que alivio - não precisará fazer campanha: você já profetizou o resultado.
      Você poderia me fornecer os nomes que, idem, ganharão para deputado estadual e federal? Assim eu já saberei de antemão a composição da Alepa a partir de 2015.

      Excluir
    2. Poxa Dep. acompanho suas postagens. Infelizmente, tenho q concordar com o anônimo acima, tmb credito q dificilmente o Jatico perderá esta. Triste realidade a que vivemos, pobre de todos os q moram neste Estado Desgovernado a tanto tempo......

      Excluir
    3. Wilson - Tucuruí19/05/2014 16:10

      O cheiro do Jader também foi muito forte para exalar um cheiroso Jatene e outros políticos que como ele, Jatene, saíram da perfumaria do Jader para a vida pública, né mesmo odoroso anônimo?

      Excluir
    4. É lamentavel vim aqui nesse espaço e se deparar com esses comentários, é obvio que esses anônimos que tentam desqualificar um politicos que detem mais mandatos nesse país,não esquecendo que estamos em um estado democrático, talvez a inveja e o requalque seja o diagnóstico , mais o remédio tem dia e hora para chegar, podem aguarda, sentados em pé, aqui ou em gualquer lugar vcs vão receber a encomenda, desejo que após a melhora procurem uma ótica para adquirirem uma ferramenta que faça vcs exergarem o quanto o PARÁ vai melhorer , só por ter se livrado do japreguiça.

      EURICO NETO

      Excluir
  3. Francisco Marcio19/05/2014 13:37

    E a pergunta que não quer calar: de qual desses (des)governos o PMDB- aquele, partido da boquinha - não participou?
    Não me venha com aquela ladainha: éramos somos da base de apoio...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dos do PSDB o PMDB - que como o PSDB e todos os demais partidos do Brasil, adoram as benesses do poder - não participou de nada, pois o PSDB não divide nada com ninguém: locupleta-se sozinho. E ainda, para tingir o gasto, endivida o Estado, não se fartando somente com o que arrecada.
      Aliás, idem, a boquinha do PSDB é a mais cara, pois enquanto os demais partidos comem em comida a quilo, a tucanada só se refastela nos luxuosos restaurantes construídos com o erário. Agora mesmo está na praça o edital para mais um, no Utinga: um restaurante tucano de R$ 30 milhões. Quando ficar pronto vá jantar lá. Justiça seja feita, eles são bons de cozinha.

      Excluir
    2. Benesses do poder,...não divide nada com ninguém, locupleta-se sozinho.O Deputado está falando de corrupção? A coisa banalizou....Que país é esse?

      Excluir
    3. José Manoel19/05/2014 15:04

      Parsifal, eu não sei como tu ainda perde tempo com assessores do Jatene. Esse Francisco Marcio não se chama Francisco Marcio e é um tucano que finge ser apartidário só para tentar amenizar as lambadas que tu dás no chefe dele.

      Excluir
    4. José Manoel,
      Não perco tempo: aprendo. Não há problema algum em alguém ser assessor do Jatene ou de quem quer que seja. O espaço é democrático e cada um faz as suas opções. Se ele não é assessor, pode manifestar a sua opinião da forma que desejar; se ele é assessor idem, e aí chega até a ser uma obrigação.

      Excluir
    5. 3.b,

      Sim, estamos falando de corrupção. Sempre faço questão de contar aqui o caso como ele é, sem tergiversações, para que o distinto público não se iluda de que a política é uma luta do bem contra o mal ou do bom contra o mau. A política é uma luta pelo poder e para o poder e nisso não cabem santidades, nem na Santa Sé. A questão, aí, é saber escolher quem usa o poder de forma menos pecaminosa, pois assim será possível investir mais naquilo que seria a finalidade ideal, que é o bem estar da sociedade.

      Excluir
    6. Parsifal quem não te conhece que te compre! Uma hora tu criticas o Governador por não gastar o que arrecada, e depois afirma que o mesmo gasta além do que arrecada ao ponto de endividar o Estado, e depois se queixa do partido do PSDB em se beneficiar sozinho do erário público e, não dividir com os outros partidos incluindo o teu; isso só vem comprovar o quanto o Senhor é um tremendo cara-de-pau para não dizer outra coisa!!!!

      Excluir
    7. E quem lhe disse que eu estou à venda? O PSDB, você, os seus xerimbabos e quem mais lhe parecer, jamais amoedarão riqueza advinda de locupletação ou peculato, suficiente para me comprar.
      Cara-de-pau mesmo é se esconder na moita covarde do anonimato e vomitar recalques que azedam no fígado.
      Cuidado, isso dá cirrose.

      Excluir
    8. Francisco Márcio20/05/2014 11:09

      Excelência, tem 3 comentários postados ontem que não vieram à público. É o censor ou que é?

      Excluir
    9. Esse blog é na base do "all by myself": não tenho assessoria para assuntos blogueiros.
      Asseguro-lhe que nenhum comentário nessa postagem foi moderado: todos que chegaram foram publicados.
      Se você os fez e não foram expostos é porque não chegaram à caixa. Fique à vontade para repeti-los e serão postados.

      Excluir
    10. Esse blog é na base do "all by myself": não tenho assessoria para assuntos blogueiros.
      Asseguro-lhe que nenhum comentário nessa postagem foi moderado: todos que chegaram foram publicados.
      Se você os fez e não foram expostos é porque não chegaram à caixa. Fique à vontade para repeti-los e serão postados.

      Excluir
  4. O odor do pescador lorota deve ser semelhante ao perfume francês "olê de mutambê". O anônimo 2, em virtude de muita bajulação deve dormir debaixo das axilas do futuro próximo ex-governante. Assim sendo o bajulador vai perder o cargo de confiança. Pode se quiser continuar a funçao de cheirador de ex.

    ResponderExcluir
  5. Jatene, está gastando o dinheiro com o Abdon e o Ronaldo Brasiliense.

    ResponderExcluir
  6. amigo dep. parsifal, não sou psdb, mas o Jatene qd investiu 8,9% em 2002, ele recebeu o estado das mãos de Almir Gabriel, e os 6,46% de 2007 ele recebeu o estado das mãos de Ana Júlia, dá pra entender a diferença e o crescimento de investimento nos anos seguintes. ela dilapidou esse estado. um grande abraço, e estou esperando a data certa para trabalhar-mos para Dep. Federal na minha comunidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo Guilherme, não há justificativa alguma para o baixo nível de investimentos do atual governo, pois tal percentual pode ser ajustado, já no primeiro ano: é uma questão de decisão política. O próprio Jatene, quando anunciou, em 2011, a tal Agenda Mínima, declarou que optaria por investir, no mínimo, 10% do orçamento.
      O governo da Ana Júlia foi marcado pela má gestão, mas não deixou dívidas de curto prazo que pudessem repercutir na decisão de percentual orçamentário para investimentos.

      Excluir
  7. Como o Jatene não aumentou os investimentos? E os três apartamentos de R$ 2 milhões cada naquele prédio que estalou? Um da filha, um do filho e outro da ex-mulher.

    ResponderExcluir
  8. Os números da Secretaria de Comunicação são:
    2012 - R$ 42,03 milhões
    2013 - R$ 38,6 milhões
    2014 - programado R$ 44,9 milhões, sendo que janeiro a fevereiro, já foram R$ , milhões.
    Para o Ronaldo Brasiliense quanto mesmo?
    Isso que é investimento, ...." esse é o Pará que a gente faz e junto vamos fazer mais"

    ResponderExcluir
  9. Senhor blogueiro. Esta eleição será uma guerra de foice no escuro. Cinco candidatos para o governo e seis para o senado, ambos com uma vaga para cada. Aquele que tiver mais "bala na agulha" será o vencedor. E, pelo andar da carruagem está mais para quem tem a máquina. Prefeitos de vários partidos começam a cortejar o dono do poder. O que se viu no sudeste e sul do Pará e na zona bragantina é uma prova do poder do voto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda eleição é uma briga de foice no escuro. A máquina é importante, pois o erário banca quem nela está, mas o manejo indisposto da manivela pode bater a patrol no muro.
      Não me diga sobre prefeitos: já fui, por duas vezes e conheço a neurologia de todos. A conta só fecha quando a jiripoca pia e a onça bebe água e isso ainda não está ensaiado.

      Excluir
  10. INVESTINDO EM CUSTEIO

    Meu caro Parsifal

    Acho que existe algo que pode justificar tal percentual em investimento, justificativa esta é a outra maneira do governo gastar o conteúdo do cofre, “Custeio”!

    Agora se houver uma explicação ao menos razoável para o volume financeiro repassado, por exemplo, para as “OS” que administram os hospitais a falta de investimento estaria justificada pelo custeio, mas como não existe fica tal desculpa aleijada.

    Claro que todos sabem, não houve investimento porque os recursos foram desperdiçados com custeio ou não executados no valor cobrado ou digamos com preços muito acima dos praticados no mercado!

    Acho que caso alguém do governo fosse perguntado sobre o que ocorreu para esse freio em investimento por parte do Jatene daria a seguinte resposta:

    “Ao se estudar como executar a agenda mínima o governo pautou por primeiro custear o que já existe e investir somente no limite do que pode custear”!

    Tal resposta justifica não a falta de investimento e sim outra coisa tipo a grama plantada em uma escola na cidade de Santarém que foi removida pelo fornecedor, pois o custeio de manutenção seria por conta de São Pedro e não do governo do estado!

    (((MCB)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdade, meu caro MCB, é que o Jatene cansou e não mais administra o Estado desde meados do seu primeiro ano. A sua equipe também cansou e só pensa em aposentadoria, de preferência no teto constitucional.
      Para manejar um estado como o Pará tem que ter disposição.

      Excluir
    2. MCB;

      "morituri te salutant"

      Talvez fosse a maneira como milhares de paraenses condenados a perder a própria vida numa sufocante luta contra os viçosos índices de morbidade e mortalidade devessem saudar o vogernador Simão Jatene.

      Simão Jatene criou na saúde pública do Pará uma espécie de "apartheid orçamentário"; (1) virando as costas para importantíssimas patologias endêmicas e degenerativas, que colocam o Brasil e o Pará no topo do ranking mundial; (2) deixando que a cura do câncer seja possível pela sorte (ou milagre) da remição de neoplasias agressivas com esquemas de tratamento tão escassos quanto obsoletos; (3) ignorando que muitos dos pacientes que não morreram no H.Metropolitano, estão condenados a viverem presos a graves deficiencias físicas e congnitivas, pela ausência de serviços específicos de recuperação da consciência e dos movimentos. E o que dizer (4) da saúde mental? O que foi feito? O jovem que assassinou a advogada na semana passada é um paciente de transtornos mentais.

      O governo ocupa milhares de inserções midiáticas em horário nobre para propagandear as suas obras na saúde pública, como se não houvesse risco dos tele-expectadores descobrirem que existem feitos que depõem contra outros feitos. A Nova Santa Casa é um caso típico de demanda que se expandiu após a intensiva propaganda da oferta de serviços. Tal como uma bola de neve, assim é o contingente de gestantes de várias partes (que não tiveram seus problemas sociais remediados, e/ou não receberam uma moderna e satisfatória assistência do pré-natal lá fora) que buscam realizar seus partos numa "ilha de primeiro mundo"; um fluxo que faz com que se tornem insuficientes os leitos das UTIs e UCIS neonatais. Recentemente, até mesmo o Banco de Leite Humano, gritou por SOS na mídia depois que uma "avalanche de novos clientes" provocou retiradas em quantidades geometricamente superiores aos depósitos regulares. A propaganda oficial gerou na Nova Santa Casa um "baby-boom", que provavelmente tem despertado reuniões de emergência que (segundo alguns dizem) estudam a possibilidade de intervenções nos espaços abandonados do prédio centenário, para realocar o excedente da demanda que já não se acomoda no prédio com 7 meses de inaugurado. É a saúde sem nenhum planejamento. A pergunta impertinente é: depois da eleição vão voltar a fechar os portões?

      Excluir
    3. Meu Caro

      Você tem razão, tal atendimento na Nova Santa Casa vai além do razoável em termos de desperdício de recursos, note que para autorizar uma simples visita existem: um balcão com cinco atendentes distribuindo crachás e na única roleta da entrada distante meio metro do balcão ( a outra é destinada a saída) mais três para liberar o uso do crachá que acabou de ser entregue!

      Bem se bastaria começar o atendimento uma hora antes da visita com um único funcionário distribuindo crachás com código de barra para executar tal serviço, qual o motivo de pagarem oito empregados em um local destinado a cuidar da saúde que não distribuem um único comprimido para realizarem o trabalho de um?

      Resposta: Para justificar um “Custeio” com valor absurdo!

      (((MCB)))

      Excluir
    4. MCB;

      Eram 2100 funcionários; hoje são 3500 mais alguns emprestados temporariamente do H. Abelardo em Icoaraci.

      Excluir
  11. Com esse jeito anêmico de governar, o Cara ainda quer se reeleger?! Putz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior é que os outros candidatos são tão fracos que ele vai conseguir. Triste para nosso estado.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.