21/02/2014

Operação de busca e apreensão na Regional da Sespa em Santarém

O Ministério Público do Estado (MPE-PA) realizou hoje (21) pela manhã uma extensa operação de busca e apreensão nos prédios da Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), em Santarém, onde foram apreendidos documentos e computadores.

Shot001

A operação, autorizada judicialmente pela 6ª Vara Criminal de Santarém e apoiada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas (Graeco), visa combater o crime organizado no município, “entre eles suspeitas de corrupção e improbidade administrativa” ocorridas na Regional da Sespa de Santarám entre fevereiro de 2011 a novembro de 2013.

Suspeitas de fraudes e existência de funcionários fantasmas na Regional de Santarém já geraram uma ação civil pública contra duas diretoras da Sespa naquele município.

Se o fio da meada não for arrebentado antes, é claro que o novelo vai terminar na administração central da Sespa em Belém. 

Será que vão aplicar no caso a tal “Teoria do Domínio do Fato”?

12 comentários:

  1. A teoria do domínio do fato só vale para petistas e simpatizantes. Pode relaxar, no STF acaba

    ResponderExcluir
  2. O governo está terminando e o MP começou a trabalhar na gestão dos técnicos honestos. Era Para paid'egua

    ResponderExcluir
  3. Parsifal;

    Não sem razão foi descoberto na Santa Casa um desvio de quase 40% nos valores da GDI e que vinham sendo destinados a despesas com pessoal (será que vivo ou fantasma ?). A Eunice Begot passou três anos retendo essa quantia. Saber exatamente o valor eu não sei, mas imagino que se tomarmos como média o desvio-per-capita de -350 reais (nível médio) e - 700 reais (nível superior); 2/3 de um lado e 1/3 de outro; então acharemos - 466,66 reais p. cabeça X 3 mil = um pouco menos de R$ 1.400.000,00. Um bom dinheiro cuja sangria só foi estancada no final do governo retornou às mãos dos servidores.

    E tem mais. Todo santo mês a presidência da Santa Casa publica edital interno dando conta de que "por causa de erros na SEAD ou no processamento de dados", vários servidores deixaram de rceber os seus plantões. Receber essas quantias atrasadas é uma novela sem data certa para ser concluída. Será que esses erros não estão sendo propositais e equacionados entre lotes de servidores, para não provocar indignação coletiva?

    Pergunto: Quando e como será devolvido este dinheiro da GDI surrupiado da conta dos servidores da Santa Casa? Sabe-se muito bem que o governador Simão Jatene não paga dívidas do estado com servidores.

    ResponderExcluir
  4. Deputado, e verdade que o a Ivaldo se lançou candidato a governador ontem?, e que o Chico da pesca que ser vice do helder pelo pros,? Tem fundamento isso?

    ResponderExcluir
  5. Se baixar por aqui vai ter gente algemada. Tem uma crente que faz "pagamento" aos hospitais que é uma belezura. hahahaha O jabá é enoooooooorme.

    ResponderExcluir
  6. Égua, esse governo do Jatene, é só roubalheira.

    ResponderExcluir
  7. Quando o GAECO vai baixar na SEDUC?

    ResponderExcluir

  8. Como explicar que o hospital Porto Dias (porteira fechada) vai custar ao município de Belém 90 milhões, e o novo bloco da Santa Casa custou 170 milhões? É necessário que se faça uma auditoria nessa obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Auditoria!? hahahahahahahahahahaha

      Excluir
  9. Dep., se sabe que a direção de regional é de um deputado e esse dep., tem uma fome de leão, sei que o Dr. Azevedo é homem serio que vai aprofundar essa investigação pode espera tem dep. que vai se vê em bundas, abraço, 15 pra governador.

    ResponderExcluir
  10. Liberados para roubar. Como não existe fiscalização, os gestores estão aproveitando, pois todos, inclusive eles, acreditam que o pescador não se reelegerá. É rezar pra ver se sobra alguma coisa. Que a Santinha nos proteja.

    ResponderExcluir
  11. A roubalheira na sespa é tremenda.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.