19/12/2013

Papai Noel Iasep

O Instituto de Assistência dos Servidores do Pará (IASEP), que segundo os prestadores de serviços e usuários atrasa os pagamentos em até 3 meses e paga valores irrisórios às unidades credenciadas, o que remete ao descredenciamento pelos prestadores, ao que indica privilegia a atividade meio em prejuízo da sua finalidade única: atender o servidor.

É o que reporta a coluna do jornalista Guilherme Augusto, no “Diário do Pará”, edição de 18.12.2013:

Shot013

19 comentários:

  1. IASEP, DETRAN, TCM, TCE, entre outros são agraciados com esses encantadores abonos. Tem o "pato do círio", o "ovo da páscoa", o "peru de Natal" e como a criatividade dos nossos gestores é infinita pode existir muito mais.

    ResponderExcluir
  2. Em Tucuruí, a IMIMI não atende mais por falta de pagamento e o Hospital Santa Angelica cobra uma quantia por fora para realizar consultas. O desconto no contracheque continua religiosamente. O Iasep é uma vergonha.

    ResponderExcluir
  3. Na quitanda do DETRAN, que arrecada pencas de dinheiro, o Diretor Geral, que ainda não disse pra que veio, ao invés de conceder o abono de Círio de R$ 300 ao servidores deu uma banana e para o natal vai dar manga pra chuparem.

    ResponderExcluir
  4. Médicos ainda credenciados pelo IASEP estão cobrando por fora pelos procedimentos, já que os valores pagos pelo instituto são risíveis,

    ResponderExcluir
  5. Guilherme;

    O governador Simão Jatene paga o 'vale-refeição' para uns, o 'vale-farinha' para outros, e para a saúde pública o 'vale-tempero'.

    ResponderExcluir
  6. Existe um efeito psicológico, não palpável, na concessão desses abonos. Ranzinza a crítica do Guilherme Augusto, como ranzinza foi a reprodução dela neste blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é inquestionável que há um efeito psicológico altamente salutar para os que recebem os abonos. Mas, ranzinzas mesmo são os milhares de servidores públicos que reclamam por ter que esperar até 3 meses para marcar uma consulta e os credenciados, que querem receber em dias por elas, e ainda querem aumentar os valores.
      Deve ser porque eles não recebem pato no círio e peru no natal.

      Excluir
    2. E você acha que a subtração do peru do Natal ou do pato do Círio vai regularizar as consultas dos servidores ou o pagamento em dia dos fornecedores? Será esse milionário abono que emperra o IASEP? Mil vezes NÃO.

      Excluir
    3. Não, não acho, mas é que a supressão desses privilégios, também tem um efeito psicológico "não palpável" no servidor que paga o pato do Círio e o peru do Natal.
      Ele não vai achar que a festa com o dinheiro dele resolveria o problema do instituto, mas, com certeza, a austeridade e o zelo com o desconto que lhe fazem no contracheque, o deixaria pensar que quem maneja o erário tem respeito a ele.
      Mas isso é assim mesmo. O meu pai dizia que quem atira com pólvora alheia não toma chegada. E eu completo que ainda tem gente que elogia o tiro, mesmo em alvo errado.

      Excluir
    4. Penso que os alvos errados são o pato e o peru. A falta de zelo com o erário passa longe dessas simpáticas aves. No IASEP, as aves de rapina é que precisam ser abatidas, mas, não há dúvida, essas não estão no alvo do Governo do Estado.

      Excluir
  7. Ricardo o algoz19/12/2013 20:08

    É simples, o presidente do IASEP é irmão do presidente da ALEPA, sabe quando o blogueiro aí vai falar na TRIBUNA, nunca! O MENSALÃO existe na ALEPA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você continua mal educado, desinformado e anônimo, onde é facílimo falar o que não consegue provar.
      A primeira reclamação que chegou ao blog sobre o IASEP foi lida por mim na Tribuna da Alepa, pedindo providências.
      Peque a sua carteira de identidade, um comprovante de residência, junte os indícios e vá até o Ministério Público denunciar que existe mensalão na Alepa. Dizer isso aqui, anonimamente, não passa de recalque atrás da moita.

      Excluir
  8. em itaituba não é diferente. preciso fazer meus exames e os laborat´rios fazem só em parte. outros tem que se particular. médicos, somente clinicos gerais e são poucos que atendem. o iasep em itaituba é também uma vergonha. seeerá que temos que ir pra belém pra sermos atendidos? e a passagem que é um absurdo! é preciso que o governo tome vergonha na cara e faça valer os nossos direitos.nós funcionários pagamos esse planos de saúde que não está nos atendendo com dignidade. indignada!

    ResponderExcluir
  9. Para os domingos ele concede o "vale pipoca".

    ResponderExcluir
  10. Não se esqueçam o Presidente e irmão do Presidente da ALEPA dep. marcio miranda o que se intitula arrojado e competente n° 25.123, é mineiro e não está nem ai para o povo do pará, mais ele pode esperar o dossiê vai rola !!!! em dom eliseu, castanhal, magalhaes barata, inhangapi, sao miguel, santa maria, capanema, santa luzia, e outros da região do nordeste, velho ditado, com ferro feriste com ferro serás ferido,quem bate ~esquece quem apanha jamais, um grande abraço a todos e até a eleição 2014, é 15 neles !!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Enquanto isso o SINDIPOL aceita as promessas até 2017 do jatene. E comemora uma gratificação que já existia.

    ResponderExcluir
  12. È uma vergonha, vergonha mesmo é daqueles que voltaram para a volta do Jatene, CHEGA MEU! Que o PSDB ponha outro no lugar dele! Ou então........adeus Governo.

    ResponderExcluir
  13. Deputado, procure se informar: TODOS os planos de saúde pagam 3 meses depois da consulta. Se o senhor, o Diário do Pará e o PMDB querem falar mal do governo, é um direito de vocês, mas não engane ninguém. Seja Justo no que fala no seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você tem as informações infome-nos. O justo está sendo feito: todas as críticas, e defesas - como a sua - estão sendo postadas. Não se está "falando mal" de ninguém: estão sendo feitas críticas e manifestando opiniões. Isso tem um nome: democracia.
      Se o Iasep desejar dar a sua versão e manifestar as suas explicações, que se digne a envia-las ao blog que, como justo, e obrigatório, será publicado.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.