09/12/2013

De Sabá Branco para Joaquim Passarinho

Sebastião Rodrigues, vulgo Sabá Branco, morador da “Estrada Pedro Ferreira”, no município de Muaná, no Marajó, faz comentário na postagem “Tucanos alvoroçados”, denunciando que a obra de asfaltamento da dita via, com festas anunciada pelo Governo do Estado, em agosto de 2012, cuja placa da obra previa a conclusão dos serviços em 150 dias, até a presente data, mais de um ano depois, não terminou.

A obra está parada, o que foi feito está perdido, e segundo Sabá Branco, “o dinheiro todo já foi pago para a empresa”, o que necessita ser averiguado.

Abaixo a placa que anunciou a obra, no valor de R$ 1,2 milhão, com conclusão em 150 dias:

Shot001

A placa contém dois erros graves:

1. O prazo não era de 150 dias.
2. O imposto que você paga não está lá.

Meu amigo Joaquim Passarinho, secretário de Obras do Estado, por favor, arrefeça a dor do Sabá Branco…

8 comentários:

  1. Parsifal;

    Só dá para repetir o Rômulo Maiorana quando escrevia na coluna dele: It's the end of the picade (uma licença gramatical para uma ironia intertextual). Eu diria que esta placa é uma síntese de todas as frustações da sociedade com esse falastrão que o Almir Gabriel rotulou de 'grande técnico' e vendeu para os paraenses.

    ResponderExcluir
  2. Parsifal, de fato, há dois erros graves, um é que o prazo não era de 150 dias, o segundo seria o inicio da data da obra que não existe na placa. Quanto à frase o imposto que você paga está aqui, nenhum reparo a fazer, pois, de fato, todo os nossos impostos estão indo para publicidade, obra que é bom, nada! Portanto, o imposto vai para a placa, não para a obra em si, infelizmente. Joaquim Passarinho, olhai por nóis!

    ResponderExcluir
  3. Enquanto isso... o "grande técnico" faz turismo no emirado árabe do Catar. Conhecendo as belezas de Doha.

    ResponderExcluir
  4. Parsifal o erro maior é que o prazo é de 150 dias, não tem o início da obra, então pela placa não temos como contar os 15o dias, a partir de quando? Aliás essa é a prática desse governo veja a placa da Funtelpa na Pariquis entre 9 de janeiro e 3 de maio, é a mesma coisa, não tem o inicio da obra!

    ResponderExcluir
  5. Meu Deputado

    Isso que esta sendo denunciado não é novidade, se alguém tiver o cuidado de olhar no diário oficial do estado as datas das ordens de inicio ou solicitar o cronograma físico e financeiro o governado sai do governo antes de terminar o ano e olhe que já estamos em dezembro.

    Como sempre o que falta é coragem do seu partido, do PT e do Psol de mandar pedir os documentos na secretaria e chamar o Passarinho para explicar não só esse mas todos os ocorridos semelhantes e eu garanto que existem muitos dificilmente isso é um caso isolado.

    Alias basta um dos deputados pedir a um correligionário de Muaná para checar e mandar fotos por email!

    Ai eu vou assistir o circo realmente pegar fogo!

    Mas eu tenho certeza que nada será feito e vai continuar as pessoas reclamando que tal o Helder ou o Paulo Rocha fazer uma visita cortesia ao município?

    ((((MCB))))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro MCB, casos como esse já foram objeto de pedido de providências ao TCE, que alega não poder auditar obras previamente à prestação de contas, o que é absurdo, pois o TCU o faz, e o deputado Chicão, de posse de várias situações similares, devidamente documentas, já fez as denúncias da tribuna da Alepa.
      O fato é que o governo tem maioria na Casa e as instituições estão devidamente anestesiadas pelo Governo. Isso é típico do PSDB: os petistas, quando no poder, aparelham o governo; os tucanos, quando no poder, aparelham o Estado.

      Excluir
  6. Joaquim Passarinho12/12/2013 14:26

    Amigo Parsifal,
    Como você sabe, as obras somente são pagas por medição. Não escolhemos as empresas que vencem as licitações. Realmente, as obras estão atrasadas. Já estive pessoalmente em Muaná verificando. Já estabelecemos prazo para a empresa terminar o serviço, se não ocorrer, faremos outra licitação para concluir com valor restante do contrato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joaquim,

      Obrigado pela intervenção. Amanhã, às 07h30m, a sua resposta será postada no Front.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.