12/11/2013

Desperdício e necessidade

Shot006

Enquanto o Governo gasta R$ 780 mil com patrocínios dispensáveis, o Ministério Público obriga-se a impetrar ações judiciais para que o sistema de saúde estadual trate pacientes com câncer e lhes supra medicamentos.

O Pará é um Estado no qual as prioridades estão de ponta-cabeça.

4 comentários:

  1. O Parauapebas é um município no qual as prioridades estão de ponta-cabeça.... assim como foi dito. Mais decorrido as varias denuncias graves a esta cidade, um dia teremos algum parlamentar que atente por tudo o que está acontecendo aqui pela cidade do Minério. Até as eleições do ano que vem.....

    ResponderExcluir
  2. Dep. Parsifal Por que vc emudeceu quando o MP agiu energicamente barrando o contrato de $2.700.000,00 do gov do estado com a ORM AIR?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O assunto foi tratado aqui, em duas postagens.

      Excluir
  3. E ainda tem aquela arrumação caça-níquel chamada "Terrua Pará". Panelinha de artistas e bajuladores do PSDB, comandada pelo arrecadador de recursos de publicidade dos órgão do governo, Ney Messias. É grana a rodo injetada nesse esquema. E a Fafá frequentemente é vista, toda serelepe, no meio de$$a trupe.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.