26/10/2013

Jader janta com Dilma e inicia a montagem do tabuleiro político da base aliada no Pará

Shot004

O Palácio da Alvorada, onde a presidente Dilma Rousseff não costuma receber políticos, e muito menos falar pelo PT, tema reservado ao ex-presidente Lula, foi palco de um jantar na quarta-feira (23).

> Os convidados

À mesa, a presidente Dilma, o vice-presidente Michel Temer (PMDB), o senador Jader Barbalho (PMDB-PA), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

O convite ao senador Jader Barbalho foi feito diretamente pela presidente Dilma.

> O prato principal

A peça de resistência do jantar foi a política paraense e nacional: a presidente, aconselhada politicamente por Lula, prepara o seu palanque nos estados, e começou as conversas pelo Pará, onde se alinhava uma aliança PMDB-PT já em 1° turno.

A proposição estudada seria a vaga de candidatura ao governo para o PMDB, que tem como pré-candidato Helder Barbalho, e a vaga do Senado a Paulo Rocha, que embora sem mandato, é um dos principais articuladores políticos na relação do Planalto com a base aliada do Governo Federal no Pará.

Como já se manifestou o ex-presidente Lula, em um encontro, em dezembro de 2012, e em conversas telefônicas com o senador Jader Barbalho, a presidente Dilma se mostrou simpática à coligação referida, pois isso facilitaria para ela um único palanque no Pará.

> Mercadante, o simpático

Segundo Barbalho, o ministro Mercadante, inexplicavelmente, e contrariando todas as opiniões a respeito, estava um poço de simpatias, e estabeleceu linha direta com o senador paraense para encaminhar as questões da sua pasta no Pará.

Pelo visto, todas as delegações políticas e deferências ministeriais que a presidente tem deferido a Mercadante, apontam que ela passou a ter no ministro da Educação, desde o “Levante de Junho”, uma espécie de coringa no governo, e a sua influência é cada vez mais notada pelo Congresso.

31 comentários:

  1. Falta só o STF dar uma rasteira no Paulo Rocha e o Lula ou a Dilma(mercadante) ir ao território pedir votos pro Ali Barbalinho, pois pelo que ví no Interlan, tá dificil a turma ir ao Sol pedir pra quem os traiu e muito menos tem proposta pra eles. pmdb só vai levar os minutos de TV do PT e mais nada: nem militancia;nem programa de governo; muito menos vai lhe ter como o principal ator da eleição deste que adora tratar os outros a pão e água,como fez em Ananindeua. Mandem lá os que tão naquela foto do"Ouvindo o Pará" ou seria melhor "Vamos conversar !" rs. são eles os que tem voto e eles tem que derramar dinheiro pois senão,tá cruel. e aproveita e põe os martins de Santarém na vice,que ai vcs vão tá eleitos em primeiro turno,com o caixa forte lá de belo Monte,ao qual o nada Juvenil,está montado na grana. tá eita a chapa. ai o povo do PT elege marinor Senadora e se exime deste pleito. ai quero ver rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que o tradutor do Google consegue dar sentido a este texto?

      Excluir
    2. O camarada é mais do que cartomante que sabe tudo o que está acontecendo e ainda o que estar por acontecer. A minha indagação,- por que, tanta preocupação com o Jader, que apenas jantou com a presidenta?

      Excluir
    3. Não amigo, o Jader somente jantou com a Dilma, entretanto um jantar do Jader com a primeira mandatária do país traz resoluções. O Jader é o maior político deste Estado.
      Esse pessoal que reclama como o texto inicial do comentário é de um pessoal que esqueceu de sair do PT quando criaram o PSOL.

      Excluir
    4. 16:24 disse tudo!! se alguem quiser idealismo(talvez) vá pro psol pra rede etc pq no pt...só $$$$$

      Excluir
  2. Conclusões do jantar: A Dilma, Lula e do PT, estão pouco se lixando para o povo do Pará, assim tanto faz apoiar quem quer que seja para o governo do estado. O que eles querem mesmo é o Paulo Rocha, agindo no modus operandi do Genoíno, Dirceu e outros mensaleiros, no Congresso Nacional. É por isso que, inicialmente, vou de Eduardo Campos! Mas alertando se este vier apoiar o Ademir Andrade também perde meu voto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá de Eduardo Campos, mas primeiro informe ao Zenaldo e a turma de Paragominas a sua nobre intenção. O Ademir já se transformou em apenas um porteiro do partido

      Excluir
    2. Não foi propriamente um jantar, Foi apenas o saboreio de um couvert, o verdadeiro jantar será degustado em outubro de 2014. Manda quem pode obedece que tem juízo.

      Excluir
    3. Vc vai inicialmente de Eduardo Campos. E depois?

      Excluir
    4. Pelo texto esse novato apoiador de Eduardo Campos é correligionário da turma do Zenaldo.

      Excluir
    5. Como ninguém acredita mais nos "S" do Zenaldo. Ele para disfarçar vai continuar com o Dudu, mas o lá de Pernambuco. De tucano o Zeraldo está virando camaleão para tentar enganar mais uma vez os eleitores paraenses.

      Excluir
    6. só um jantar?? se a PF soubesse prendia todo mundo por formação de quadrilha!! :P

      Excluir
  3. Paulo Rocha é um oportunista que não tem qualquer pudor em se aliar a adversários até mesmo adversários do próprio PT se isso for de sua conveniência.
    Um exemplo disso é Tucuruí onde o Paulo Rocha blinda o Prefeito Sancler (PPS) junto ao Governo Federal e órgãos fiscalizadores, mesmo sendo o prefeito de Tucuruí um adversário ferrenho do PT em nível Municipal, Estadual e Federal.
    Não se pode de forma alguma confiar em acordos feitos com um político deste, se ele não respeita os seus próprios "companheiros" porque respeitaria e cumpriria acordos com o PMDB ou com qualquer outro?
    Devolver um mandato político ainda mais para o Senado a este cidadão, é um retrocesso na política no Pará e um prejuízo incalculável para a nossa população.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, a regra é não chutar cachorro morto. O prefeito está tão enrolado com processos judiciais, que não merece nem mais a alcunha de político. Ele conseguiu o impossível de se enforcar com a própria gravata.

      Excluir
  4. Paulo Rocha é inelegível, não sei quem é que colocou na cabeça dele que ele pode disputar eleição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. alguém que pese mais que tu, anônimo das 13:23

      Excluir
    2. Anonimo das 16:29, tu és PT ou PMDB?

      Excluir
    3. Só espero que na minha cabeça não coloques nada.

      Excluir
  5. Ronaldo Gomes26/10/2013 16:21

    Dep. a sua candidatura para federal está mantida? Posso ter a honra de caminhar essa caminhada contigo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ronaldo,

      A única certeza que tenho é que não mais serei candidato a deputado estadual. Considero ser candidato a deputado federal sim.

      Excluir
  6. alo lideranças, de outros partidos acorde naõ e possivel, que vamos ter que escolher essa cambada de larapios pra continuar o desmando deste estado,chega de PMDB E PT X PSDB.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alô, Alô, Alô. Vc está igual a Voz do Brasil ninguém te escuta. Ou então a linha está ocupada. Pu, pu, pu, pu...

      Excluir
  7. Francisco Marcio26/10/2013 23:39

    Deputado pedindo vênia, pois o meu QI está muito abaixo do seu ( > 150 ), quando sua Excelência fala: " onde se alinhava uma aliança no primeiro turno"... O alinhamento deixou de ser costurado? Ou já está tudo dominado"
    Mudando de assunto. Essa pesquisa postada no blog, será que tem o mesmo potencial de acerto como aquela que o jornal Diário divulgou dando o Priante como eleito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se trata de QI, mas de verbo. No caso, "alinhava" é do verbo alinhavar e não do verbo alinhar.
      Quanto a pesquisa, só saberemos em outubro de 2014.

      Excluir
    2. Pesquisa válida para o anônimo número 7 é somente aquela que ele ainda acredita, mas que a maioria não. Felizmente pode sonhar, sonhe à vontade, uma vez que para quem sonha o governo do lorota, não cobra taxas. Se cobrasse com certeza elas seriam desviadas.

      Excluir
  8. PMDB/PT UMA FAMILIA MUITO UNIDA, MAS TAMBÉM MUITO OURIÇADA!

    Meu caro Parsifal

    Devemos lembrar que não foi só o Jader que foi convidado para resolver palanque único, o paraense Eduardo Braga hoje senador do PMDB pelo estado do Amazonas também estava presente, o encontro foi para saber quem era I e quem era pingo e assim colocá-los nos seus devidos lugares na região norte!

    A união do PT com o PMDB aqui no Para foi uma das questões mais fáceis de serem resolvida em termos de parceria, existe uma preocupação a nível nacional na união PT/PMDB que mostra problemas intransponíveis, existe alguns grupos em articulação para realizarem um pré convenção em março para lá contestarem a aliança, tal movimento teve inicio após a saída do Fernando Bezerra e a indicação pelo PMDB do senador Vital Rego da Paraíba para seu lugar.

    Dificuldade tem a presidente em resolver união PT/PMDB nos estados do Maranhão, Rio de Janeiro, Ceara e Bahia ,esses são estados onde existe um fortíssimo espaço na composição dos convencionais que poderão melar tal união!

    Na Bahia não existe a mínima possibilidade de algum acordo, nem se o PT quiser apoiar o PMDB para as vagas de governo e senado, a voz que comanda o PMDB baiano já declarou “ Minha única meta para 2014 é derrotar o PT aqui no estado” resta saber se o palanque vai para Eduardo/Marina ou Aécio!

    No Ceara o PMDB também não esta morrendo de amores pela aliança, Eunicio Oliveira sabe que lá seja qual for o posicionamento do PT haverá traição, se optar pelo PMDB não entrara de cabeça para não trair os Gomes que largaram o PSD e migraram para o PROS por sua causa, lá existe uma única solução unir os irmãos ao Eunicio, porque o próprio PT local leia-se Luiziane Lins abriu mão de ser candidata, mas não aceita palanque duplo, agora quem será cabeça e quem será o rabo, só quem sabe é uma indicação para um ministério!

    No Rio onde Cabral foi forte na eleição da Dilma hoje é fraco como governador , o Lindberg é uma estrela saída da UNE é cardeal na nova geração do PT , mas Cabral é capaz de tudo até prejudicar a aliança como o Geddel vai fazer na Bahia , lá só restara a moeda palanque duplo com um pacto de não agressão e apoio mutuo no caso de segundo turno caso só um passe caso contrario Dilma teria que evitar o estado por não ter palanque embora ficasse com todos os votos que não fossem brancos ou nulos!

    No Maranhão é perder o anel mas salvar o dedo , a governadora planeja renunciar para ser candidata ao senado e lançar seu secretário Luís Fernando ao governo mas o vice é do PT e já disse que não quer uma vaga no TCE nem renuncia e vai para reeleição , Flavio Dino vários pontos acima de qualquer um dos seus possíveis concorrentes é palanque garantido para Dilma, até gente do PMDB já declarou que apóia o Flavio como é o caso do prefeito de Peritoró, ex-padre Jozias , ao romper com Ricardo Murad, lá é samba do crioulo doido Dilma tem votos dos dois lados mas o PT local não quer deixar ela receber pessoalmente!

    Dava para colocar mais dificuldade na aliança PT/PMDB como no caso do Paraná onde Dilma quer que o PMDB lance Roberto Requião candidato para ajudar a Gleisi Hoffmann, como em Alagoas onde se o Renan optar por lançar o filho o PT muda para o palanque do candidato do PP ao governo, senador Benedito de Lira. O local político onde quero chegar é a Dilma começou a resolver os atritos para ficarem poucos para 2014 que no Pará a Inês não se faz de morta ela já está morta resta saber se será cremada ou enterrada, dado que as condições seladas foram da forma típica do Jader , “em alcova” mas pela resposta dada pelo Temer quando perguntado sobre o que ocorreu no jantar. “ O jantar foi ótimo: teve filé de linguado e filé de carne”! Então para ambos os lados só sabemos que foi só filé!

    ((((MCB))))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caríssimo, só faltou citar a fonte desse seu texto!!!!! Acrddito que seja do Jornal do Brasil. Mas veja lá!

      Excluir
  9. deputado posso ate votar no senhor pra federal.pela sua dignidade que acompanho. nada contra helder barbalho, mais o sr. sabe tal pai tal filho, quem vai mandar e fazer politicagem é jader babalho. nós paraenses estamos saturado de sujeira deste paraense que usa o poder da midia para impor seu poder politico. abraco conte comigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez vc prefira ficar sob poder da outra mídia ou então dela faça parte. Apenas um lobinho querendo se disfarçar de cordeirinho.

      Excluir
    2. Aoooonde... Dr. Jader nem dava palpite em ananindeua! Helder tem personalidade! Pra falar a verdade, Dona Elcione exerce muito mais influencia no garoto que o pai!

      Excluir
  10. Se vocês quiserem realmente saber o que está acontecendo nas entranhas da política do Pará e das reais intenções do nosso "honestíssimo" Senador "Pé Preto" Barbalho, não deixe de ler o último número do Jornal Pessoal do jornalista Lúcio Flávio Pinto. Está imperdível!!!

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.