29/10/2013

À beira de um ataque de nervos

O senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à presidência da República, tem recebido críticas internas pela inabilidade em tratar o ex-governador de São Paulo, José Serra, que aparece melhor posicionado para a disputa em todas as pesquisas já publicadas até agora.

Shot014

Aécio retruca que Serra tem recall estocado de duas campanhas presidenciais e que ele, Aécio, tem maiores chances de crescimento. Resmunga, Aécio, quando ouve as críticas, que os líderes tucanos deveriam portar maior alinhamento com a sua campanha, enquadrando Serra.

Alguém enquadra o Serra?

José Serra, ao ver que tem maior potencial que Aécio, segue sendo José Serra: sabota-lhe a pré-campanha e justifica-se no comportamento desrespeitoso do pré-candidato, que faz agenda política em São Paulo, sem convidá-lo.

A gota d´água para Serra foi Aécio ter ido a Vila Olímpia, bairro classe A de São Paulo, onde Serra sempre teve boa votação, sem convidá-lo. Para forrar a discórdia, Serra programou uma visita solo no bairro, depois de Aécio ter passado por lá.

Eis uma das vantagens do PT nessa fogueira de vaidades: enquanto o PSB e o PSDB têm como pré-candidatos políticos que têm menores intenções de votos que os reservas de luxo, o PT tem uma única candidata cujas intenções de votos superam os dos demais pretendentes ao Palácio do Planalto.

Um comentário:

  1. Não entendo por que o melhor governador mineiro não se une com o melhor governador pernambucano de todos os tempos ou melhor nunca antes visto neste país.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.