09/08/2013

Propinoduto Tucano: processos na Alemanha e na Suíça subsidiam investigações brasileiras

propi

Sabe-se agora que tanto a Alemanha quanto a Suíça vêm, há dez anos, investigando o “Propinoduto Tucano” em S. Paulo. Na Alemanha, a Siemens foi condenada a multa de aproximadamente 1 bilhão de euros e à devolução aos erários dos países onde a empresa pagou propina.

> Suíça

Na Suíça, a Alstom confessou à justiça que “destinou mais de US$ 20 milhões (R$ 45,5 milhões) para pagamento de propinas aos governos do PSDB em São Paulo além de ter colaborado com Caixa 2 de partidos políticos diversos.

Shot003

De um grupo de 10 funcionários dos governos tucanos em S. Paulo que foram declinados pela Alstom à justiça suíça, dois já vazaram até o Brasil e ambos são de tucanos de alta plumagem: os ex-secretários Jorge Fagali Neto e Andrea Matarazzo, ambos já indiciados pela Polícia Federal.

> Mais atrás

O nome de Jorge Fagali Neto pode significar que o esquema de propinas no transporte metropolitano pode recuar para antes do governo Covas e ir buscar o governo Fleury (PMDB), pois Fagali, antes de debandar voo para o ninho tucano, foi secretário de Transportes Metropolitanos na gestão Fleury (1994).

> José Serra

Entre 2007 a 2010, o irmão de Jorge Fagali, José Fagali, foi presidente do Metrô paulista, nomeado pelo então governador José Serra (PSDB). O nome de Serra aparece no relatório da Siemens para a justiça alemã, como tendo sido ele, como governador, quem determinou o acerto do cartel durante o seu mandato. Serra nega a acusação e diz que nunca participou de tal reunião.

> Geraldo Alckmin

No processo da Siemens na Alemanha, a empresa declarou que pagou, no Brasil R$ 24,4 milhões de propina (o restante foi depositado em paraísos fiscais). A empresa também afirmou que o “governo de São Paulo deu aval ao cartel no metrô”. Sendo que o “Caso Siemens” diz respeito ao mandato do atual governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Ainda, segundo declarações da Siemens no processo na Alemanha, as propinas teriam chegado a R$ 577 milhões e que esse valor foi acrescido nas planilhas dos trens fornecidos pela empresa.

> Septicemia generalizada

Shot004

Segundo a “Folha”, na Justiça de Berna, na Suíça, há outro processo que contém "evidências claras de suborno e até uma tabela oficial de propina no Brasil”. Nesse processo, o rabo torce a porca rumo ao tucanato e pode envolver a bi presidência de FHC: a Alstom confessa propinas em “diversos projetos de energia no Brasil, envolvendo Furnas, Eletropaulo, a Usina de Itá e outros empreendimentos”.

E nós achávamos que o mensalão tinha sido o máximo a que os políticos poderiam chegar...

28 comentários:

  1. A foto do chefinho tá bonita no canto direito. Valeu a pena puxar o saco do senador na eleicao da da ex-deputáda Ann Pontes. Lembro-me de que na Doca, cada esquina tinha um pobre coitado, hoje desempregado, segurando uma bandeira da Ann Pontes.

    ResponderExcluir
  2. a tua cruzada pra destruir o psdb podes voltar contra ti. lembre te da missaõ que te foi confiada plo povo do nosso estado,porem tu na mais subserviencia ao maior corrupto politico do brasil , tapa o olho e joga a pedra,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há algum equívoco na tua lavra. A “cruzada” não é minha: é da Siemens, Alstom, Justiça Alemã, Justiça Suíça, Polícia Federal, Ministério Público Federal, a imprensa alemã, a imprensa suíça e a grande imprensa nacional (todos os parágrafos do texto estão erigidos com uma, ou umas, dessas fontes).
      Absolutamente nada poderá virar contra mim, pois eu sou absolutamente nada no meio disso tudo.
      A missão a mim confiada pelo povo do Pará não foi para eu não escrever o que eu quiser, como quiser e quando quiser. Também não fiz compromisso com o povo do Pará para bajular qualquer partido ou agremiação política. Se você leu o texto com atenção notou que um político do PMDB está citado na postagem.
      A fina flor do tucanato nacional é citada em processos na Alemanha e na Suíça, e em investigações na justiça brasileira como protagonistas de desvios que somam R$ 577 milhões (quem diz é a Siemens, a Alstom e as justiças alemãs e suíças) e você dirige a sua mira de maior corrupção para o Pará? Vá ao oftalmologista ou compre uma luneta, direcione-lhe as lentes para o estado de São Paulo, pois lá sim, você verá o maior caso de corrupção já descoberto até hoje na história do Brasil.

      Excluir
    2. É deputado. A tucanada metida a santo é assim mesmo. Quando o senhor senta a pua no PT ou em qualquer outro partido é uma moral danada, mas quando o senhor vai pra cima do PSDB é cruzada e etc e tal.
      Tudo um bando de santo pau oco.

      Excluir
    3. Quem não conhece os tucanos que comprem.

      Excluir
    4. nerville chamberlaim.tambem tinha a sua opiniaõ acreditou nos alemaes e tu sabes no que deu,em sabichaõ.

      Excluir
    5. Quem pensa tem opinião. Você também tem as suas e as está exercendo aqui. E como ainda não se paga imposto para isso, vamos exerce-las.
      Mas não foi apenas o Chamberlain que constatou com amargura o equivoco da sua opinião: a maior parte da Europa bajulava Hitler e defendia uma convivência pacífica com a Alemanha enquanto ele se armava.
      Eu, diferente de Chamberlain, desde o segundo semestre do ano passado, advoguei romper com o PSDB, pois o governo se armava contra o PMDB, para reduzi-lo a um gueto, mais ou menos como Hitler fez com os judeus em Varsóvia.
      Por favor, não entenda que eu estou comparando o governador a Hitler e o PSDB ao Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, mais conhecido como Partido Nazista.

      Excluir
    6. KKKK!! Parsifal, essa tucanada não tira mesmo o zero contigo. Dá uma colher de chá para a turma cara...

      Excluir
    7. Parsifal;

      Simão Jatene está privatizando o metro quadrado mais valioso entre todos os imóveis históricos da saúde pública estadual, e o PMDB , que segundo as suas palavras foi acostado num gueto e depois excluído do poder, permanece silente em relação a este escândalo, sem que ninguém defenda a Santa Casa, o que eu tomo como uma atitude típica de quem saiu da casa do PSDB de costas para a rua, esperando apenas um mínimo gesto do chefe político para voltar a lhe dar apoio. O PMDB esqueceu de como é ser oposição.

      Excluir
    8. Creio que você não assiste as sessões da Alepa. Elas ocorrem de terça às quintas-feiras, de 9 às 14h, de forma ordinária e às sextas são realizadas sessões especiais das 9 às 14H.
      Na semana que passou eu usei a tribuna para denunciar a intenção do governo de privatizar a Santa Casa. Um dia após o meu pronunciamento o governador Simão Jatene foi até a Santa Casa e, em reunião com os funcionários, garantiu que não privatizará a Santa Casa e ela continuará pública, o que gerou, inclusive uma postagem minha aqui no blog.
      Ontem (10) a presidente da Comissão de Saúde da Alepa, deputada Nilma Lima (PMDB) promoveu, com deputados e servidores, uma reunião sobre o assunto e a posição do PMDB é contrária a qualquer tentativa de privatizar a Santa Casa.
      O fato de eu, e o PMDB, serem oposição ao governo, não nos autoriza a dizer que o governador está mentindo ou tentando enganar alguém quando afirmou a sua intenção de não privatizar.
      Eu vivi a minha vida política inteira, 30 anos, na oposição: jamais disputei uma eleição na situação, embora eu morra de vontade, pois é uma beleza.
      Sugiro-lhe apropriar-se do assunto sobre o qual deseja discorrer, antes de tecer críticas sem fundamento.

      Excluir
    9. Parsifal;

      Obrigado pela sua defesa. Em boa hora parece que o PMDB está trazendo à pauta o assunto da defesa da Santa Casa o qual convenhamos, foi inegavelmente prejudicado depois dos ataques feitos em primeira página por vários dias no jornal do maior dirigente do seu partido, ataques estes que você emprestou solidariedade e destaque no seu blog. Mas o que importa é o presente.

      Excluir
    10. Jamais houve ataques à Santa Casa. O que houve foi a denúncia pelo estado em que se encontrava a instituição, o que não se deu por conta dos funcionários, mas por descuido do Estado.

      Excluir
    11. Parsifal;

      No "Diário do Pará" sim houve - inclusive com o expediente de colar na primeira página do jornal uma imagem copiada da internet, de um hospital hondurenho. Na opinião dos leitores do jornal, induzidos pela falsa imagem, qualquer solução seria melhor do que aquela deprimente situação - inclusive a privatização. Quer melhor apoio à privatização do que isso?

      Excluir
    12. Se você entende uma fotografia em um jornal como apoio a privatização, as nossas lógicas de construir conclusões a partir de uma imagem são totalmente diferentes.
      Idem, você não pode falar "pelos leitores" do jornal. No máximo como "um" leitor do jornal, assim como eu.
      Em assim sendo, não podemos deixar o Jatene saber disso, pois aí ele mandaria colocar fotografias horríveis dos piores hospitais da África, diria que são da Santa Casa, e em uma semana "o povo" iria implorar a ele para privatizar a Santa Casa.

      Excluir
    13. Parsifal;

      Mas ele já fez isso antes, não com a Santa Casa e sim com a CELPA. Fizeram tudo para convencer a população de que a CELPA seria melhor quando privatizada, e o resultado está aí; da última vez que o velho transformador entrou em pane na minha rua, levaram mais de 6 horas para virem fazer o remendo.

      A propósito dos leitores do jornal, você tem razão pois eu errei mesmo; as várias pessoas com quem conversei sobre o assunto não foram tolas o suficiente para se deixarem influenciar por um editorial "vale-tudo" e sem responsabilidade com a verdade dos fatos que publica.

      Excluir
    14. Não alimente ilusões de que opinião popular, editorial de jornal, Diário ou Liberal, a sua ou a minha opinião, o que você acha do Diário, o que você acha do PMDB, ou PSDB, a opinião de quem você conversou, vai servir de parâmetro para o governador tomar decisões se privatiza ou não o que ele quiser. No caso da Santa Casa ele sequer precisa autorização da Alepa. Mas, como eu já afirmei, não tenho motivos para taxar a palavra do governador de mentirosa : ele disse publicamente que não o fará.
      É, independente disso, o Diário, e eu, vamos continuar denunciando as mazelas da saúde no Pará, na Santa Casa, ou onde estiver o desmantelamento. Uma foto equivocada em mil verdadeiras, valem as outras 999.

      Excluir
    15. Parsifal;

      Mais uma vez concordo com você, em se tratando de PSDB e Jatene; nem a própria constituição nacional e estadual não devem ser motivo para que alimentemos ilusões; elas falam em admissão de servidores somente através de concurso público, ele diz que é soberano para encher o estado com quantos temporários quiser e a hora que bem entender.

      Se eu fosse fazer um relatório do funcionamento da saúde pública no estado, não iria começar por uma foto de um hospital pobre de Honduras; eu iria acompanhar o governador nas suas visitas ao interior e testemunhar se ele está exigindo dos prefeitos comprometimento com a saúde pública ou com a reeleição dele; talvez assim chegasse a respostas para um desfile diário de ambulâncias do interior do estado trazendo gente com agravos de saúde para a Santa Casa.

      Excluir

  3. Esquema do propinão do PSDB arrecada desde 1998








    As investigações sobre o propinão tucano, denunciada pela Siemens, apontaram que já existiam indícios de esquemas ilegais nos processos de fornecimento de equipamentos em 1998, na gestão do governador Mário Covas (PSDB). Inaugurada em 2002, a licitação da primeira fase da Linha 5 do Metrô, já teria sido alvo do cartel. As obras começaram em 1998. Outra obra iniciada na gestão Covas foi a extensão da Linha 2, que terminou em 2010.




    O Estado de São Paulo é governado pelo PSDB desde 1995. Até 2008 firmou 139 contratos com a Alstom no valor de mais de R$ 5 bilhões




    Em 2008 o Wall Street Journal revelou que a Alstom estava sendo investigada na França e na Suíça por ter pago propinas em vários países.

    Posteriormente a empresa foi investigada e punida em quase todos os países. Menos no Brasil graças à blindagem da Assembleia Legislativa e mídia local. Existem hoje vinte processos no Ministério Público sobre os negócios da Alstom e o PSDB em São Paulo. No entanto, só com muita mobilização da juventude, da população e dos trabalhadores vai ser possível dar um basta nesta bandalheira, recuperar o dinheiro roubado e conseguir a punição dos corruptos e corruptores.


    A roubalheira



    Folha registrou em 2006, em vídeo e cartório, os vencedores de concorrência do Metrô de SP, anunciados semana passada Empresa do governo de SP, comandado pelo PSDB,também em 2006 afirmou que iria investigar o caso. NÃO INVESTIGOU; valor de licitação é de R$ 4 bi A Folha soube seis meses antes da divulgação do resultado quem seriam os vencedores da licitação para concorrência dos lotes de 3 a 8 da linha 5 (Lilás) do metrô.

    ResponderExcluir
  4. Temos a maior hidroeletrica genuinamente brasileira e como a moda e protestar o que falta para baderneiros façam uma passeata protestando por este aumento de 13% na conta de energia eletrica?

    ResponderExcluir
  5. Eu só não entendi quando o PMDB daqui voltou a se unir com os Tucanóides. Pô, esse povo é tucano mas "cobra criada". Em política ninguém é Santo, certo? Hoje estão de ponta e amanhã estão unidos novamente. A "Grobo" também é óóóótima: quando é tucano é Cartel. hahaha e outra: eles não sabiam dessa investigação há dez anos? Grobolorota. kkkkkk

    ResponderExcluir
  6. A Folha e a Globo só ficaram mudas qdo receberam suas partes...

    ResponderExcluir
  7. Ô da 7:30, baderneiro é o governador e prefeito tucano que tu elegestes, que só mostram eficiência pra gastar dinheiro público com propaganda enganosa, sucatear o serviço público e privatizá-lo (lembras da falida da CELPA e a privataria da VALE?). Se não fosse a juventude lutar pelos direitos da população o Jatene já teria vendido o Banpará e a Cosanpa, como tem feito com os hospitais públicos, no caso da Santa Casa. Na verdade queres voltar pra época das trevas da ditadura. Anseias pela a volta do FCH boca de suvaco, do Serra vampiro anêmico ou do playboy pinguço Aécio, que quebraram o Brasil duas vezes. O que o teu governador jatene têm de fazer, se tiver coragem, é reduzir o ICMS no consumo da energia elétrica, que é um assalto e a ALEPA abrir a CPI pra apurar a venda criminosa e falência da CELPA, que foi vendida novamente por R$ 1,00. Eu quero é mais que a rapaziada vá pra rua de detone com esses governos reacionários e corruptos, pois político imoral só trabalha sob pressão popular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem dá aumento na conta de Luz é o PT e não o Governo Estadual. Porque voce não pede para a sua Presidenta guerrilheira acabar tambem com o imposto de renda?

      Excluir
    2. toma um lexotam maluco,si. naõ do vai pirar .o governador ta consertando as mazelas do seu pt,que tve um governo mediucre com a ana baladeira, que ate o nobre parsifal ja afirmou que prefere votar no jatene que vota na ana sem rumo.e o das;12;36

      Excluir
  8. O chamado mensalão petista perto desse aí não chega nem a uma semaninha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a sua lógica é calcular produto de corrupção, refaça as contas. O mensalão somou aproximadamente R$200 milhões. O propinoduto tucano já beira os R$600 milhões.

      Excluir
  9. Jatene consertando o Pará? KKKKKKK. Menos meu caro, menos. Diazepan pra vc.

    ResponderExcluir
  10. Numa disputa política, quem está no poder tende a se defender e quem está na oposição, atacar. Mas o que observo nos comentários jatenistas é o contrário. Essas reações agressivas são sintomas do desespero que indica o temor da perda do poder, que se avizinha.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.