31/08/2013

Poltronas de hemodiálise para assistir o festival de ópera

Na semana passada, uma paciente renal crônica, com ordem judicial, entrou em uma fila de 10 dias para receber tratamento.

Como a morte não entra em fila, a paciente morreu ontem, sem assistência, por falta de uma máquina de hemodiálise disponível.

Shot005

> Encaixotadas há  5 anos

A diretora da Associação dos Renais Crônicos e Transplantados do Pará, Belina Soares, declara que a instalação das máquinas de hemodiálise, há 5 anos encaixotadas no PSM, evitaria a morte da paciente.

"Isso tem sido frequente. O grande problema é que O PSM da 14 tem, desde 2008, exatamente seis máquinas de hemodiálise para serem instaladas e usadas que até hoje não foram", declara Belina, que informa ainda que "de 30% a 40% das mortes do PSM são por espera da hemodiálise.”.

> R$ 25 mil

Uma estação de hemodiálise pode ser adquirida por uma média de R$ 25 mil. É uma desídia criminosa a rede pública estadual não ter estações suficientes para atender a demanda.

Em alguns hospitais públicos há as estações mas faltam os insumos, sem os quais a cadeira passa a ser apenas uma confortável poltrona, que, para não ficar inútil, poderia ser levada ao Theatro da Paz, para algum privilegiado sentar e assistir, com maior conforto, ao festival de ópera.

Além de boçais, somos uns desavergonhados criminosos.

23 comentários:

  1. Parsifal, que tal voce participar do Zorra Total?

    ResponderExcluir
  2. Ricardo, o algoz31/08/2013 21:59

    É o fim da picada, acabei de comprar um carro novo e estou impedido de sair do Estado do Pará, por um simples motivo: o Detran não tem selo há quase um ano para disponibilizar para quaisquer proprietários de carro 0 km, o Detran diz que vai fazer licitação para tal finalidade e que não podemos nôs preocupar, pois a PM rodoviária do Pará, a PRF e Amub já foram avisados da falta de sêlo e não vão importunar. Pô, eu sempre saio do Estado e, não vou poder sair por causa deste desleixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já me reclamaram isso aqui. Enviei um pedido de informações ao Detran, mas o governo, como sempre, não dá a mínima, pois tem maioria na Alepa e sabe que jamais passará na casa uma moção de irresponsabilidade política contra ele, por não atender requisições parlamentares de informação. Vou colocar no frontpage na segunda.

      Excluir
  3. Parsifal;

    Na União Soviética da época em que Mikhail Gorbachev estava chegando ao poder, uma fábrica de sapatos produziu 15 mil "pares", todos do lado direito do pé. Deve ter tido um diretor obediente, gerentes obedientes, encarregados obedientes, operários obedientes - a um cara poderoso indicado pelo "Politburro". Aqui não é diferente; se a Ana Júlia não desencaixotasse o acelerador linear, o PSDB estaria com ele até hoje de molho na água das goteiras do depósito da SESPA, pois afinal quem lucraria com isso? E olha que um acelerador linear vale mais que centenas de cadeiras destas. A Associação dos Renais Crônicos de Transplantados do Pará precisa urgentemente encontrar o telefone de uma firma paulista que terceirize a montagem e os serviços de cadeiras de hemodiálise - de preferência uma que cobre caro pelos serviços - incluindo "taxa de administração", e mandar os caras procurarem o Zeraldo ou o Jatene. Tá resolvido o problema.

    ResponderExcluir
  4. Caro Deputato, acredito que para alguma coisa serve o parlamento e consequemtente o parlamentar, dessa forma acredito que haja algum dispositivo legal para q seus oficios sejam respondidos, ou no minimo, que seus reclames sejam ecoados junto a população. Acho q vossa excelencia anda com uma postura marasma. Vossa excel. sabe muito bem que ninguem está acima da lei. Entao por que nao recorrer a justiça? a menos q vossa excelencia seja como um promotor de justiça q atuou no interior e foi promovido para Ananideua que dizia que promotor de justiça que representava contra o gestor municipal é porque queria estar nos holofotes, na midia, aparecer como o heroi perante a sociedade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PT tem a característica de aparelhar o governo quando está no poder, o que é ruim. O PSDB tem a característica de aparelhar o Estado quando está no poder, o que é péssimo. Enquanto o PT coloca os seus militantes em todos os órgãos do governo, o PSDB coopta todos os órgãos do Estado: o Poder Judiciário, o Poder Legislativo, e o Ministério Público. E para que? Para represar todas as medidas legais que sejam possíveis tomar contra o governo.
      Já fiz duas representações contra o governo no MP, por conta de não prestar as informações requeridas. As duas dormem por lá, assim como dorme no STJ o processo da Cerpasa.
      Dê uma olhada no portal da Alepa e veja se sai algum coisa sobre algum pronunciamento meu. E eu os faço todos os dias de sessão. Esse é o jogo e faz parte do show.

      Excluir
    2. Parsifal;

      A propósito, quando Zenaldo Coutinho soube quem seria o representante da Câmara Municipal de Belém na Conferência Municipal de Saúde - um vereador do PSOL - rapidamente o substituiu pelo presidente do IPAMB, o qual não sei se é gago (ok tudo bem) ou se não achou palavras (nem assunto) para falar. O inconformado edil do PSOL sequer foi anunciado pelo cerimonial. Ao que pude perceber, o PSDB pensa e age como um império. Às favas com a ética e a democracia.

      Excluir
    3. Mas deputado, o senhor está representando no lugar errado, se quer mesmo as informacões, represente mo judiciário que é o órgão competente.

      Excluir
    4. Você acredita mesmo que uma ação contra o governo no TJE-PA teria algum resultado ou está brincando?
      Há várias ações populares contra o governo, apenas no atual mandato. O próprio MP já impetrou várias representações.
      Essa postagem narra a morte de uma paciente que teve que entrar na Justiça para ser tratada, mas o Estado não deu a menor atenção à urgência determinada pela Justiça, mandou a paciente esperar 10 dias, e antes disso ela estava morta.
      A única coisa que consegue incomodar o governo é dura oposição.

      Excluir
  5. Pergunte aos idiotas do Detran PA se as polícias dos outros estados também estão avisadas. Não se iluda. Você está restrito a rodar apenas no Estado do Pará.

    ResponderExcluir
  6. Ser oposição é muito facil, não se faz nada e tem solução para tudo, veja o caso do magico de Ananindeua que passou 8 anos no poder não fez nada e agora tem um programa de radio que tenta ensinar como se deve administrar. Coisas barbalhianas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, você está errado: fácil mesmo é ser situação, pois se têm todas as benesses do governo e até a campanha o erário banca. Por que você acha que tem mais deputados na situação que na oposição. Ser oposição é dificílimo, meu caro.
      Sobre Ananindeua você, idem, está totalmente enganado. O que ocorre lá agora, de jatenidades é um assombro. Aguarde e no momento certo verá.

      Excluir
  7. Deputado, infelizmente o Senhor não é médico, se fosse como a moda é protesto, iria convocar um para que o Governador lhe indicasse para a Secretaria de Saude para que com a sua sabedoria e competencia resolvesse todos estes problemas. Gostaria de fazer uma perguntinha ao Senhor: porque quando o Senhor foi Prefeito de Tucuruí o Senhor não usou todos os seus conhecimentos para administrar este Municipio pois o Senhor quando saiu da Prefeitura deixou uma terra arrasada pois morava lá neste tempo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa sua argumentação não é absolutamente original: além de embarcar um enorme sofisma é fruto de carência de intelectualidade argumentativa: tomar o continente pelo conteúdo não passa de uma figura de linguagem.
      Chamar o crítico de cinema para fazer o filme, o engenheiro para fazer o tijolo, o médico para construir o hospital, o professor para construir a escola, o Bill Gates para fazer computador, quem reclamou da comida para cozinhar e assim infinitamente, pois para cada exercício de crítica pé possível encaixar o exercício sem responsabilidade argumentativa alguma: um não é residual ao outro.
      Quando você se dispuser, e tiver capacidade para debater o assunto, esteja à vontade que nós trataremos dele. Quando você tiver argumentos sólidos para demonstrar que, ao invés de montar 50 estações de hemodiálise, é mais correto gastar R$ 2 milhões em festivais de óperas, escreva isso aí que, de repente, se os argumentos forem sólidos, você me convence e eu lhe darei toda a razão. Com a sua pobreza lógica, não há como fazer debates sérios.
      Quanto à Tucuruí, mais uma vez você está longe de fazer o mesmo debate. Estude primeiro. Pegue os índices da cidade, em todas a áreas (pesquise as publicações decenais do PNUD, IBEU, IDH-M e demais medidores), e você constatará que Tucuruí, em nenhuma administração (não somente nas minhas), regrediu: sempre progrediu.

      Excluir
    2. Então tá, na proxima vez se candidate a Prefeito!

      Excluir
    3. Solicitação recusada. Já o fui por duas vezes.

      Excluir
  8. Parsifal;

    "O chupa-chupa está de volta"

    Nunca antes na história do serviço público estadual do Pará houve alguém capaz de promover uma sangria tão violenta na folha de pagamento dos funcionários públicos como a que está em andamento atualmente no governo de Simão Jatene.

    Calculo um número entre dois milhões e dois milhões e meio de reais, o que o governador Simão Jatene vem estornando mensalmente dos contracheques dos servidores públicos da administração direta e indireta, através da cobrança de "atrasos de ponto". Não discuto o direito do estado empregador em cobrar a pontualidade dos seus empregados; o discuto é a legalidade e a honestidade dos critérios adotados.

    Em número insatisfatório, o que se agrava pelos constantes defeitos apresentados, os relógios eletrônicos de ponto estão capitalizando a favor do governo com as enormes filas que se formam na troca de turnos de trabalho, que fluem lentamente a medidada que são constantes os erros de leitura e a necessidade de se repetir o procedimento. Para tal, instruidos pelo gabinete do governador, foram baixadas pelos dirigentes de órgãos instruções normativas que revogam o direito da tolerância (coisa que até então eu achava que fosse imexível), e assim até os atrasos de 1 minuto passaram a ser computados. Atrasos de 1 minuto além da tolerância, incorporam também o tempo da tolerância.

    O pior desta decisão, é que ela tem um viés ditatorial, pois segundo as próprias instruções, cabe ao setor de recursos humanos do órgão, anistiar segundo entendimento pessoal, "aqueles casos em que os atrasos não parecem ser habituais". O jornal Diário do Pará precisa fazer uma matéria criteriosa sobre este assunto, pois muito fácil será coletar amostragem dos que sofreram esses cortes. Há casos de servidores em regime especial (ex: noturno, horas extras, etc) que receberam menos do que o vencimento básico, mesmo não faltando ao trabalho nenhum dia.

    Não tenho formação em direito para julgar se isso tudo é legal, mas certamente acho muito imoral da parte do governador Simão Jatene, submeter os servidores a esse constrangimento. O pior é ver que a "entourage" dos queridinhos do diretor do órgão, chegam atrasados e acabam sendo todos anistiados pelo DRH.

    ResponderExcluir
  9. Vários servidores estaduais sofreram descontos do FUNPREV sobre a Gratificação de Tempo Integral por anos,o que posteriormente foi considerado errado pela SEAD e pelo IGEPREV. Diante disso, vários servidores entraram com processo administrativo na SEAD pedindo o ressarcimemto dos valores descontados indevidamente, obtendo como resposta o reconhecimento da dívida e, no meu caso desde de 2010, respondendo que o governo ainda estuda um forma de devolver este dinheiro. Deputado, considerando que esses valores foram repassados pela SEAD ao IGREPREV não seria esse o responsável a devolver esses valores ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se, de fato, a SEAD repassou os recursos ao IGEPREV, o órgão tem que devolver o indébito ao Estado, pois recursos do seu caixa não podem pagar salários de ativos. A obrigação do pagamento é do Estado (SEAD).

      Excluir
  10. Esta deve ser a ética propagada pelo governador em matéria possivelmente muito bem paga através do erário.A ética simplesmente estuda a conduta, enquanto que a moral avalia a qualidade da conduta sob o ponto de vista do Bem ou do Mal.Neste caso o comportamento do governo é ético ou está mal avaliado na sua conduta?

    ResponderExcluir
  11. Appreciate this post. Let me try it out.

    My weblog internet marketing

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.