29/11/2012

O cavaleiro da triste figura

Shot004

Dentre as vivas ao PMDB por lançar candidato a presidente da Alepa, mesclam-se chistes à “audácia” da “oposição” ao governo. Sugere-se obediência porque “temos cargos”. Pergunta-se onde vamos colocar “essas pessoas” se o governo nos convidar à rua.

O que lavro abaixo não é posição do PMDB e nem do líder do PMDB na Alepa, pois não tenho autorização para tal: é o pensamento de um filiado que envelhece no PMDB e julga saber o custo da construção partidária:

> Aliança não é submissão

Dois anos antes da campanha de 2010, eu deixava clara a dificuldade de seguir com Ana Júlia, pois o seu governo confundia aliança com submissão.

Ser aliado não é se submeter aos interesses partidários do governo. Alianças não anulam personalidades. Um partido que se deixa manejar por outro não cresce e não ocupa espaço político para interferir, de forma legítima, na agenda governamental.

> PMDB se comprometeu a apoiar Pioneiro e cumpriu

Na eleição para o 1º biênio da Mesa, o PMDB, a pedido do governador Jatene, retirou a candidatura do deputado Martinho Carmona, comprometendo-se a apoiar o deputado Manoel Pioneiro (PSDB), o que fez.

O PMDB não se comprometeu a repetir o gesto no 2º biênio. Ao contrário, acalentou a expectativa de ver retribuída a genuflexão. Mas gentileza não é obrigação e se o PSDB, considerando os seus interesses partidários, conclui que não abre mão da Mesa, o PMDB, ao apresentar concorrente, age sob legitimidade idêntica.

> Autonomia e personalidade

Alianças têm limite na autonomia das partes. Quem permite invasão a sua autonomia paga a pena de transmutar-se em lacaio.

Prefiro andar a pé, descalço e no Sol quente a ceder um grau do ângulo reto que deve portar a minha cabeça. Só o peso do tempo me curva os ombros. Derramo o meu suor por quem me convence com argumentos, mas sou surdo a quem deseja impor conveniências. Goela abaixo, na marra, só a professora Rosa, minha mãe, derramava “Emulsão Scott” (Meu Deus! Aquilo era ruim demais! Mas, diziam à época, que era o melhor fortificante do mundo...).

> PMDB não se compromete com projeto isolado de poder do PSDB

Estamos desobrigados a atender apelos, mesmo os não feitos, que visem exclusivamente saciar a labuta do PSDB pela ocupação de espaços de poder: esse compromisso o PMDB nunca fez e opto que jamais deverá fazer.

> Os cargos

Cargos são consequências eventuais de coalizões e não elementos que a impeçam de cessar. Eles duram enquanto o que lhes deu causa perdurar e quem os detém deve intuir que a manutenção deles não deve custar a anulação do partido que os proporcionou.

Desculpem-me os correligionários eu me manifestar, talvez, com indelicadeza: quem quiser estabilidade funcional e aposentaria no serviço público deve prestar concurso e lograr êxito na empreitada.

> À moda antiga

Agradeço os “avisos”, mas sou um soldado clássico e não rejeito guerras por medo de perdê-las ou morrer nelas: embala-me a expectativa de que também posso proporcionar vitórias. 

Não se deveria transformar uma disputa inter pares em uma questão de Estado: isso deveria ser uma mera lacuna cotidiana no biênio do Parlamento, para decidir quem será o primus inter pares. Quem não lograr êxito que espere o próximo biênio.

56 comentários:

  1. Então, deputado, se vocês procuraram o governador agora para compor a chapa, da mesma maneira que o PSDB fez quando quis eleger o Pioneiro, e não foram atendidos quanto ao pleito, realmente o PMDB tem seus motivos para ter corrido ao encontro do PT e formar a chapa da oposição para a nova mesa da Assembléia.

    ResponderExcluir
  2. Nobre deputado
    Como democrata entendo perfeitamente a posiçao do PMDB de se colocar como um partido independente e cobrar do PSDB um acordo feito em 2011. Porem temos que enfatizar alguns pontos que o deputado colocou que merecem ser esclarecidos.

    - O PMDB nunca rompeu com o governo Ana Julia, essa afirmaçao beira o sinismo. Quantas secretarias o PMDB entregou para o PT? quantos cargos comissionados o PMDB entregou ao PT? que especie de rompimento e esse que o PMDB continuou no governo sem abrir mao de nada? isso e falacia deputado, a unica secretaria que o PMDB perdeu foi a SESPA tirada a "força" pela ex governadora sobre protestos violentos do seu partido usando principalmente o meio de comunicaçao cujo Jader Barbalho e dono.

    - nao coloque a eleiçao de Simao jatene como se ela tivesse sido determinada pelo apoio do PMDB(como foi com ana julia carepa em 2006)o candidato do seu partido(domingos juvenil) teve uma votaçao pifia e fez um apoio timido e claramente oportunista ao PSDB no segundo turno. com o seu o apoio do PMDB Simao jatene teria sido eleito.

    -para finalizar espero sinceramente que o PMDB e o PSDB se entendam para nao dar margem a petralhada do PT. E sinceramente deputado para quem quer mostrar ao publico independencia partidaria se unir ao PT novamente? sinceramente deputado.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Permita-me opinar que você não acompanha os fatos políticos onde eles devem ser observados. No final de 2010, da tribuna da Alepa, o fórum Parlamentar oficial do Estado, eu, como líder do PMDB na Casa, declarei que estava em oposição ao governo e coloquei todos os cargos do partido à disposição.
      O PT fez ouvidos moucos porque apostou que o PMDB faz qualquer coisa por cargos e achou que os mantendo voltaríamos à aliança. Apostou e perdeu. Quando o PMDB coloca algo a disposição está efetivamente à disposição. Se o detentor da caneta opta por não gastar a tinta o problema é dele e da caneta.
      Se você tem aversão ao PT, passe a se reservar com o PSDB, pois esse faz acordos todos os dias com o PT, assim como a ex-governadora Ana Júlia fazia com o PSDB: há uma democracia no Brasil, onde o Parlamento funciona como repositório da governabilidade, por isso há que existir partidos fortes que não permitam que o Poder Executivo se torne um monstro.
      Quanto a eleição do Simão Jatene ela não foi determinada pelo PMDB e sim pelo povo do Pará, mas antes de se colocar uma candidatura ao povo há um preâmbulo, cujos movimentos são determinantes para que o ator venha ao palco.
      Coalizões não surgem por sopro de anjos e ninguém tem o condão de se dizer candidato e vencer uma eleição de forma solitária: o PMDB participou de forma decisiva nos movimentos que ergueram e deram musculatura ao PSDB, e permitiram a conclusão vitoriosa. Se os nossos movimentos fossem outros, haveria dificuldades para que o PSBD se viabilizasse e talvez o próprio candidato fosse outro. Ou você acha que o governador aceitou indicações do PMDB e se compôs com ele apenas porque sonhou uma noite de verão que assim deveria ser feito?
      Não labuto pela presidência da Alepa com a resolução de romper com o PSDB: isso faz parte da autonomia partidária e da legitimidade que tem, qualquer partido, de lutar por espaço político. Continuo crendo que o governador Jatene é muito melhor que Ana Júlia, mas começo a acreditar que o PSDB não difere em coisa alguma do PT.
      O seu chiste final sofre de erro lógico incurável: ser independente não significa não se aliar. O PMDB é independente e autônomo e exerce essa prerrogativa inegociável para se aliar com o PSDB, com o PT, com o PSOL, ou qualquer partido, e exerce as mesmas prerrogativas para romper ou fazer tensão na aliança sempre que concluir que essa está se tornado unilateral. Não imagine que só é independente quem anda só ou quem só se une ao PSDB.

      Excluir
    2. Esse tucano acha mesmo que se o PMDB não tivesse lançado o Juvenil os votos que ele teve não iriam pra Ana? O Jatene só ganhou porque o PMDB fez esse jogo. Não foi o Jatene que ganhou foi o PMDB que derrotou a Ana. E agora eu acho é estarem passando baixo na mão dos tucanos que querem comer sozinhos.

      Excluir
    3. Há quanto tempo o PMDB não elege um governador em nosso estado, há quanto tempo o PMDB não governa a capital Belém, o PMDB só soma na hora compor alianças, mas nunca ganha quando é candidato majoritário, vocês só servem para serem marionetes, as vezes do PT, outras do PSDB, e depois saem de vítimas dizendo que os partidos não cumpriram com a palavra, se o PT não foi bom pra vocês no passado, então porque se juntarem com eles novamente. Em relação aos processos do Megale, então porque a bancada do PMDB não apoiou a CPI da ALEPA, agora que usar seus meus de comunicação para atingir o Megale e o PSDB, deveria ter feito isso quando tiveram a chance na criação de uma CPI aí nós tínhamos visto quão podre é aquela casa de leis, agora não adianta chora o leite derramado.

      Excluir
  3. Entra governo, sai governo (federal, estadual e municipal) e o PMDB continua o mesmo, ou melhor as pessoas que fazem parte do PMDB continuam os mesmos, quando lhes interessa andam abraçados, derrubam os outros´, para se aproximar do poder. Quando são contrariados, gritam, choram , chantageiam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você anda abraçado com quem não lhe interessa? Se assim age é um dissimulado.
      O PMDB não dissimula e não depende de governo para existir, por isso não precisa andar abraçado com quem tem reservas com os nossos braços sobre os seus ombros.
      Temos autonomia para apoiar governos e romper com governos e, embora possam alguns pensarem que cargos nos prendem, enganam-se absolutamente: o que nos prende é respeito e disposição de exercer, de fato, coalizões.

      Excluir
    2. A teoria é linda, mais na prática é outra coisa. Só quem não conhece os funcionários fantasmas, que só recebiam na Dataprev, as negociatas para o TCM, TCE. E vem dizer que não são apegados a cargo. A maioria só sobrevive disso.

      Excluir
    3. Você está absolutamente enganado: a maioria dos filiados ou simpatizantes do PMDB e de qualquer partido do Brasil, nunca teve um emprego público.

      Excluir
    4. O PMDB não precisa andar abraçado com ninguém, será? Passou 4 anos na base do governo do PT de Ana Julia e só saiu para compor com PSDB, porque as pesquisas apontavam a vitória dos tucanos, no inicio do governo Jatene novamente foi base do governo e só saiu agora por causa da eleição da ALEPA, depois que passar esse período eleitoral voltará novamente a ser base de Jatene até esperar a eleição de 2014, onde novamente procurar um outro grupo para servir de parasita.

      Excluir
  4. Mas que a Muralha Amarela já está quase pronta isso é fato, ou não? Eu tenho medo de muralha, independentemente de cor.

    ResponderExcluir
  5. Dep. Parsifal o ditado é certo, quem nunca comeu quando come se lambusa, e é o que vai acontecer com o PSDB do Pará, quem viver verá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o ditado é certo mas no caso em tela, o psdb já ta comendo faz tempo eu diria uns 20 anos, a frase nao está correta!!

      Excluir
  6. Deputado, é fato que o PMDB tem todo o direito de disputar a eleição, mas você não acha o PMDB tem pulado "de galho em galho" nas últimas eleições? Ou seja, quando o partido a quem se aliou começa a ganhar notoriedade e poder, o PMDB resolve "pular do barco". Foi assim quando apoiou Ana Júlia, foi assim quando resolveu apoiar o PSDB novamente e agora parece querer pular no barco do PT novamente. O que não é comum é ver um partido que é base do governo se aliar a um partido de oposição ao governo. Não parece coerente. E mais, na matemática + com - dá sempre menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O partido de mais notoriedade e poder no Brasil e o PT. O PMDB é aliado do PT nacional há quase 12 anos e não tem a menor intenção de romper a aliança. Por que? Por que o PT nacional respeita o PMDB, divide a governabilidade com o PMDB e aceita-lhe a independência. A partir de 2013, o PMDB, que já tem a presidência do Senado, passará a ter a presidência do Senado de da Câmara Federal com o apoio do PT, o que revela a maturidade do Partido em se portar com respeito em uma aliança partidária e não querer subordinar os aliados aos seus caprichos.
      Temos a independência de buscar aliança com o PT para disputar a presidência da Alepa, assim como o governador do Estado tem a independência de chamar toda a bancada do PT no Palácio e fazer uma aliança com ela para aprovar-lhe a autorização de empréstimo de R$ 2 bilhões.
      A dinâmica do Parlamento e dos governos não são românticas como alguns pensam. Para a eleição da Mesa, sabe você qual foi o primeiro partido que o PSDB procurou para se aliar e ofereceu a primeira secretaria? O PT, que é oposição. Quem é oposição e quem é situação nessa disputa?

      Excluir
    2. Só divide porque o PMDB nacional nunca almejou tomar o lugar do PT, quando isso acontecer duvido que terá o mesmo espaço dentro do governo, quer apostar?

      Excluir
  7. Deputado, hoje como o Diário não tinha noticias publicou a traição que o PMDB esta fazendo com o Jatene. Deputado, penso que o PMDB deveria deixar de lado as barbalhidades e liberalidades que está fazendo com o Governo tucano, penso que quando se está usufruindo das benesses de um Governo que não é seu e tem cargos, inclusive Secretarias não deveria trair quem lhe estende as mãos. Meu caro este Governo deveria dar estes cargos que o PMDB tem para os outros partidos e está resolvido o problema dos tucanos. Quero saber onde o PMDB arranjará emprego para este esquadrão que está na folha de pagamento do Governo se continuar trair o Jatene.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Publicar traição é demais: trair é fazer algo escondido, enganar alguém sem que essa pessoa saiba do que ocorre. Por favor, não conte ao PSDB que o Diário publicou que o PMDB está traindo o PSDB.
      Quanto a dar as "benesses" a outros partidos, vá até o Portal do Governo, onde há um link para falar com o governador e envie a sugestão a ele. De repente ele resolve lhe atender e o partido que receber as benesses seja feliz para sempre.
      Mas facilite as coisas ao governo: enumere o esquadrão que está na folha, de repente até o próprio PMDB assine a sua sugestão.

      Excluir
  8. Parsifal, você não é um simples soldado: é um valoroso guerreiro, mas tem mania de guerra, só cresce na guerra. Na guerra você fica lindo. É impressionante como você desaparece na paz...

    Uma eleitora

    ResponderExcluir
  9. O PSDB quer comer sempre sozinho. Vocês já sabem disso e se meteram com os tucanos de idiotas.

    ResponderExcluir
  10. Eu quero ver a palha da cana voar.

    ResponderExcluir
  11. Parabens Parsifal pela excelente texto publicado

    ResponderExcluir
  12. Os tucanos tem bico muito grande e para encher o bico não podem dividir nada.

    ResponderExcluir
  13. Deputado, V. Exa foi muito sábio em suas palavras. O legilativo é o contra-peso do executivo, se não houver legislativo independente não há democracia. Espero que o PMDB vença essa batalha para o bem do Estado.
    Ricardo

    ResponderExcluir
  14. Olha o que dizes as 10:38 " começo a acreditar que o PSDB não difere em coisa alguma do PT".

    Sinceramente,eu tenho dificuldade de engolir essa turma do PMDB.

    É um bando de arrivista, gente que não refresca o erário e coloca em primeiro lugar os interesses dos seus próprios bolsos.

    E o deputado blogueiro Parsifal?

    Achou de elogiar no diario a atitude da bancada do PT na ALEPA.

    Elogiou o PT justamente por aquilo que ela tem de ruim: sua passividade em relação ao governo Jatene.

    mas uma coisa os dois partidos que governaram nos ultimos anos este estado,tem em comum a seguinte conclusão: PMDB é um partido que só pensa em seu bolso e fim de papo(não tem: projeto politico;candidato a governador, muito menos decencia).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você poderia conceituar o PSDB? Ou eu vou achar que o seu conceito do PMDB e do PT não passa de preconceito.
      Por favor, explique melhor porque você afirma que eu elogiei o PT porque ele é passivo com relação ao Jatene? Acho que ele é bastante ativo, algumas vezes mais ativo que o próprio PSDB.

      Excluir
  15. Deputado, deputado...Sócrates ficaria lisonjeado em pelejar com tamanho sofista. As contradições, o senhor não às ver? Será que todos estão errados e vossa excelência correto? ou não aceita críticas? pois respondeu-as com tom áspero por vezes. O PMDB sabe que o PSDB precisa do apoio deste para ter governabilidade. Pra que presidência? para pilhar como foi feito por Junevil? Deixe de se queimar que és um bom deputado. Não defenda o indefensável com sofismas ridículos e inescrupulosos. Não perca o respeito de quem mesmo não coaduna com seu partido o admira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você quer pelejar com o sofisma que me adjetiva: eu não afirmei, em momento algum, que estou certo. Digo o que penso e no que acredito e posso, sim, estar errado.
      Se eu não aceitasse críticas não permitiria comentários no blog, pois a opinião dos contrários é em número bem maior daquelas de quem concorda e cala. Não julgue a nudez das respostas como aspereza: elas são simples contragolpes para reforçar os argumentos, afinal estamos debatendo ideias, não estamos?
      Se você acha que o PMDB quer a presidência da Casa para pilhar, o que lhe leva a crer que a mesma sanha do PSDB pelo cargo não teria os mesmos objetivos? Creio que não deveríamos remar o barco a esses mares, pois aí cairíamos na ridícula posição de começar a apostar quem pilha mais. Prefiro crer que ambos querem o cargo, de forma legitima, para ocupar legítimos espaços e se posicionar de forma melhor na agenda governamental.
      Eu não faço as minhas defesas preocupado, a priori, se remetem ao indefensável: lavro-as com os argumentos que tenho, cabendo ao leitor tirar as suas conclusões com o espírito crítico que lhe couber, de acordo à linha que você circula.
      Mas você ajudaria mais o debate se ao invés de jogar com adjetivos, demonstrasse que estou errado ao desejar ser independente, não ser subalterno, apoiar na hora que devo, criticar na hora que devo, romper a hora que devo e dizer isso, de forma clara, sem subterfúgios.
      Esse é o exercício que desejo na política e no Parlamento: democracia e não concentração de poder. Exerço isso aqui no blog: se eu fosse um ditador de mim mesmo, o seu comentário, como outros, não seriam publicados porque discordam de mim.
      É isso que o PSDB deseja: controlar todos os poderes do Estado para ditar as regras que ele acha corretas sem ninguém para dizer que ele pode estar errado. É assim que o PSDB age: todos os que não concordam com os seus métodos são errados, contraditórios, ridículos e inescrupulosos, perdendo todos esses adjetivos no momento em que concordam e proclamam aves ao PSDB.
      Se você conclui que corro o risco de perder o respeito e admiração levantar debates que dizem respeito ao convívio democrático na República, talvez você não esteja preparado para esse debate: eu admiro todos aqueles que dizem o que pensam e têm a capacidade de conviver organicamente com os que pensam o contrário.

      Excluir
    2. Ei Palheta, acho que tu tens razão. Os deputados que passaram pela Mesa da Alepa só quiseram pilhar o erário, inclusive os do PSDB, como o Mario Couto, e o Megale que inclusive consegue até hoje segurar o seus crimes na Alepa, junto com o Mario Couto, no MPE. O Megale é inclusive o teu candidato do PSBD, na Alepa e ele quer pilhar o erário, de novo...

      Excluir
    3. Queridos não sou PSDB!Apenas acompanhei o raciocínio de alguns comentários anteriores. A política esta falida nesse pais, a minha fala não vou para ofende-lo, se assim se sentiu peço desculpas, mas esses seus argumentos de "legitimo" não está convencendo como bem poder ver nos argumentos suprapostados. Nunca fui e nunca serei PSDB e muito menos PMDB, que considero o partido mais pernicioso para o Brasil(minha opinião). Estas do partido errado, mesmo que argumentes contrario, pois o acompanho e conheço vossa opinião sobre isso. Apenas lamento o desperdício de bom interlocutor da população paraense. Largue esse barbalho, isso é um câncer para a nação.
      Ps: cadeia em todos os safados que pilham o erário.

      Excluir
    4. Quero ver quando a ALEPA irá mudar de mãos, chega de PMDB e PSDB, tá de botar cara nova na presidencia dessa casa de leis, por que ser sempre roubado pelas mesmas pessoas não dá, quando teremos o PSOL, PSB, PV, entre outros partidos de menos expressão comandando a ALEPA, é por isso que essa corrupção nunca acaba.

      Excluir
  16. Continue sempre assim. Seja com o PT seja com o PSDB vocêeédsempre o Parsifal e enquanto você for o Parsifal voto em você pra qualquer coisa.

    ResponderExcluir
  17. Isso é o teu sangue árabe Parsifal. Só te dás por satisfeito quando ficas jogando pedras contra tanques de guerra, como os palestinos fazem na fronteira com Israel. Confesso que fico tentada a admirar isso, mas é uma luta inglória não é? Os palestinos vão ficar pra sempre nisso e Israel vai ficar pra sempre com os seus tanques. Ou tu está muiiiiiito a frente do tempo ou muiiiito atrás. Vê se vem pro presente. Essa época de samurai já acabou. Tu assististe aquele filme O último samurai? Tu
    és aquele que galopa sozinha um cavalo, com uma espada apontada para um batalhão com canhões. E o que aconteceu com ele? Foi espedaçado pelas balas de canhão antes que a espada pudesse atingir um só soldado.
    Está certo que os soldados se ajoelharam em reverência quando o samurai caiu, mas e daí? Tudo bem. Quando tu caíres vai ter um monte de gente se ajoelhando em reverência, inclusive eu que nem conheces, mas, de novo, e daí?

    Judia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É minha cara, apesar de a leitura do seu comentário não ser de maiores incentivos, e até um apelo para que eu desista, mas, como você sabe, embora os israelenses tenham razão, os palestinos também têm e, quem sabe, jogar pedras nos tanques da Estrela de Davi, é a única opção que lhes resta para dizer que não se entregam. Que foi exatamente o que fez o "último Samurai" quando galopou ao encontro dos canhões. Há coisas que são bem mais caras que o "e daí". Como o orgulho de prezar a liberdade mais do que se preza a vida. A vida podemos perder, e até tem gente que se ajoelha quando a perdemos, mas a liberdade, se perdemos, com ela vai a nossa alma.

      Excluir
  18. Parsifal, vocês querem espaço de poder? Acabem com esse negócio de aliança só para os outros e construam uma aliança em torno de vocês. Parem de querer só as beiradas e construam candidatura viável ao governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa candidatura já existe, Helder Barbalho para Governador.

      Excluir
    2. Isso é só especulação novamente, sabem que não tem votos para ganhar a eleição de governo do estado com esse candidato, aí vão para segundo turno apoiando o grupo que tiver na frente das pesquisas, porque o PMDB é um partido que não vive de ideologia, vive apenas de apoiar o lado mais forte, dificilmente o PMDB não é base de qualquer governo, seja ele municipal, estadual ou federal.

      Excluir
  19. Tá certo. Você é você e boi não lambe. Se lamber leva tapa.

    ResponderExcluir
  20. Saudades do PT, hein Parsifal. Tu nos xingaste de todo jeito para por o PSDB no poder e agora levas pra casa um tratamento pior. O PT podia ser o que fosse mas tinha boa fé. A tucanada faz tudo de caso pensando e de má fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando as saudades, somente o Deputado poderia dizer, mas quanto ao comportamento de má fé da tucanalha é verdade.

      Excluir
  21. Caro palheta, indico-lhe uma breve leitura no Blog Perereca da Vizinha. Parece que o seu estimado PSDB insiste em engavetar um Processo contra o candidato a presidente da Alepa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog perereca da vizinha faz campanha contra o governo do estado, e não serve de referencia pra nada, ainda mais de que adianta um blog fazer matéria contra o candidato A ou B na presidência da ALEPA, se quem vai votar são os próprios deputados, que talvez já saibam de tudo isso e nem estão ligando a mínima pra quem tem ou deixa de ter processos, até porque Martinho Carmona não é nenhum santo diga se passagem e também é investigado pelos mesmos crimes, então é o sujo falando do mal lavado, os deputados terão que escolher o menos pior, pra eles é claro.

      Excluir
  22. O certo meu amigo é que os acontecimentos do presente é que torna saudoso o passado!

    ResponderExcluir
  23. Não vejo a hora do governador dar um pe na bunda desses vassalos de Jader Barbalho, o maior corrupto da historia do Pará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora eu não costume liberar comentários com linguajar chulo e pornográfico como o seu, fiz questão de fazer uma exceção para lhe dizer que governadores, independente de suas posições políticas, são pessoas civilizadas e não usam do expediente que você tão ao rés do chão deseja, principalmente o governador Jatene, que é de fino trato pessoal.
      Quanto a corrupção, não trilhe por esse caminho pois você poderá ser obrigado e descobrir, caso você tenha coragem de se revelar, que aqueles que você acha que são santos poderão se demonstrar demônios bem maiores do que aquele que você reputa endiabrado.
      Tente rezar um terço para que você tenha uma mínima ideia do que é um pai nosso.

      Excluir
  24. dep. parece que essas pessoas que estão debatendo sobre esse tema nunca foram militantes de partidos e sim simplesmente filiados ou seguidores de alguns lideres dentro de um partido, pois confunde alhos com bugalhos, todos partidos deveria se dar ao respeito e comungar de suas ideias não as ideias de quem ele se alia pois essas sigla fica sem identidade ou não tem projeto politico e vive aplaudindo quem lhe da guarida. Por isso mesmo hoje não estando militando em nenhum partido quero parabenizar pelo texto pois esta bem esclarecedor.

    ResponderExcluir
  25. Ronaldo Gomes29/11/2012 19:10

    Caro Dep. Parsifal, comungo com todas as suas observações e as tenho feito também. É claro que não na mesma medida e destreza com que o senhor articula, mas faço minhas suas observações. E mais, penso que a governabilidade tem que, necessariamente, se democrática, passar por pactos entre partidos fortes, e sem a menor dúvida o PMDB é historicamente um deles. Penso ser, no mínimo ingenuidade, alguem que diga que no PMDB tem tais e tais tipos de gente, como se não tivesse tais e tais tipos de gente até na Santa Sé. Falamos de gentes passíveis de toda sorte de vicissitudes. Ou será que há algum partido político composto de santos em harpas e tomando tacacá?? É legítimo e oportuno o PMDB pleitear os espaços que devem ser seus, e não há traição se quem quebra o pacto estabelecido é a outra parte. Parto daquela máxima que diz que o combinado não sai caro. E em seu caminhar de pés descalços deputado, me dê a honra de caminhar ao seu lado.

    ResponderExcluir
  26. DESPERTADOR PARA ACORDAR O ACORDO

    Meu atuante deputado, ao colocar que o PMDB se comprometeu e cumpriu apoiar o Pioneiro você nos faz entender houve um gentil acordo, esse acordo foi na fase “Eleição ou Governabilidade”, que acordo foi esse?

    Essa gentileza feita pelo PMDB um partido de renome nacional e um sobrenome local tirou o Martinho da disputa sem chiadeira, coisa que eu acho que não aconteceria se não houvesse certeza de que apenas adiava o futuro!

    Em uma horta eleitoral ou não quando plantado duas metas ou duas semente com um mesmo objetivo ou no mesmo espaço, ambas existiram por certo tempo porem uma não progredira e a outra será viçosa alimentando-se dos restos mortais da outra.

    Alguém pode até acreditar que o PSDB pode resolver favorável o seu pleito mantendo ou aumentando o espaço do PMDB no seu governo eu não, isso poderia até acontecer se fosse um período anterior as eleições municipais e não no período que antecede a eleição principal, eleição essa que pode tornasse céu ou inferno para o PSDB no Pará , o PSDB nacional que saiu do café com leite e pelo que tudo indica o leite que hoje é a única esperança para o partido se viabilizar em Brasília se faria presente desintoxicando e não compraria uma briga dessa no norte onde ele ainda pode falar eu existo até Manaus!

    Deputado eu nunca caso político fosse tentaria um ato desse contra um comandante que já se mostrou um fênix , que sabe de uma maneira bastante singular trabalhar apenas nos bastidores, que sabe manter sua meta política em sigilo até o ultimo segundo, que se mantém na política em um mimetismo digno de um eximo jogador de xadrez que finge não identificar um xeque pastor para dar o seu xeque mate.

    Aqui vão umas perguntas cretinas sobre 2014, tão pacóvias que até um parolo sabe sua resposta:

    Jáder como senador perde alguma coisa saindo candidato ao governo ou fortalece os candidatos do seu partido?

    O senador Mario Couto se tornou um incomodo ao PSDB?

    Viu deputado como é uma equação simples com X e Y conhecidos!

    O Jatene passou os quatro anos da Ana Julia mostrando ao PSDB que o acordo interno para lançar o Almir não deveria ter sido concretizado o que indica sua idéia sobre pagar promessas, contudo isso não significa que o governador se sente impedido de firmar futuras gentilezas!

    Eu acho duas coisas, o PMDB quer estar na presidência da ALEPA para garantir que certos acordos sejam cumpridos e existe incerteza no Megale que não sabia sua condição de isca para viabilizar o Marcio Miranda e quando soube já havia se transformado em presa, tanto que saíram de sua boca essas palavras “Ainda não tem nem data marcada para a eleição. Daqui pra lá pode haver muitas mudanças”!

    Gostaria terminar esse comentário colocando que existem atualmente cinco deputados que não são ainda votos certos e um que está contabilizado como do PSDB de maneira errada porque ouvia seu pai ser chamado de compadre!

    “Se existe um obstáculo em uma jornada que seja no inicio, sendo no final será mais difícil vencê-lo, estaremos no final de nossas forças gastas no caminho”

    Imperador Chinês HUANG DI 2700 A.C. quando perguntado sobre um antigo calendário chinês criação sua!

    MCB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MCB,
      O governador rogou ao PMDB apoio ao Pioneiro já depois de eleito. Nós vinhamos com o comando da Alepa desde o governo anterior e declaramos que gostaríamos de continuar. O meu nome era o indicado pela Executiva do partido e pela bancada: eu recusei. Primeiro porque nunca nutri o interesse de presidir a Alepa, pois não quero ocupar todo o meu tempo com a atividade política, depois, e era uma razão mais forte essa, não aconselhava o partido a iniciar uma relação com o governo já em processo de desgaste em uma disputa pela Mesa. Eu disse isso ao Jatene, em São Paulo, após o segundo turno, e me comprometi com ele a lutar dentro do partido para o apoio ao Pioneiro e assim fiz.
      O senador Jader se convenceu dos meus argumentos e “enquadrou” o PMDB, não sem dizer antes ao Jatene que o gesto que ele fazia era um sacrifício mais que político, era um sacrifício familiar, pois estava apoiando, para comandar um dos poderes do Estado, um adversário do seu filho.
      Foi isso que nos levou à expectativa de que, a “gentileza” deveria ser retribuída no segundo biênio.
      O Jader nada perde em sendo candidato a governador, mas a nossa tendência, caso a aliança com o PSDB faça água (e não creio que não faça) é o Helder.
      O Mario Couto é um incomodo para todo mundo. Ele adora ser um incomodo.

      Excluir
  27. Jovens Peemedebistas30/11/2012 19:29

    Concordo com vc, meu caro amigo Parsifal!! Vamos pra guerra sim, e já!!! Devemos a partir de agora trabalhar uma coalisão de forças com partidos aliados no governo federal, para lançarmos Hélder Governador 2014, com o PT indicando nosso vice-governador, e a vaga do Senado a um grande nome que represente o nosso sofrido interior paraense! É a hora da força da juventude e da renovação no PMDB!!!! Já estamos a partir de agora trabalhando em prol deste sonho!!!!

    ResponderExcluir
  28. o pmdb prestou atraves dos seus lideres um grande serviço na redemocratuzaçao do pais,mais eu vejo que o pmdb esta perdendo o
    seu foco agindo de maneira pragmatica,sempre querendo um naco de poder,concordo com voce deputado que o seu pmdb tem direito a disputar a presidecia da casa,mas essa uniao com o pt da entender,partido nao e um aliado confiavel.essa e minha opiniao.

    ResponderExcluir
  29. e muita cara de pau do PMDB depois de 4 anos de uma administraçao Pifia na ALEPA pelo nefasto Domingos Juvenil que foi no ano passado denunciado pelo Ministerio por corrupção na Alepa. Pior ainda e lançar como candidato martinho Carmona, o pastor que quando presidente da ALEPA tentou exonerar um jornalista da casa por chamar a esposa dele pelo nome de batismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom deve ser o Megale, né? Rapaz sério, que nunca assinou um cheque pra Daurinha sacar na boca do caixa, né? Ou então o Mário Cotoco, senador bicheiro, que desviou mais de 100 milhões nos seus 04 anos como Presidente da Alepa!!! Esse pessoal do PSDB pensa que tem moral pra atirar pedra em alguém!!! É o ladrão que rouba e sai gritando "pega ladrão, pega ladrão..." Bando de covardes!!!!

      Excluir
    2. Se gritar pega ladrão na ALEPA, não vai ficar ninguém parado. Seja ele de que partido for.

      Excluir
  30. perguntem para a população quem ela gostaria de ver presidente da assembleia legislativa do estado do pará. acho que depois da gestão do ex deputado (graças a deus) domingos juvenil, a população quer ver longe os candidatos do pmdb.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Megale responde processo por desvio de recursos da ALEPA e o Martinho Carmona também, então está na hora de uma terceira via para presidência dessa casa de leis, chega de tanta corrupção, chega de PMDB e PSDB, queremos cara nova na ALEPA, mas infelizmente o povo não tem voz nessa hora.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.