14/11/12

Mais 38 pessoas têm bens bloqueados no “Caso Alepa”

Shot008

O juiz da 1ª Vara de Fazenda da Capital, Elder Lisboa, continua a conceder liminar que determina o bloqueio de bens de demandados nas ações de improbidade administrativa que o MPE-PA tem proposto por conta de irregularidades constatadas na Alepa.

Ontem (13) 38 pessoas que compõem o polo passivo de uma das ações tiveram, liminarmente, seus bens bloqueados:

01.Domingos Juvenil Nunes de Sousa (PMDB), ex-presidente da Alepa
02.Esmerino Neri Batista Filho (PT), ex-deputado estadual e atual deputado federal
03.Cilene Lisboa Couto Marques (PSDB), deputada estadual
04.Rosana Cristina Barletta de Castro, ex-diretora financeira da Alepa
05.Nila Rosa Paschoal Setubal
06.Ana Carla Silva de Freitas
07.Waldete Vasconcelo Seabra
08.Claudio Seabra Gomes
09.Mario Luiz Lisboa Couto
10.Jorge Moises Caddah
11.Sergio Duboc Moreira
12.Semel Charone Palmeira
13.Jose Robson do Nascimento, ex-deputado estadual
14.Adailton dos Santos Barboza
15.Antonio Raimundo Guimaraes Pereira
16.Brunna do Nascimento Costa Figueiredo
17.Bruno Leal Fonseca
18.Carlos Alberto da Silva Braga Jr.
19.Daura Irene Xavier Hage
20.Elania Gomes da Silva Souza
21.Elzilene Maria Lima Araujo
22.Francisco Luzinor Araujo
23.Hugo Nazareno de Souza Cardoso
24.Jaciara Conceição dos Santos Pina
25.José Marcos do Nascimento
26.Jurema Karla Ferreira Lima
27.Kelly Karina Nascimento Silva
28.Letícia de Paula Lima Araujo
29.Maria Margarete Nascimento Silva
30.Maria Robervânia Matias Lima Nascimento
31.Mônica Alexandra da Costa Pinto
32.Mylene Vânia Carneiro Rodrigues
33.Osvaldo Nazaré Pantoja Paraguassu
34.Romero Pereira da Silva
35.Rômulo Augusto da Silva
36.Sada Sueli Xavier Hage Gomes
37.Wagner de Souza Lira
38.Warlei da Silva Alves

Nesse processo, o juiz Elder Lisboa também determinou, dentre outras medidas que deem eficácia a sua lavra, que o Banco Central rastreie e bloqueio valores em contas cuja titularidade seja dos demandados na ação, até o montante de R$ 6.619.584,19.

Alega o MPE-PA, nessa ação, que os demandados praticaram contratações irregulares de pessoal, incluíram pessoas na folha de pagamento para apropriação de seus vencimentos, e aumentaram vencimentos de servidores de forma fraudulenta.

Os demandados podem pedir reconsideração ao próprio juiz singular que decretou a medida, e serem, ou não, atendidos, ou podem recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado demandando a revogação da liminar.

10 comentários:

  1. Como o assunto é a Assembleia Legislativa, destaque-se a notícia veiculada na edição de hoje (14 de novembro)do Jornal O LIBERAL, Coluna Repórter 70, Poucas Linhas:

    "A eleição para a mesa da AL será realizada na primeira ou na segunda semana de dezembro. As articulações já começaram. O candidato do governo é mesmo o deputado José Megale.".

    "Os tucanos vão dar a primeira secretaria da Mesa para o PT. Aliás, houve uma reunião de articulação entre o governador Simão Jatene e os deputados Manoel Pioneiro e José Megale.".

    As ORM (Organizações Rômulo Maiorana), que já se valem da soberba de quem se sente avalista eleitoral e artífice midiático da vitória do prefeito eleito de Belém, Deputado Federal Zenaldo Coutinho (PSDB)e de ser tutor político não só de Zenaldo Coutinho, mas também do próprio governador tucano Simão Jatene, agora afirmam emplacar o candidato midiaticamente por eles lançado e apoiado à Presidência da Assembleia Legislativa, Deputado José Megale (PSDB)e, por via de conseqüência, se vangloriam de estarem politicamente fortalecidos.

    Romulo Maiorana Júnior, o Rominho, retoma a cruzada dos Maiorana contra Jader Barbalho.


    ResponderExcluir
  2. Seu partido avaliou errado quando trocou Ana Júlia por Jatene. O paredão amarelo que se formou no estado e principalmente na grande Belém, dá para avaliar como será 2014. Os tucanos são bicudos e experientes demais, enquanto os Petistas estavam só começando e a Ana atrapalhou. Sorte para nós paraenses e belenenses.

    ResponderExcluir
  3. A deputada CILENE TAPIOQUINHA COUTO, filha do TAPIOCA MOR, vai ter que engolir um sapo graúdo. Seu Pai chamou meio mundo de ladrão no Senado, fazando clara referência ao Senador Jarder Barbalho. Porém, esqueceu o TAPIOCA MOR, que Jader, diferente do TAPIOCA MOR, não tem nenhum Filho envolvido em falcatruas. Né CILENE TAPIOQUINHA COUTO?

    ResponderExcluir
  4. E os bens do deputado Megale, quando serão bloqueados?
    Li e reli em diversos meios de comunicação que foram encontrados na devassa praticada pelo MPE vários cheques da ALEPA assinados pelo referido parlamentar. Daí decorre a minha ingênua surpresa pela ausência de seu nome no rol publicado pelo Ministério Público.
    Ou ainda vai haver uma listagem suplementar?
    Responda Promotor de Justiça.

    ResponderExcluir
  5. Deputado, quando esta gente que barbalizou com o nosso podre dinheirinho vai devolve-lo? Continuo dizendo que se o nosso país fosse sério toda esta gente a muito já estaria na cadeia sem direito a "prisão especial".

    ResponderExcluir
  6. 36.Sada Sueli Xavier Hage Gomes a irmã de daura hage está rindo da justiça seu filho wilame tiago hage gomes estava em new york tirando umas férias do seu exaustivo trabalho que é um quiosque de bonecos no shoping boulevard e ele o wilame teve empresa que prestou serviço pq ele não tem os bens bloqueados e esse quiosque no boulevard que só é boneco importado caros demais tem dinheiro do povo ai.

    ResponderExcluir
  7. Deputado, com a clareza cartesiana do seu raciocínio, além da ordem geométrica do pensamento e da expressão e, sobretudo, sendo - como és - artesão consumado da palavra dirigida a um efeito deliberado, me permita a sugestão:

    Faça um post acerca das articulações à sucessão do atual Presidente e demais membros da Mesa Diretora da Assembleia.

    Tente esboçar o contorno definitivo desta eleição, haja vista que o vencedor desfrutará de um grande poder e, consequentemente, de uma posição proeminente no cenário político paraense, cujo exercício impõe a ética do comportamento na gestão; o senso da responsabilidade; o valor do compromisso e a segurança da palavra empenhada: lisura, dedicação e sacrifício.

    No fragor da controvérsia relativa ao pleito em comento, aguardo sua opinião sempre medida, os fatos na ordem exata, nenhuma conclusão antes da premissa, nenhum excesso, nenhuma falta, que evita o frívolo, o ambíguo, o obscuro, que aperfeiçoa, no mais alto grau, a técnica do que esclarecer. Que organiza a divergência e mantém uma serenidade impertubável.

    Abraços, meu líder!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O farei oportunamente. Na qualidade de líder do PMDB não posso tratar um assunto que está em flagrante ocorrência sob pena de opiniões próprias serem tomadas por posições partidária. Como fiz à época em que elegemos Juvenil, e escrevi "As crônicas da eleição na Alepa", voltarei a publicar, após findo o processo, tudo o que ocorreu.

      Excluir
    2. Confio que farás com esplêndida exatidão, porque és um combatente inato e destemido das causas que abraças. Tudo quanto dizes ou escreves está a serviço de um desfecho. Não há restos na tua fala nem na tua escrita. És um dos melhores argumentadores que jamais conheci.

      Excluir
  8. O Parazinho abestado,não aparece ninguem pra lavar com creolina as escadas deste podre poder... Onde andas povo cabano?

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.