Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Feliz 2015!

A noção de tempo e a sua organização em escalas é uma espetacular elaborações do intelecto. Ainda sob as cavernas começamos a elaborar escalas temporais: valiam-nos os astros. Eram as posições e as formas deles no firmamento que nos determinavam os períodos mais sofisticados para as atividades de subsistência. Tudo na vida se relaciona com o tempo. A Bíblia, em uma das suas mais belas e poéticas passagens, sentencia, em Eclesiastes: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar; Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar; Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora; Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de est

Simão Jatene anuncia 55 nomes para o seu terceiro governo

O governador Simão Jatene anunciou, durante todo o dia de ontem (30), 55 nomes que irão compor a sua equipe de governo na administração direta e indireta. Seis secretários atuais foram mantidos nas respectivas pastas que ocupam desde o início do segundo mandato de Jatene: José Tostes, na Sefa; Alice Viana, na Sead; Paulo Chaves, na Secult; Daniel Nardin, na Secom; Adenauer Goes, na Setur e Renilce Nicodemos, na Seel. Os demais nomes são noviços na equipe ou foram remanejados de outras pastas, como foi o caso do secretário de Segurança Pública, Luiz Fernandes, que assumirá a Secretaria de Estado de Meio Ambiente. Seria mais acertado se Simão Jatene nomeasse para a SEMA 10 delegados, pois, há muito tempo, aquilo é um caso de polícia. Abaixo, em um infográfico elaborado por João Ramos, para a ORM News , os principais nomes ontem (30) anunciados: Além dos secretários acima relacionados, foram anunciados: 1.Roberto Amoras para a AGE 2.José Francisco para a Casa do Trabalhador 3.Orla

Ministério Público Eleitoral pede a cassação de pelo menos 6 governadores eleitos

Matéria da edição de hoje (30) do “Estado de S. Paulo” resenha que “ ao menos seis governadores eleitos em outubro são alvo do Ministério Público Eleitoral (MPE) em pedidos de cassação de seus mandatos por suspeitas de terem cometido irregularidades .”. Os pedidos, reporta o jornal, atingem também os respectivos vice-governadores eleitos. O Estadão faz a lista, que tem três nomes do PT, um do PSDB, um do PSB e um do PDT: > Fernando Pimentel Fernando Pimentel (PT-MG), relata o MPE, praticou “ inaceitável abuso de poder econômico ", inclusive, prossegue o procurador eleitoral, o próprio TRE-MG reprovou-lhe as contas de campanha alegando que os seus gastos extrapolaram R$ 10,1 milhões do “ limite de despesas de R$ 42 milhões previstos inicialmente .”. > Camilo Santana O cearense Camilo Santana (PT) é acusado “ de utilizar irregularmente recursos públicos do Fundo de Combate à Pobreza para a construção de banheiros ” e de usar recursos de convênios estaduais repassados a mun

Moara Brasil

A foto acima é da artista plástica paraense, Moara Brasil, que se destacou na edição paulista do Art Battle , realizado em novembro, onde os participantes têm 20 minutos para pintar uma tela com tinta acrílica a serem julgadas pelo voto do público presente. No evento, Moara participou caracterizada como uma índia. Pelo destaque, Moara participou hoje (30) do programa “Encontro” de Fátima Bernardes, na Globo. Para ver algumas pinturas em acrílico de Moara clique aqui . E aqui a página de Moara no facebook .

Dar voz de prisão virou moda e agora até tenente apela para o artifício porque perdeu o voo

Parece que as autoridades nacionais decidiram que há um só meio para resolver os casos fortuitos em que se encontram: dar voz de prisão a quem eles acham ser a imediata causa dos seus infortúnios. Dar voz de prisão avacalhou-se a tal ponto que agora até um tenente da Aeronáutica, acometido de um chilique, deu voz de prisão a um funcionário da TAM, no Aeroporto Internacional de Brasília, ontem (29). O tenente, cujo nome a imprensa ainda não declinou, e a esposa perderam o voo porque a TAM mudou o portão de embarque (o que é fato corriqueiro) e afirma que assim agiu porque o funcionário da TAM “ fez chacota da situação deles ”. O funcionário nega e retruca que foi humilhado pelo tenente. Perder um voo, em qualquer circunstância, é um tormento singular, mas não consta na legislação nacional, e nem em qualquer compêndio de direito comparado no planeta Terra, que sofrer “chacota” autoriza quem quer que seja a emitir voz de prisão a quem quer seja. É uma pena que essa moda viceje quando

Smartphones android são 91% dos vendidos no Brasil, seguidos pelos Windows Phone e iPhone

O Windows Phone, embarcado nos smartphones Lumia, da Nokia, cuja divisão referente é propriedade da Microsoft, passou o iPhone em vendas e é o segundo mais vendido no Brasil. O android segue absoluto na liderança de vendas: 91% dos smartphones vendidos no Brasil rodam a interface escrita pelo Google, enquanto o Windows Phone e o iPhone dividem os 9% restantes. O torque do Windows Phone não se dá pela interface, pois embora esta rode com garbo, estabilidade e fluidez, o ecossistema de programas oferecidos na Windows Store é pobre, enquanto que o iPhone tem, na Apple Store, dezenas de milhares de variados aplicativos e jogos para satisfazer os consumidores. O Windows Phone vende mais que o iPhone por conta dos preços: enquanto o iPhone parte de R$ 1 mil com o seu já ultrapassado 4S até o absurdo de R$ 3,6 mil com o 6 Plus, os Lumias partem de R$ 300 até R$ 2 mil, com mais de 6 aparelhos intermediários. E é exatamente na variedade de marcas e preços que os smartphones android fa

A febre do ouro

A foto acima, tomada pela britânica Heidi Woodman, é uma das finalistas do Visual Storytelling Awards, concurso de fotografias no Reino Unido. A foto mostra um trabalhador labutando em um garimpo manual de ouro em Gana, na África Ocidental.

Camargo Corrêa negocia acordo de leniência

A tática de, mesmo ao arrepio da legislação penal vigente, manter presos os executivos das empresas envolvidas no Petrolão, para pressioná-los a usar os cotovelos como boca, surtiu efeito. Anunciou no sábado (28), a “Folha de S. Paulo”, que a Camargo Corrêa, que está com os três principais diretores encarcerados, negocia com o MPF um acordo de leniência, que é o correspondente da delação premiada das pessoas físicas. > Empresa guarda segredos da República Se a Camargo Corrêa, que convive com o poder desde a ditadura, passando por todos os governos democráticos (FHC era hóspede ilustre dos Camargo, na mansão à beira do Lago de Tucuruí, quando se construía a hidrelétrica), resolver dizer o que sabe do Petrolão, o monte de cartas sobre a mesa precisará de vários baralhos, pois a Toyo Setal, que já celebrou acordo de leniência, é mera coadjuvante nessa película, sem maiores inserções no já chamado “Clube do Bilhão”. Por enquanto, segundo a “Folha”, foi feito o primeiro contato dos adv

Revista VEJA: Jader Barbalho é um dos melhores do Congresso. Aécio Neves tem nota zero

“VEJA publica pelo quarto ano o seu “Ranking do Progresso”, uma avaliação objetiva do desempenho dos senadores e deputados — que, sim, no conjunto, tratam o país com seriedade.” Assim a revista VEJA inicia a matéria, nas bancas nesse sábado, com a edição 2014 do “Ranking do Progresso”. Editado desde 2010 pela VEJA em parceria com o Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o “Ranking do Progresso” tem como foco a análise do parlamentar no que diz respeito as suas atitudes frente as proposições “ capazes de contribuir para um país mais moderno e competitivo ”. > Jader Barbalho entre os melhores Para a desdita dos seus adversários, a revista reconhece no senador Jader Barbalho um dos melhores parlamentares do Congresso Nacional. A revista lavra que em 2014 se repetiu a prática contumaz da agenda congressual ser pautada por projetos enviados pelo Executivo, mas “ as intervenções e modificações introduzidas pelos parlamentares ” foram

Geraldo Alckmin é o Conselheiro Acácio da paulicéia desvairada

As estatísticas oficiais divulgadas pelo governo de São Paulo revelam que os roubos naquele estado se elevaram ao maior patamar já registrado desde 2001: entre janeiro e novembro de 2014 foram notificados 286.523 roubos. O governador Geraldo Alckmin (PSDB), questionado sobre a estatística, saiu-se com uma pérola contumaz na boca dos amarelões cuja principal desculpa é comer barro: os roubos chegaram a esse patamar porque o estado de São Paulo já tem notificação eletrônica do crime. Agora, segundo Alckmin, quem é roubado não mais precisa ir à delegacia, bastando acessar o sítio referente na internet e notificar a tunga, portanto, as notificações aumentaram, aumentando as estatísticas. A emenda do governador é pior do que o soneto, pois, em estando ele correto, comprova-se que, em São Paulo, sempre se roubou muito mais (eu não estou falando do Trensalão) do que as estatísticas oficiais publicam, e desde sempre a segurança pública do tucanato, em São Paulo encastelado há duas décadas, é

Reforma política vai para o escanteio

Uma das vítimas do Petrolão é a reforma política. O governo, e o PT, fragilizados com o escândalo que permeia diversos partidos da base, não terão tento para tocar a agenda dentro do Congresso, onde as principais teses da reforma encontram resistência. Resta a pressão de fora para dentro do Congresso, mas mesmo a população tem um entendimento arredio aos pontos chaves da reforma, como o voto em lista e o financiamento público. O PT mantém o cronograma deliberado e anuncia que a “Campanha pela Reforma Política” terá início no dia 10 de fevereiro, quando o partido completa 35 anos. No cronograma do PT a proposta será enviada ao Congresso em junho. Como 2015 acabou antes de começar e será pautado pela macro e microeconomia e pelo desdobramento do Petrolão na Justiça, o qual, creio, será tocado no trote regular que marchou o Mensalão, as eleições municipais de 2016 ainda serão tocadas no mesmo sistema que já apodreceu, mas se mantém no galho pelas convenientes escoras que lhe encosta o st

Os porquês

Drops de camu-camu

> Viúva de “Chaves” coloca os imóveis à venda Florinda Bolaños, viúva de Roberto Bolaños, criador do personagem "Chaves", falecido no final de novembro, colocou placa venda nos dois imóveis que o casal mantinha no México: um na Cidade do México e outro em Cancun, onde Bolaños faleceu. Alega a Senhora Bolaños que os imóveis são demasiado grandes para ela viver sozinha, e que ambos serão vendidos com todo o mobiliário, adornos e quadros, exatamente como Bolaños deixou. Publicou o jornal mexicano El Universal, que a fortuna legada por Bolaños beira os US$ 800 milhões (R$ 2,1 bilhões) e que os imóveis à venda, devido ao simbolismo, atingem valores superiores aos preços que seriam praticados em vendas similares. Se você estiver interessado em adquirir um dos imóveis – aconselho o de Cancun – entre em contato com a Senhora Bolaños pelo casaschespirito@gmail.com . > Investidores de cidade norte-americana acionam Petrobras na Justiça Informa a Bloomberg que a cidade de Pr

Então é Natal…

As pinturas do nascimento de Cristo têm foco na figura de Maria acalentando O Salvador. A figura paterna é dogmaticamente coadjuvante em razão da concepção de Maria sem Pecado Original e da Virgindade Perpétua de Nossa Senhora. Muitos confundem esses dois conceitos. O dogma da concepção de Maria sem Pecado Original não se refere à virgindade na concepção de Cristo e sim de Maria ter nascido e vivido pura, não tendo jamais pecado e sequer tendo tido a vontade de pecar. É o dogma que a Igreja Romana celebra como “ A Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria ”. O termo “conceição”, aí, significa a imaculabilidade como modo de vida, ou seja, Maria, desde sempre, optou por uma vida sem pecados. Ao mistério do nascimento de Cristo, conservando, a Santíssima Virgem, a castidade, a Igreja denomina “ A Virgindade Perpétua de Nossa Senhora ”, atribuindo a paternidade de Cristo ao Próprio Deus. Assenta-se nesse princípio a descoloração de José, o esposo de Maria, nos afrescos que retrat

Dilma Rousseff anuncia 20 ministros. Helder Barbalho é o ministro da Pesca

Ontem (23) a presidente Dilma Rousseff formalizou 13 convites para compor o ministério do seu segundo mandato. Foram definidos os 6 nomes do PMDB, que ficou com as pastas das Minas e Energia, Agricultura, Aviação Civil, Pesca, Turismo e Portos. A presidente Dilma, por moto próprio, definiu os titulares das pastas de Educação, Relações Institucionais, Direitos Humanos, Controladoria-Geral da União, Fazenda, Planejamento, Igualdade Racial e Banco Central. O ex-presidente Lula encaçapou o ministro da Defesa, que será Jaques Wagner, governador da Bahia, cujo mandato encerra nesse  31.12.2014. O PT permanece com a pasta das Comunicações, o PRB com os Esportes, o PCdoB com Ciência e Tecnologia, o PR permanece com os Transportes e o PSD fica com o Ministério das Cidades. Abaixo os titulares das 20 pastas já definidas:

Airbus entrega o seu primeiro A350, o avião mais moderno do mundo

A francesa Airbus fez uma merecida festa ontem (22) ao entregar à Qatar Airways o primeiro A350 XWB, o seu modelo mais novo e quiçá um dos mais modernos do mundo. O A350 é uma resposta da europeia à norte-americana Boeing, que lhe bateu em encomendas ao colocar para voar o avançado 787 Dreamliner e já tem sucesso consagrado com o famoso Triple Seven, o belíssimo 777. > Custo de desenvolvimento O desenvolvimento do A350 custou à Airbus R$ 36 bilhões, mas as credenciais da joia voadora são matadoras: dois motores Trent da Rolls-Royce levantam do chão a fuselagem XWB (Extra Wide Body) composta 53% de fibra de carbono, o que torna a aeronave mais leve, conseguindo maior impulso dos Trent, com maior economia de combustível e velocidade superior ao A330 e ao próprio 777 da Boeing. O primeiro jato entregue à Qatar Airways foi um A350-900, com 36 assentos na classe executiva e 247 na econômica. A Qatar encomendou 43 A350-900, com capacidade para até 314 passageiros e 37 A350-1000, com ca

Sem comentários…

Dilma Rousseff confunde o procurador-geral com o conselheiro-geral da República

A presidente Dilma Rousseff está mal assessorada. Já que o ex-presidente Lula recuou do coaching que fazia para o governo, ela precisa contratar um bom gerenciador de crise. Prestes a nomear alguns novos ministros para o Dilma II, a presidente foi apanhada pela publicação da lista dos 28, onde há fortes candidatos ao ministério. Ao invés de chamar os padrinhos dos citados e pedir outros nomes, a presidente saiu-se com a pérola de declarar que vai consultar o Ministério Público para saber se há algo contra alguns candidatos. > Joaquim Barbosa reage O ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, aposentado desde julho, ao ler a notícia, não se rogou e disparou no seu Twitter : Alguém precisa avisar a presidente que o procurador-geral da República, que ela ensaia fazer de conselheiro-geral da República, está obrigado a guardar sigilo das informações que lhe chegam até que o ministro relator do caso retire o caráter sigiloso do processo, portanto o Janot não pode ir dizendo “sim”, ou “não”

Compre ações da Petrobras que o lucro é garantido

Tenho dito a amigos, nas minhas análises de mesa de boteco, onde só bebo Coca-Cola, que se eu fosse um player do mercado de ações, enquanto muitos fundos vendem, realizando prejuízos, eu compraria, agora, o máximo de ações da Petrobras que o meu dinheiro desse. É claro que a queda das ações da Petrobras é circunstancial e elas voltarão a subir ao patamar de antes da crise assim que a empresa for saneada, e será. Aí seria a hora de realizar o lucro. E muitos fundos sabem disso, ou não estariam correndo para comprar pela metade do preço de três meses atrás. Quem está vendendo agora são os fundos ultraconservadores. Não para minha surpresa, mas para ratificar o que digo, leio hoje que um dos maiores players globais do mercado de ações, o bilionário norte-americano George Soros, é um dos maiores compradores das ações da Petrobras, desde que elas começaram o declive. A Soros Fund Management , que administra cerca de US$ 28 bilhões, comprou, apenas no terceiro trimestre de 2014, 5,1 milhões

Ações do Trensalão tucano apontam desvio de R$ 1 bilhão e já bloqueiam R$ 60 milhões

Enquanto todas as atenções se voltam para o Petrolão, segue em frente, mas sem direito às manchetes, as ações penais advindas do que, no jargão dos aumentativos, se chama Trensalão , o propinoduto operado durante os governos tucanos de São Paulo, entre 1988 e 2008, nas obras do metrô. Abaixo o que a PF conseguiu apurar com o indiciamento de 33 pessoas ligadas ao esquema, entre elas servidores da antessala dos governadores José Serra e Geraldo Alckmin, que não foram indiciados porque não sabiam de nada. Se qualquer outro mortal, como eu por exemplo, jurar que não sabia de nada em um depoimento, sai preso da audiência por desacato a autoridade.

Lava Jato já firmou 12 acordos de delação premiada e seis acordos de leniência

Reportou ontem (21) o jornal “O Globo” que a Operação Lava Jato já conta com 12 delações premiadas, pelas quais “ envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras contribuem sobre o esquema em troca de uma pena mais branda ”. As duas delações mais importantes são a do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef. Além deles, firmaram acordo de delação premiada os empresários Júlio Camargo e Augusto Mendonça, da Toyo Setal; Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras; Carlos Alberto Parreira da Costa, gestor de empresas de Youssef; e Luccas Passe Júnior, assistente da doleira Nelma Kodama. Os demais nomes ainda não foram revelados. > Acordo de leniência Além das delações premiadas, firmaram acordo de leniência (grosso modo, uma delação premiada empresarial) as seis empresas do Grupo Toyo Setal, no qual se comprometem a colaborar com informações em troca de não serem alvos de punições, além de pagamento de uma multa de R$ 15 milhões. As informações prestadas p

Procuradoria da República pede a cassação do diploma de Jatene, Zequinha Marinho e mais 46

Os ranfastídeos que tomam críticas dos adversários de Simão Jatene como “não aceitação da vitória”, ver-se-ão obrigados a colocar no rol dos despeitados a Procuradoria da República no Estado do Pará. Ontem (19), ao mesmo tempo em que Jatene era diplomado, os procuradores da República protocolavam ação de investigação judicial eleitoral contra ele e seu vice, Zequinha Marinho, por abuso de poder econômico e compra de votos. > Tucanos compram votos!?! Segundo a Procuradoria da República sim. O abuso e a compra se teriam dado na lambança que Jatene fez com o programa Cheque Moradia, assunto já tratado aqui, quando opinei que, se devidamente apreciado, tem muque para derrubar o governo. Para o MPE, Simão Jatene e Zequinha Marinho “ se utilizaram do cargo público eletivo já ocupado e exerceram influência nas eleições por meio do programa Cheque Moradia, com a finalidade de obter votos para a candidatura à reeleição, prejudicando a normalidade das eleições ”. Com base nas provas e di

Negócio de família

O governo do Pará, na tal reforma administrativa arrancada da Alepa a fórceps, extinguiu 13 órgãos e criou 15, e ainda alardeia que o estupro foi para enxugar a máquina. A respeito da extinção de vários órgãos ligados à cultura, o artista plástico, Armando Sobral , diz o seguinte no seu facebook : “O PARÁ VIROU UM NEGÓCIO DE FAMÍLIA Afinal, o que está por trás de toda essa estupidez em determinar extintos o mais importante instituto e fundação de fomento à cultura do estado e de complementação à formação de jovens e adolescentes? Primeiro, pela vaidade típica do populista barato em deixar seu símbolo de gestão que, no caso, é o obscuro Pró-Paz, uma entidade assistencialista administrada pela filha. Outra, mais perversa, é concentrar na tal Fundação Pró-Paz todas as negociatas do governo, acabando com as ‘concorrentes’  IAP [Instituto de Artes do Pará] e FCV [Fundação Curro Velho]. Como todos sabem, uma fundação, além de contar com orçamento direto previsto no PPA, pode ameal

Os políticos delatados por Paulo Roberto Costa

O jornal "O Estado de S. Paulo" divulgou ontem (19) os nomes dos políticos delatados pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso em março pela Operação Lava Jato. Costa citou ao MPF 28 políticos supostamente beneficiados pelo esquema de corrupção que existia na petroleira. A lista é eclética: vai de deputados federais, passa por senadores, e termina em ministros e governadores. Na quinta-feira (18), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, declarou que apresentará ao Supremo Tribunal Federal (STF), a partir de fevereiro, pedidos de abertura de investigação ou denúncias contra os políticos citados nas delações. Abaixo a lista publicada pelo Estadão: Segundo o Estadão, todos os citados foram procurados e negaram qualquer envolvimento, e que apenas os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e Benedito de Lira (PP-AL) e os deputados José Otávio Germano (PP-RS) e Simão Sessim (PP-RJ) não quiseram se pronunciar.

Abilio Diniz compra 10% do Carrefour no Brasil e volta ao jogo do varejo

Depois de ser arredado do próprio grupo que seu pai criou, o Pão de Açúcar, pelo financista francês Jean-Charles Naouri, Abilio Diniz, hoje presidente do conselho da poderosa Brasil Foods (BRF), volta ao varejo com a compra de 10% das operações brasileiras do Carrefour. A reentrada de Diniz, que pagou R$ 1,8 bilhão pela operação, é sintomática: o Carrefour é o principal concorrente do Pão de Açúcar no Brasil e se o empresário conseguir imprimir a filosofia de trabalho, focada no cliente, que as lojas do Pão de Açúcar tinham, pode ser que a estratégia de Naouri no Brasil, que foca no lucro, tenha que mudar. Desde que Diniz se afastou do comando do Pão de Açúcar foi flagrante a mudança de foco e vários serviços que não davam lucro, mas fidelizavam a clientela, foram interrompidos. Sem opções, pois as outras redes, idem, não oferecem os serviços, o cliente continuou, mas insatisfeito e reclamando que o “ Pão de Açúcar não é mais o mesmo ”. Com aquisição dos 10% das opções brasileiras