02/01/2017

Procure emprego no Paraguai

Shot 002

No Brasil o desemprego fechou o ano de 2016 nas bordas dos 12%, o que é um exército de aproximadamente 12 milhões de pessoas aptas a exercer uma atividade laboral.

O número de desempregados no Brasil é quase o dobro de toda a população do Paraguai e lá a taxa de desemprego caiu em 2016 e tende a cair mais em 2017.

É que as fábricas do Sul e Sudeste do Brasil estão emigrando para o Paraguai, para se beneficiarem da energia elétrica barata e da mão de obra menos cara, devido às menores cargas tributárias sobre a folha de pessoal e de um único imposto de 1% sobre a produção.

Os industriais brasileiros são atraídos pela Lei da Maquila (Lei da maquiagem) que facilita que se transfiram plantas industriais para produzir bens “Made in Paraguaia”, mas que na verdade são apenas montados lá e a produção tem de ser 100% exportada, para não interferir no mercado local.

A estratégia guarani tem dado resultados, pois com a crise brasileira, o cenário mundial cada dia mais competitivo e mantidos os atuais marcos legais trabalhistas nacionais, aliados à burocracia que torna a abertura e manutenção de empresas no Brasil um parto com alta taxa de mortalidade, tem levado o empresariado mais próximo das facilidades a expatriarem as suas linhas de montagem.

Desde 2014, 78 fábricas brasileiras abriram as portas no Paraguai gerando 11,3 mil empregos. Há 124 pedidos firmes de abertura de fábricas brasileiras no Paraguai para 2017, entre eles, duas fornecedoras de peças para montadoras de automóveis.

Eu já venho dizendo há muito tempo que o Brasil precisa sair do século 19 ou perderemos o que nos resta da segunda metade do 21, pois a primeira metade dele já foi para o brejo.

2 comentários:

  1. Ai entra a tal da teoria da "economia criativa" ao qual o teu partido esta partindo pra aplicar na pratica no país(ou seja: se vire. seja criativo pra ganhar dinheiro. queres um exemplo: os "DJs " que gravam musicas em Pen Drives nas feiras e espaços publico). Mas tudo tem um preço...uma hora essa turma que carrega esse "fardo" trabalhista ,vai abrir os olhos e dizer: Pra que eu pago previdencia social , afinal? pra que ter desconto em folha pra ter uma aposentadoria se eu posso escolher outro meio de me manter lá na frente? tudo vai se ajustar a seu tempo... mas de forma diferente ao que os parasitas pensam.

    ResponderExcluir
  2. Empregos no Brasil: perguntas.


    1. Algum deputado federal da base aliada do presidente Michel Temer está ocupado em redigir uma lei obrigando todas as pequenas, médias e grandes empresas a admitirem em seus quadros (não é a mesma coisa que manterem) homens e mulheres na faixa etária entre 50 e 65 anos?

    2. Algum deputado... está ocupado em... facultando uma espécie de contribuição previdenciária aos cidadãos brasileiros a partir dos 10 anos de idade - ex: uma contribuição de 5% do salário mínimo até que complete 21 anos?

    3. Até quando o Ministério Público do Pará vai fingir cinicamente que os 'processos seletivos' realizados por Simão Jatene há mais de 10 anos são de fato 'situações excepcionais' e substituem o verdadeiro concurso público como forma de ingresso no serviço público estadual?

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.