09/01/2017

Governo do Pará gastará R$ 39,6 milhões com propaganda em 2017

Shot 007

Se há uma coisa que não se verga à crise é a publicidade institucional. É através dela que todos os governos, sem exceção que se honre, exercem desavergonhada propaganda eleitoral extemporânea para promover o gestor de plantão.

Nessa seara o governo do Pará faz questão de extrapolar sempre, e mesmo com cortes anunciados e serviços públicos sofríveis, Simão Jatene prevê torrar R$ 39,6 milhões em propaganda, em 2017.

Mas não nos iludamos: sempre há um aditivo daqui e outro dacolá nesses contratos públicos e quando 2017 se finar é bom dar uma olhada no que foi executado e não será surpresa se a conta tiver subido

Até dezembro de 2015, o governo do Pará já havia liquidado, desde 2011, R$ 216 milhões em propaganda. Havia uma previsão de R$ 40 milhões para o ano de 2016, o que autoriza afirmar que, desde janeiro de 2011, quando assumiu o governo, Simão Jatene já gastou cerca de R$ 256 milhões com propaganda.

E com mais esses R$ 39,6 milhões previstos para 2017, se apenas nisso ficar, em sete anos a propaganda pura simples terá levado R$ 295,6 do bolso dos paraenses, o que vem a ser uma média de R$ 42,2 milhões por ano ou R$ 3,5 milhões por mês.

Fazer o que? Nesse contexto, a mentalidade do político brasileiro – e ele leva isso para a administração pública – é de um fordismo extremo. Foi Henry Ford quem disse que “se ele tivesse um único dólar, investiria em propaganda”.

A diferença aí é que o dólar era dele.

6 comentários:

  1. Francisco Márcio09/01/2017 12:35

    Vamos as questiúnculas:

    1) Já ouvi que essa frase é de Rockefeller, mas o Dr. é o Sr...

    2) Não concordo com esse gasto. Mas pergunto: Já pensou na popularidade do Governador se dependesse só do seu grupo de comunicação?

    2) Como não vejo ( ao menos por ora ) como seu pupilo não ser o próximo Governador, vou fazer um print dessas matérias e, depois, conferir. Será diferente? V.Exa vai postar esses atos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser pode apostar e ganhará a aposta. A frase é 100% de HF. J.D Rockefeller, se tivesse que falar algo a respeito, talvez tivesse que colocar um "não" antes do verbo investir e optaria por colocar o dólar em perfuração de poços de petróleo.
      A resposta ao item 2 já está na postagem: "sem exceção que se honre".

      Excluir
  2. Não concordo de gasto de Governo com publicidade, mas se tivesse alguma sobrinha para o Grupo RBA ninguem noticiaria.

    ResponderExcluir
  3. Francisco Márcio09/01/2017 15:41

    Então, quer dizer que seu pupilo, nesse quesito, fará mais do mesmo? Assim, deixemos o PSDB, ao menos as divisões já estão assentadas...

    ResponderExcluir
  4. um cara que tem o filho preso e ainda tem a cara de pau de fazer um video dizendo que é um ABSURDO...oq podemos esperar?? nada!!

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.