04/11/2016

Jogando ensaiado

Shot002

O ex-presidente FHC diz que não autorizou e até escreveu nota negando a intenção, mas o seu ex-chefe de Gabinete na Presidência da República, Xico Graziano causou no mundo político na quarta-feira (3) ao assinar um artigo, publicado na Folha de S. Paulo, lançando-o como um nome do PSDB para disputar a eleição presidencial de 2018.

Sob o título "FHC Presidente", o artigo de Graziano levantou as orelhas de Aécio Neves, o preferencial para a vaga, e suspendeu as sobrancelhas de Geraldo Alckmin, o governador de SP, que se fortaleceu na disputa ao eleger João Doria para a prefeitura de São Paulo.

Questionado sobre a idade de FHC para a campanha e para o cargo, caso fosse eleito, Graziano não se fez de rogado e passou Andiroba no ego do chefe ao compará-lo com o herói inglês na Segunda Guerra Mundial, o ex-primeiro ministro britânico Winston Churchill.

Churchill voltou e pacificou o país. A idade pode favorecer nesse sentido, na experiência. Já a juventude pode trazer um louco”, tascou Graziano.

É bem certo que Churchill, em avançada idade, foi providencial para soerguer a Inglaterra depois da Guerra, mas essa asserção e razão de Graziano não se sustenta no contrário senso, pois tem idoso varrido de doido e jovem de mente e corpo são.

O fato é que tem gente no PSDB, prevendo a iminência de Aécio Neves tropeçar nas pedras da Lava Jato, tentando encontrar uma alternativa a Alckmin e a Serra, que também se chamusca, e já impetra uma espécie de Habeas Corpus com FHC, como um tertius nas tais prévias que os tucanos inventam experimentar.

Um comentário:

  1. Esta pedra foi cantado pelo O Antagonista em 28/09:

    "FHC QUER VOLTAR À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

    Brasil 28.09.16 10:40
    Ontem, publicamos que FHC tinha um sonho.

    O sonho de FHC repousa no parágrafo primeiro do artigo 81 da Constituição Federal.

    De acordo com o artigo, no caso de vacância dos cargos de Presidente e Vice-Presidente da República, nos dois últimos anos do período presidencial, a eleição para ambos os cargos será feita trinta dias depois da última vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei.

    FHC aposta na cassação da chapa Dilma/Temer, pelo TSE, no ano que vem, para ser eleito indiretamente Presidente da República".

    http://www.oantagonista.com/posts/fhc-quer-voltar-a-presidencia-da-republica

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.