08/06/2016

Preso o sujo que prendia os mal lavados

Shot 005

Eu sempre digo que o Brasil é o melhor país do mundo. Parafraseando Gonçalves Dias, na sua bela Canção do Exílio, não há pássaro de além-mar que gorjeie como os daqui.

Eu já tinha falado aqui do herói nacional em que se tornou Newton Ishii, o vulgo “Japonês da Federal”, conhecido por escoltar as mais respeitadas figuras nacionais à carceragem da PF de Curitiba, nos desdobros da Lava Jato, mas que na verdade era uma espécie de Macunaíma, o herói sem caráter, inventado por Mário de Andrade, com um quê de álter ego do fenótipo nacional.

O nissei Macunaíma, que era o sujo conduzindo os imundos ao cadafalso, hoje pela manhã como diz um amigo meu que faz pleonasmo com os pronomes, teve que “se conduzir-se a si mesmo” à carceragem da PF de Foz do Iguaçu, pois a condenação de quatro anos e dois meses de prisão, por facilitação de contrabando, que já lhe fora imposta em duas instâncias, transitou em julgado na terceira, o STJ, em março desse ano.

Ishii, que se apresentou à carceragem hoje pela manhã, cumprirá a pena em regime semiaberto e deverá ser desligado da PF, já que foi condenado por crime perpetrado no múnus da sua função.

O que a PF jamais deveria ter feito, era ter permitido que um membro da corporação, já condenado por um colegiado, em grau de recurso, por corrupção, passasse a ser a face pública do combate à corrupção. 

E a força jamais poderia alegar desconhecimento, pois foi a própria PF quem procedeu as investigações e concluiu o inquérito que indiciou a triste figura.

6 comentários:

  1. Quem comete qualquer crime com o objetivo de não pagar imposto na verdade não comete crime! Tem que sonegar mesmo. Importo é ROUBO! É o Estado te usurpando o que é seu. Se uma Lei é injusta, você não só pode, como tem o dever de descumpri-la!

    ResponderExcluir
  2. Segundo o filósofo contemporâneo Tim Maia, " o Brasil é o único país em que além de puta gozar, cafetão sentir ciúmes e traficante ser viciado, o pobre é de direita " Exageros à parte, o Brasil tem essas coisas estranhas, difíceis de entender. A prisão em cela especial para quem tem curso superior deveria ser repensada, por uma questão absolutamente lógica. Quem vai a uma faculdade tem mais condição de discernir entre o certo e o errado que um ribeirinho que mora no Marajó ou nas entranhas do Piauí. Não cito esses lugares como forma pejorativa, mas por serem reconhecidamente lugares de baixo IDH. Outra coisa estranha é o foro privilegiado para certas categorias da sociedade, como os políticos, uma casta muito em voga. Se vc imaginar um absurdo na política, no Brasil há precedentes. Como disse o Tom Jobim, " o Brasil não é para principiantes " Dá no que temos visto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O anônimo é afiado em filosofos cantores.

      Excluir
    2. Olá. Nem é questão de ser afinado com essa ou aquela corrente de pensamento, cantores, inclusive. Se temos um espaço como o Parsifal nos concede, e o que é melhor, sem censura, o que não acontece com a Folha de Tucuruí, useira e vezeira em ato tão reprovável, temos que nos posicionar, e mais que isso, mostrar que a sociedade deve participar de debates, respeitando-se, é claro, as regras da civilidade. A opinião sobre cela especial para quem tem curso universitário e o foro privilegiado são da minha modesta lavra. Agora, que a coisa está desmantelada, isso está.

      Excluir
  3. Enquanto isso Jader Barbalho, Renan, Sarney e Cia. Ltda continuam soltinhos da Silva. Eita Brasil Paidégua.

    ResponderExcluir
  4. "Para cada politico preso existem mil políticos no crime!" Cicero F de Aquino

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.