07/03/2016

Vox populi: para 65%, condução coercitiva de Lula pela PF foi exagero

Shot 003

Um dia depois da condução coercitiva de Lula, o Instituto Vox Populi fez uma pesquisa “fast track”, com 15 mil pessoas, para saber a reação do brasileiro ao evento.

Embora a margem de erro para pesquisas do tipo seja alta (entre 5% e 7%), para minha surpresa, 65% dos brasileiros acham que a condução coercitiva de Lula pela PF foi “exagerada". Eu, como já disse aqui, estou incluído nesses 65%.

A pesquisa mostra ainda que há um considerável percentual de brasileiros, 43%, que desaprova a forma como o juiz Moro se comporta à frente da Operação Lava Jato.

Abaixo, alguns resultados da pesquisa:

Moro tem que tomar cuidado para não transformar Lula em vítima de um teoria da conspiração “para acabar com Lula”, que o PT, aproveitando as circunstâncias, começa a erigir para alavancar o ex-presidente e reaviar-lhe a candidatura à sucessão de Dilma em 2018.

O delírio do chavismo começou mais ou menos assim: na esteira de convulsões político-sociais na Venezuela, Hugo Chávez, depois de várias escaramuças com o status quo, foi preso. Saiu da cadeia na onda de uma enorme turba que o reconduziu ao Palácio de Miraflores e de lá governou por 14 anos, só deposto por um câncer.

13 comentários:

  1. 'A jararaca está viva'... bateram mas não acertaram a cabeça dela e sim o rabo. Profetizou Lula.

    Concordo com você e com a maioria: tem havido excessos.

    ResponderExcluir
  2. Lugar de bandido é na cadeia! E a PF errou em desde já não prender este ptralha.

    ResponderExcluir
  3. Francisco Márcio07/03/2016 09:41

    E tem mais pro Dr. Sérgio Moro, Lula é um às para a teatralidade ( mesmo com joão Santana, preso ). Tanto é assim que no início da operação disse à PF que só saía do apartamento algemado. A vitimização já começou...

    P.S: V.Exa viu seu novo codinome na concorrência? "Parsifalso". A maldade dessa gente é imensurável...

    ResponderExcluir
  4. errou? um bandido em fuga é oq? se fosse um criminoso de beira de estrada teria sofrido pior!!! uns mais iguais que os outros??

    ResponderExcluir
  5. Esse filme já vi.
    Colômbia / farc
    "A democracia restrita jogou parte da população para fora do jogo político. Nunca houve na Colômbia um partido trabalhista. Nunca. O caminho foi o das armas."
    situação exige cuidado e imparcialidade da justiça.não sou petista e muito menos de direita, mas apenas um pacato cidadão que vê com preocupação que está acontecendo. ninguém ta acima da lei, dai a pergunta, tantos citados pelos delatores e só para alguns o rigor da lei ?

    ResponderExcluir
  6. Nº 44, segunda-feira, 7 de março de 2016 COMPANHIA DOCAS DO PARÁ
    EXTRATO DE CONTRATO
    ESPÉCIE: Contrato de Transição; CONTRATANTE: Companhia Docas
    do Pará - CDP; CONTRATADA: IPIRANGA PRODUTOS DE
    PETRÓLEO S/A; OBJETO: Arrendamento transitório da instalação
    portuária indicada no parágrafo primeiro da cláusula primeira, para
    sua exploração, em caráter transitório; DO PRAZO: 180 (cento e
    oitenta), dias improrrogáveis, ou até que se encerre o processo licitatório;
    VALOR GLOBAL ESTIMADO: 651.991,80; FUNDAMENTAÇÃO:
    Resolução nº 2240 - ANTAQ, Leis nos 12.815/13 e
    8.666/93; DATA DA ASSINATURA: 19.02.2016; SIGNATÁRIOS:
    Parsifal de Jesus Pontes e Marcos Rodrigues de Matos, respectivamente
    Diretor Presidente e Diretor de Gestão Portuária da CDP e
    Francisco Assis Gonçalves Pereira e Flávio Machado Jacociunas,
    Gerentes da Contratada.

    ResponderExcluir
  7. Mas essa pesquisa tinha mesmo que ser da Vox Populi? Aí tem coisa, ou todo mundo já esqueceu do alinhamento do Marcos Coimbra?

    ResponderExcluir
  8. Pesquisa sem nenhuma credibilidade, parâmetros e dimensões não obedecidos. Direcionada claramente a militantes e favoráveis ao PT.
    Ridícula e sem embasamento técnico nenhum.
    Não merece nem ser divulgada.
    Pena que alguns, oportunistas, repliquem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oportunamente, você poderia enumerar os parâmetros e as dimensões que não foram obedecidos, para que possamos desoportunar as replicagens?
      Qualquer coisa merece ser divulgado, até mesmo para que os experts possam demonstrar a deosobediência dos padrões.

      Excluir
  9. O Vox Populi diz ter entrevistado 15.000 pessoas em todo o Brasil. No entanto não é possível checar os relatórios da pesquisa no site da organização porque o mesmo está fora do ar. A pesquisa foi disponibilizada na página do Vox Populi nas redes sociais e foi replicada por páginas da blogosfera governista como Diário do Centro do Mundo, Brasil 247 e Revista Fórum. Um amadorismo completo não é mesmo? Não. Se trata de fraude pura e simples.

    A tal pesquisa não seguiu procedimentos padrões de metodologia cientifica. A tal amostragem de 15.000 pessoas em um único dia é algo surreal, tendo em vista que normalmente os institutos de pesquisa trabalham com números menores espalhados em mais de 100 municípios. É de praxe que a pesquisa tenha amostragens mais ou menos proporcionais à população. Os dados costumam ser coletados entre dois ou três dias, são elencados e a pesquisa é divulgada à imprensa. É curioso que uma pesquisa pretensamente séria feita por um instituto que se pretende sério seja conduzida de maneira tão descuidada. Chama a atenção o fato de que o “resultado” só tenha sido divulgado pela mídia que vive de quatro para o Partido dos Trabalhadores. Só para efeito de comparação, o Instituto Ipsos fez uma pesquisa de teor semelhante, também online. Com uma base de 428 entrevistados, os resultados são completamente diferentes do divulgado pelo Vox Populi. Um dos indicativos que reforça a pesquisa do Ipsos são os números dos Trending Topics do Twitter, onde o nome Lula e Aletheia ocuparam o topo do ranking mundial durante boa parte do dia. É claro, depois a militância se recuperou do torpor e mobilizou a máquina para falar de “Golpe“. Tendo em vista o histórico do PT, que chegou até a forjar páginas pregando intervenção militar para validar a tese do golpe, quem nos garante que não houve a ação dos MAVs para fortalecer essa pesquisa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Considere que ser mídia de esquerda não significa agachamento, mas viés ideológico. A não ser que você considere que o Globo, Estadão, Folha, Veja etc, viva “de 4” para a direita. Não creio: apenas defendem um viés sistemático de direita. Pelo seu entendimento, eu, como uma hora posto algo ao norte e outra ao sul, devo viver de 4 para todos os pontos cardeais.
      A sua confrontação com a pesquisa do Ipsos não se sustenta, pois o método foi o mesmo do Vox, o fast track captado na internet. A única informação que o Ipsos declara é que a pesquisa foi feita com “428 entrevistas realizadas com população conectada em 04/03/2016”, assim como o Vox declarou apenas que a dele foi feita, pelo mesmo método, com 15 mil entrevistas.
      Ademais, o Ipsos não pesquisou o que o Vox pesquisou, portanto não tem resultados diferentes sobre o mesmo evento (condução coercitiva de Lula) e sim resultados diversos em eventos diversos. E como os resultados do Ipsos são amplamente favoráveis à oposição, podemos dizer que o Ipsos, e quem o publica (e eu, também, publiquei) estão de 4 para a oposição?
      Especulações existem. Há até aquela de que o Lula já está de malas prontas para fugir para o Uruguai.

      Excluir
  10. eu não sou petista e penso que a coercitiva e o aparato policial foram coisas ruins.

    Muito interessante o ultimo paragrafo do texto.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.