04/12/2015

Rebeldes com causa

O governador de S. Paulo, Geraldo Alckmin (PDSB), que eu acho ser um bom governador, resolveu, não sei por quais cargas, proceder uma tal reorganização escolar na capital do Estado. Diz-se que foi para cortar custos.

A reorganização fechou escolas e remanejou alunos, espargindo-os espacialmente para outras, ou seja, desagregou grupos de estudantes que formavam células de convivência gentílica, pois a escola, que tem por finalidade a formação, tem como meio a agregação social.

Esse mal fadado planejamento não deve ter partido de pedagogos e os sociólogos também devem ter sido ignorados: burocratas da educação (…) devem ter parido isso meramente com uma régua, um compasso e uma máquina de calcular não mão, esquecendo o componente político da medida.

Os alunos, obviamente, estrilaram e armaram o contra-ataque, que a princípio foi morno, mas depois tomou corpo, afinal, a juventude para ser rebelde não precisa de causas, e se tem uma faz o rabo torcer a porca.

Se o governo tem razão ou não são outros 500, mas eu fico feliz quando vejo jovens derramando juventude com tanto vigor, pois isso faz parte da formação deles: uma juventude destemida, que luta por causas que julga justas, terá uma maturidade ciosa dos seus direitos e deveres.

Ter pelo que lutar e acreditar pelo que se labuta é o mais consequente aprendizado que um país pode oferecer à juventude, que anda meio que de bubuia, ao largo desse século 21, que parece o segundo governo da Dona Dilma: já nasceu velho.

4 comentários:

  1. mas a luta desses estudantes é totalmente egoista, egocentrica, nao vejo como grande fato positivo. Pode ser que as professoras tenham ajudado nesse protesto.
    se a pretensão do Alckmin é correta ou razoavel é muito importante, na minha opinião.

    desejo um pais de pessoas corretas, justas, não um pais cheio de gente de boca grande, de gente que quer mandar no grito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O secretário de educação de São Paulo quis mandar no grito.

      Excluir
    2. um bom exemplo de isonomia do mesmo, que tb deveria ser seguida pelo presidente da cdp .(concursando cdp).

      Excluir
  2. Presta atenção nas caras dos que protestam, aquilo não e estudante secundarista porra nenhuma. Aqueles caras não têm cara que tenham idade para estar fazendo ensino secundário. Tem uma que veio do Paraná para fazer bagunça em São Paulo, nem está estudando. Como posso acreditar nesse tipo de protesto. Eles são baderneiros profissionais, jagunços travestidos de estudantes.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.