11/09/2015

Pacto pela educação

Shot 002

O assessor técnico não merece castigo, pois fala a mais absoluta verdade. Queiroz declarou ainda, diante dos deputados, educadores e alunos da rede estadual que participaram da audiência, que “realmente os problemas da educação no Pará não são nada agradáveis”.

Diante de 16 anos de governos tucanos no Pará nos últimos 20 anos, é possível debitar a atual situação inteiramente aos ranfastídeos que, ou não priorizaram o sistema educacional ou gastaram mal o que conseguiram nele despender.

Um comentário:

  1. Os dirigentes da Educação no Estado do Pará, a única preocupação em torno de 90%, é com os processos licitatórios (pregão e as famosas dispensas (emergencial). Os cabeças das empresas da época do Nilson Pinto e mulher, continuam a comandar na SEDUC, as vezes mudam apenas as empresas, e todo mundo sabe e não se faz nada. E as ordens partem do titular da pasta. O MPE faz vista grossa e só ataca as fracas prefeituras.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.