08/08/2015

Terra de Gigantes

A Companhia Nacional de Transmissão Elétrica da Islândia abriu um concurso para escolher o desenho das torres da sua nova linha de transmissão que atravessa o país de Norte a Sul.

Venceu a empresa de designers norte-americanos Choi+Shine, com um projeto denominado “Terra de Gigantes”.

Shot

A torres da linha, que já estão construídas e em pleno funcionamento, se transformaram em uma atração turística no país.

Shot 003

A ideia, segundo a Choi+Shine, foi mesclar as crenças locais, de que gigantes habitaram o país, com a utilidade “deles levarem” energia aos mais distantes habitantes, o que de fato a imagem sugere.

Shot 002

Um comentário:

  1. muitas vezes sacrifica-se a segurança em nome da estética, do embelezamento. No caso, há um motivo economico adicional, favorecer o turismo. As torres que tenho visto tem quatro pontos de apoio, em forma de quadrado e são bem separados, o que reforça a estabilidade. Essas torres em forma de gigantes parece que não tem muitos pontos de apoio, e estão proximos, a meu ver podem ser derrubadas mais facilmente pelo vento do que as tradicionais de base quadrada.

    Na minha opinião, que não tem muito apoio, as pessoas que adoram a estetica, o embelezamento, deviam se retrair um pouco, contentar-se em apreciar quadros, pinturas, casas bonitas, e não querer que uma cidade seja bonita, pois geralmente sacrificam-se outras coisas mais importantes, a funcionalidade e a segurança.

    Vejo muitas calçadas que são ruins por causa do pessoal do embelezamento. Revolta-me reservarem parte de uma calçada estreita para plantas decorativas, quando além das arvores proximas ao meio fio, reservam uma parte junto ao muro para plantas ornamentais, impedindo que duas pessoas possam se cruzar na calçada caminhando. Calçadas inclinadas demais tb é um problema que os arquitetos causas.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.