06/08/2015

Flertando com o inimigo

Shot014

O “vocês” a quem Mercadante se referia era o deputado Rodrigo de Castro (PSDB-MG), presidente da Comissão de Minas e Energia da Câmara Federal e o tratamento na terceira pessoa do plural era uma referência elogiosa ao PSDB, a quem o Planalto acena para tirá-lo do colo de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Mas, no cafezinho, disse o PSDB que não quer o papo de Mercadante e sim o fígado de Dilma, com cebolas.

3 comentários:

  1. Francisco Márcio06/08/2015 16:53

    Aviso ao amigo: Fale com seu chefe, poxa, seu pupilo já esta arranjado, eu também. E o Priante votando contra o governo na primeira "pauta bomba". Vai que o clã perde a boquinha...

    Não creio que V. Excelência ja esqueceu aquele fatídico dia: 26/10/14. Onde a comida estragou, os convidados foram dispensados, os garçons, também. E só agora V.Excelência conseguiu chegar na teta ( magra, mas ja é alguma coisa... ) do governo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pela sua lógica, o PT também tem que deixar o governo, pois o partido votou pela detonação da bomba. Aliás, tem alguém com o governo?
      Que dia foi esse ao qual você se refere? Eu não lembro...
      Quanto a mim, já lhe disse para ficar tranquilo. Na minha despensa tem leite suficiente e eu, como todo mundo, nasci nu, analfabeto, sem nome, sem cargo e sem função e o meu lema é o mesmo do cartão Diners Club: precisar não precisa.

      Excluir
  2. Primeiros rabiscos da aproximação entre o PT e PSDB?

    kkkk

    No cafezinho muita coisa é dita, meu amigo, mas pouca se escreve.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.