03/06/2015

Grupo espanhol de construção compra os ativos da Delta de Fernando Cavendish

Shot 010Na postagem “O voo do dragão que jamais deita em berço esplêndido”, opinei que a decisão da China de “transferir entre US$ 80 e US$ 100 bilhões para o Brasil”, dentre outras coisas, visa “criar condições para preencher o fosso empresarial na construção pesada, causado pela derrocada das principais empreiteiras nacionais no furacão da Lava Jato”.

Mas, em estando ainda a China nas intenções, os espanhóis chegaram primeiro: o grupo espanhol Essentium anunciou ontem (2) que comprou os ativos e passivos da construtora Delta, de Fernando Cavendish, que se encontra em recuperação judicial desde 2012, apanhada pelo rebojo da CPI do Cachoeira.

O Essentium anunciou que pagará R$ 450 milhões pela transação, que está em fase final de assinatura de contratos, na 5ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, que instrui a recuperação judicial.

O negócio é de pai para filho, mas o importante é que o filho se salva: a maior parte dos R$ 450 milhões será paga aos credores da construtora em módicas prestações que se estenderão por 15 anos, com a primeira promissória vencendo em janeiro de 2016.

O espanhol Juan Carlos Orge, morador do Rio há 15 anos  e que presidirá a empresa no Brasil, declarou que o Essentium comprou “a Delta por seu histórico, acervo e pelos certificados de qualificação que tem. Com a compra da Delta, estamos prontos para atuar no Brasil e disputar licitações. Queremos um faturamento de R$ 1 bilhão em até dois anos”.

Mas o Essentium não quis saber da marca Delta e preferiu dar outro nome ao portfolio que adquiriu: Allianza Infraestrutura do Brasil.

O grupo Essentium que, segundo o Valor, teve receita bruta de cerca de € 600 milhões (R$ 1,8 bilhão) em 2014, está presente em 40 países e emprega 8.425 funcionários.

Um comentário:

  1. com os investimentos da china é preciso cuidado, eles são muito ambiciosos. Li que querem construir linhas de transmissão de belo monte usando 100% de mao de obra chinesa.
    Além de otras cositas más.






    e

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.