11/05/2015

Bilionário chinês leva 6,4 mil funcionários da sua empresa para passear em Paris

li

O bilionário chinês Li Jinyuan, 57 anos, é o dono do Tiens Group, um conglomerado internacional de biotecnologia, gestão de saúde, comércio eletrônico, hotelaria e turismo, o que o tornou em um dos homens mais ricos do mundo.

Li Jinyuan é conhecido na China pelas suas atividades filantrópicas e a facilidade com que bonifica seus 12 mil funcionários locais, mas nas comemorações dos 20 anos da empresa que ele fundou, resolveu exagerar.

Pegou 6,4 mil dos seus funcionários e os levou para Paris e, de quebra, o batalhão ainda deu uma passada pela Riviera Francesa.

01

Para prover a proeza, Li Jinyuan gastou € 13 milhões, o equivalente a R$ 43,6 milhões, para comprar as passagens, alugar 4,760 quartos de hotéis (quatro e cinco estrelas), fretar ônibus, pagar ingressos de museus e shows e refeições.

04

A extravagância foi observada por representantes do Guinness, para avaliar se essa poderia ser considera a maior viagem corporativa do mundo.

02

7 comentários:

  1. Parsifal;

    Gueeenta! A China não para de ostentar superações de todo tipo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vários povos orientais que se mostraram e depois se calaram..os coreanos. os japoneses... agora é a vez dos chineses..tenho uma pulga na orelha com isso..até brasileiros recentemente eram os maiores gastadores das super lojas americanas..

      Excluir
  2. Eles parecem torcedores do Paissandu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cabisbaixos? tristes? :)

      Excluir
    2. De certo, levando as cores do time do coração além das fronteiras do Estado do Pará.

      Excluir
  3. Quando a turma da Sol Informática vai passear na cidade maravilhosa ou mesmo Fortaleza bancada pelo patrão ?

    ResponderExcluir
  4. Aqui quando o Governador viaja ele também leva vários com ele, mas claro que quem paga não é ele.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.