04/04/2015

Sabbatum Sanctum

Screen 002

Os crucificados, amiúde, sofriam por mais de dois dias na cruz, pois eram nela pregados vivos. Neles a vida se esvaia pelo sofrimento das chicotadas antes da crucificação, pela sede (soldados vigiavam para que os familiares não a saciassem) e pela sufocação, causada quando as forças das pernas falhavam e eles não mais sustentavam o corpo no estribo, pregado na haste da cruz, onde calcavam os pés.

Como a crucificação de Jesus se deu em uma sexta-feira e o sábado era dia sagrado, Pilatos determinou que os seus soldados fossem quebrar as pernas dos crucificados, pois assim pronto sufocariam, abreviando a morte para a noite de sexta-feira.

Quando os soldados se preparavam para quebrar as pernas de Jesus, perceberam que Ele já falecera. Foi quando Longino lanceou-lhe o flanco, para Lhe comprovar o óbito.

Entrementes, José de Arimateia, membro do Sinédrio e um dos homens mais ricos de Jerusalém, admirador do Nazareno, com quem secretamente se encontrava na casa de Simão, mandou Nicodemos comprar materiais para embalsamamento e seguiu para o palácio de Pilatos a quem pediu autorização para descer Jesus da cruz e sepultá-lo.

Pilatos chamou o centurião Abenadar, para reportar-lhe se Jesus já estava morto. Ao ouvir a confirmação, Pilatos autorizou José de Arimateia a sepultar Jesus.

Com a autorização em mãos, antes de juntar-se a Nicodemos, José de Arimateia foi comprar “um pano grande de linho, muito bonito e fino, com seis côvados de comprimentos e vários côvados de largura”. Este pano envolveu o corpo de Jesus descido da cruz e veio a ser conhecido como o “Santo Sudário”.

sudario

Chegava o sábado quando, terminados os trabalhos de embalsamamento, José de Arimateia acomodou o corpo de Jesus na pedra que Lhe serviu de descanso e cerrou o sepulcro. Esta cavidade na rocha é hoje um dos locais mais sagrados do cristianismo: o “Santo Sepulcro”.

Screen 001

Iniciou-se, após o encerramento do Corpo de Cristo no Santo Sepulcro, o que a Igreja Romana chamou de Sabbatum Sanctum, que, no vernáculo, conhecemos como o “Sábado de Aleluia”: o dia em que Jesus Cristo permaneceu sepulto, marcando o último dia da Semana Santa.

Foi no Sabbatum Sanctum que surgiram dois dos inúmeros títulos da Virgem Maria: pela imensa dor da perda do filho, a mãe foi chamada de “Nossa Senhora das Dores” por uns e "Nossa Senhora da Solidão" por outros.

José de Arimateia, por ter descido Jesus da cruz, foi preso a mando do Sumo Sacerdote judaico, Caifás, presidente do Sinédrio que condenou Jesus e O entregou a Pilatos.

Depois de alguns anos preso José de Arimateia foi solto, por intervenção, junto ao Sinédrio, do governador que sucedeu Pilatos, mas isso é outra história...

Um comentário:

  1. Andre Magnago04/04/2015 00:13

    Muito bom vc ressaltar a controversa sobre o sannto sudario, pois existe um livro chamado Segundo Messias, que afirma e prova que o Santo Sudario envolveu o corpo do ultimo grão mestre dos cavaleiros templarios e não o de jesus cristo, a comprovação se dá por uma serie de testes inclusive a datação de carbono que diz a idade correta do tecido. Vou te mandar a foto da capa pelo zap.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.