16/04/2015

Nokia, a gigante finlandesa

Shot 009

A maioria das pessoas acredita que a Microsoft comprou a finlandesa Nokia. Não, a Microsoft comprou a divisão de telefonia celular da Nokia e os direitos de comercializar os aparelhos com a marca, o que, a partir de 2015, deverá minguar até que todos os celulares tenham a marca Microsoft.

A Nokia continuou firme e forte como uma das maiores empresas de tecnologia de comunicação do planeta e ontem (15), anunciou a maior operação financeira do setor das últimas duas décadas: a fusão com a francesa Alcatel-Lucent, que fábrica equipamentos de telecomunicações, em uma troca de ações que representa US$ 16,6 bilhões, o equivalente a R$ 50 bilhões.

Na transação, a Alcatel-Lucent receberá 0,55 ações da Nokia para cada ação sua. O resultado disto é que a Nokia ficará com 66,5% das posições acionárias da fusão e a Alcatel-Lucent com os 33,5% restantes. A fusão criará um gigante do setor com 114 mil funcionários e € 26 bilhões de faturamento anual, o equivalente a R$ 83,2 bilhões.

A fusão fará da Nokia a segunda maior empresa de tecnologia de telecomunicações do mundo, atrás apenas da sueca Ericsson. A terceira é a chinesa Huawei.

A Nokia é o orgulho dos finlandeses e não é estatal.

Um comentário:

  1. Ai eu pergunto, quando a Sol será uma FNAC. Kkkkk

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.