12/04/2015

A civilização de pedra

Screen 015

Acima uma das mais pitorescas visões do Deserto da Arábia, no nordeste da Arábia Saudita.

Trata-se da Qasr al-Farid aka, uma tumba inacabada, escavada diretamente em uma rocha no meio do deserto, que tomaria a forma de um castelo.

Screen 016

A construção, pré-islâmica, tem 12 metros de altura (um prédio de quatro andares) e data do século I d.C., quando a região era dominada pelo Império Nabateano, que vigeu desde o ano 9 a.C. até o ano 40 d.C.. A capital deste império era Petra, cujas ruinas hoje se localizam na Jordânia.

A Qasr al-Farid aka destaca-se por estar isolada do enorme sítio arqueológico de Mada'in Saleh, declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO, cujas ruinas revelam imponentes construções escavadas diretamente na rocha, o que me fez intitular, desde que vi esses prodígios, os nabateanos, como a Civilização de Pedra.

Screen 006

Outras civilizações já usaram as rochas como habitat urbano, como é o caso dos povos que habitaram as rochas do que foi a Anatólia, hoje a Capadócia, na Turquia, mas os anatolianos apenas escavavam as rochas, diferentemente dos nabateanos que as trabalhavam com formas que lhes emprestavam imponência.

Screen 007

Os anatolianos escavavam as rochas. Os nabateanos as esculpiam.

Screen 008

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.