06/02/2015

Drops de rambutão

> Um pra lá um pra cá

Screen 003

Ontem (5), ao tempo em que policiais federais pulavam o muro da residência do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, para conduzi-lo coercitivamente à sede da PF para prestar depoimento sobre suposta propina ao PT no esquema de arrecadação desbaratado na Petrobras, a imprensa desvelava trechos do depoimento da delação premiada de Pedro José Barusco Filho, ex-gerente de engenharia da Petrobras.

No depoimento, Barusco afirmou que o PT teria recebido “entre US$ 150 milhões e US$ 200 milhões entre 2003 e 2013”: uma média de US$ 17,5 milhões por ano, o equivalente a R$ 49 milhões por ano.

Se a delação de Barusco corresponde à verdade e em se considerando os valores já devolvidos pelos delatores para obter o acordo (cerca de R$ 420 milhões) é possível concluir que a turma que operava o esquema cobrava comissão alta para entregar o produto: para cada dólar entregue ficava com um dólar. Até parece um bolero ímpar.

linha

> Palmadas

Screen 002

A declaração do pontífice foi o suficiente para a imprensa mundial anunciar que o papa é a favor dos castigos físicos impostos pelos pais ao filhos.

Minha avó Ciló costumava repetir um adágio, que hoje sei como de origem portuguesa, que "quem não faz filho chorar chora por ele". Deve ser isso que papa quis dizer.

linha

> Dor e indignidade

Screen 004

A foto acima, reproduzida do diário londrino Daily Mail, desvela a tragédia de cerca de 140 milhões de jovens mulheres em todo o mundo que são submetidas à mutilação genital feminina.

O procedimento, que consiste na remoção parcial ou inteira dos órgãos genitais externos das meninas, com lâminas comuns e sem anestesia, é reconhecido internacionalmente como uma violação aos Direitos Humanos e ainda é praticado em 27 países africanos, no Iémen e no Curdistão iraquiano.

Um comentário:

  1. Quase não bati nos meus filhos, apanhei pouco do meu pai e bastante da minha mãe.. hoje penso que um pouco mais consciente...considero bater em alguém um ato de violência, principalmente nos filhos e para mim o ato violento é um ato descontrolado e totalmente humilhante para quem é o alvo independente do local do corpo que sofre o ato.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.