03/12/2014

Ou locupletemo-nos todos!

Shot 016

> Na ditadura

No regime militar, por qual alguns desavisados clamam para acabar com a corrupção (ui), esquecendo que a ditadura é a corrupção em si mesma - e a ditatura brasileira foi uma das mais corruptas da América Latina (quando, e onde, vosmecês acham que nasceram as grandes fortunas das maiores empreiteiras nacionais?) -, a intelligentsia agia para reprimir os opositores enquanto consentia que os apaniguados afanassem o erário à vontade.

Mesmo porque as democracias amadurecem com o controle do poder e as ditaduras nascem com o poder do controle, e uma das formas de controle é calar a imprensa, que na ditadura é cúmplice ou amordaçada.

> Sarney

Com Sarney, a República viveu a transição para a democracia, mas o presidente continuou a tratar o Estado como o tratavam os militares: patrimonialmente.

Sarney concedeu concessões de rádios e TVs para seus apaniguados, ACM chantageou a metade da Esplanada dos Ministérios com o famoso "Dossiê Chiarelli", Ibraim Abi-Ackel, ministro da Justiça, envolveu-se em contrabando de pedras preciosas, e paramos as citações para não cansá-los.

> Collor

Na sôfrega era Collor, o PC Farias, em junho de 1992, na CPI que levou o seu nome, disse a mesma coisa que agora repetiu Paulo Roberto Costa nas aspas da ilustração.

> FHC

Na era FHC mais de uma dezena de escândalos de corrupção foram sufocados, inclusive a compra de votos para aprovar a emenda constitucional para a reeleição do próprio.

> Lulo-petismo

No lulo-petismo não há um mês sem o estouro de uma bomba de efeito retardado, pois há muito tempo estava ativada.

> Pelo Brasil afora

Fora do terreno político, o preferido da imprensa, auditores da Receita Federal, funcionários do Banco Central, auditores da Aneel são presos por corrupção no organismo da República.

Em pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, publicada ontem, 81% dos brasileiros afirmam que “é fácil burlar as leis” e o mesmo percentual concorda que é melhor “dar um jeitinho” do que seguir a legislação, o que os mentores morais da nação juram que é consequência, mas não tenho dúvida que é causa.

Diante de tal quadro, será que aquela charge de segunda-feira retrata a realidade nacional? E já está na hora de optar pela parte final da admoestação de Ponte Preta que dá título a essa postagem?

Não. Quero crer que isso tudo, ao invés de um fluxo, é um refluxo.

3 comentários:

  1. Parsifal;

    Você precisa elencar (e não vai nos cansar com isso) também os que criam e os que permitem que sejam criados os "cartórios" e as "dificuldades".

    Você conhece a enorme desconfiança e antipatia que tenho pelas agencias reguladoras do governo. A ANVISA através de suas "boas intenções" (e conceitos deturpados que a mídia e os conselhos aprovam) está artificialmente manipulando a oferta de medicamentos em favor de determinados cartéis, que não tem a menor intenção de fabricar remédios bons e baratos, se puderem fazer 'pesquisa gratuita' e empurrar produtos caríssimos e fora do alcance das classes pobres. A ANS é outra que, no intuito de "melhorar o serviço" força modificações e mantém privilégios (daquele conselho) cujo resultado até hoje foi um mergulho das contas a patamares abaixo do "breakeven" deste tipo de negócio, enfraquecendo até os médios e grandes provedores, levando-os a falência e ao controle das grandes 'holdings'. Até produtos clássicos na farmacinha doméstica de higiene e primeiros socorros se tornaram "grandes ameaças a saúde do povo" pela Polícia Federal, que vem eliminando um-a-um destes das prateleiras dos supermercados e farmácias sob a alegação de serem 'ilegalmente manipulados pelo tráfico', embora este desejado 'controle super absoluto' até hoje não tenha rendido nenhuma melhora na redução desta "lepra social" - muito pelo contrário, pois enquanto os ricos curtem a droga, os pobres consomem 'droga+venenos' (substancias alternativas para baratear o custo de produção), estas sim, imediata e irreversivelmente danosas para centenas de milhares de brasileiros por ano.

    Estou cansado deste país. Os corruptos estão por toda parte - principalmente defendendo o povo.

    ResponderExcluir
  2. Nobre Deputado,
    Faltou acrescentar que o lulo-petismo, como nunca dantes na istória deste país, aprimorou e até institucionalizou a corrupção superando, e muito, os governos anteriores. Usando uma frase de Gilmar Mendes os escândalos destes últimos doze anos fazem com que os anteriores pareçam casos de juizados especiais de pequenas causas. Portanto, acredito que o titulo mais adequado seria "Lulocupletemo-nos todos!"

    ResponderExcluir
  3. I'm not certain where you are getting your info, but good topic.
    I needs to spend a while learning more or figuring out
    more. Thanks for wonderful information I was looking for this info for my
    mission.

    My website ... DIY James Bond license plate hide kit

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.