11/12/2014

No Planalto Central do Brasil

Shot 001

A progressão de execução penal do ex-ministro José Dirceu para a prisão domiciliar facilitou as visitas e o começa a trazer de volta à vida partidária. E Dirceu volta com aquele peculiar gosto de sangue na boca.

Dirceu instiga o PT a desembainhar a peixeira e partir para cima do PSDB, que acabou tomando a pauta na onda do Petrolão e se articula para atazanar a vida do Palácio do Planalto pelos próximos 4 anos.

O ex-presidente Lula adota a mesma atitude e aconselha o governo a pular na jugular do PSDB, leia-se Aécio Neves, que virou uma espécie de psolista de grife no Senado.

Lula e Dirceu aquiescem que o PT, como efeito da ancianidade no poder, perdeu o torque das ruas e precisa reaprender o caminho do estômago do adversário, pois todo mundo tem estômago.

Lula confidencia, como exemplo do espírito de manada do PSDB e da desarticulação orgânica do PT, a reação em cadeia dos próceres tucanos para cima de Gilberto Carvalho, que chamou Aécio de “playboysinho”: enquanto o PSDB soltou bicadas agudas contra Carvalho, o PT ignorou o entrevero.

A presidente Dilma está sem articulação para o debate político no Congresso, que é a caixa de ressonância das desinteligências da República, e o Planalto caminha para encerrar um primeiro mandato como quem perdeu a reeleição: sem carenagem para saltos escarpados.

Instada, Dilma confidencia à ilharga próxima que fará isso a partir de 1º de janeiro, e aponta a manutenção dos seus vetos e a aprovação do refluxo da meta fiscal pelo Congresso como índices de que o governo se vai desincumbido das agendas que incineram a fênix, para que ela das cinzas renasça no raiar de 2015.

5 comentários:

  1. A história nos tem revelado que homens públicos presos ou exilados, quando são líderes políticos, voltam com mais forças do que quando vão.O José Dirceu mesmo preso mantém cacife forte dentro do PT.

    ResponderExcluir
  2. Isso só nos mostra que a forma de se fazer política no Brasil é sempre a mesma, não importando o partido que esteja no poder. Todos trabalham em prol do beneficio próprio sem se preocupar em resolver os problemas que realmente necessitam de resolução. Os valores morais também estão deturpados. Como podem achar normal toda essa onda de corrupção para se manter o poder?

    ResponderExcluir
  3. o ze dirceu e o heydrich do pt.articulado inteligente e ardiloso,se a oposisao nao se cuidar vai ser reduzida ao po.

    ResponderExcluir
  4. Pobre do nosso PT. Lideranças se digladiam e a massa que fazia e o partido nas ruas está fadada a desaparecer. Hoje vejo o PT sob o efeito orloff do PMDB nas diretas. Não terá amanhã. Vejo que o PSOL tem mais a crescer e o meu PT a diminuir essa é a história. Uma linda história partidária que se foi com a ganância humana, já dizia Plínio. Reconheço que nenhum esforço trará mais credibilidade a muitos quadros de meu partido. Culpa de uma ganância sem fim. Só tenho a me lamuriar.

    ResponderExcluir
  5. Até aqui no Pará, os petistas já estão namorando a possibilidade de se encantarem com a boa lábia do Simão Jatene. Infelizmente por esta e outras atitudes, não há mais, como acreditar no PT.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.