17/12/2014

Igreja Anglicana nomeia a primeira mulher para um cargo de bispo

A Igreja Anglicana marcou um grande tento hoje (17), colocando-se na vanguarda da comunidade cristã não reformista mundial: nomeou a primeira mulher para o cargo de bispo.

Trata-se de Libby Lane, que foi nomeada bispo da diocese de Stockport, no centro da Inglaterra.

Shot 004

A Igreja Anglicana professa os mesmos dogmas da Igreja Católica e não surgiu do Cisma liderado por Lutero, mas pelo rompimento com Roma, em 1534, por edito do rei Henrique VIII, da Casa de Tudor.

O que levou Henrique VIII a editar a separação de Roma não foram divergências de credo e nem de dogmas, mas um conflito com o papa Clemente VII, que se recusou a anular o casamento do soberano com Catarina de Aragão, para que ele esposasse Ana Bolena.

Libby Lane passa para a história como a primeira episcopisa (a imprensa está denominando erradamente o cargo, pois o feminino de bispo, que advém do latim episcopu, não é bispa e sim episcopisa) da Igreja Anglicana.

A nomeação foi possível depois do sínodo que mudou a regra (que era a mesma da Igreja Católica) e passou a permitir a nomeação de mulheres para o cargo de bispo.

A Igreja Anglicana sempre está na vanguarda da Igreja Católica: permite o casamento dos seus membros e desde 1992 autoriza mulheres serem ordenadas sacerdotes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.