17/10/2014

Paulo Roberto Costa delata que teria mandado pagar propina a ex-presidente do PSDB

prc

Finalmente a imprensa resolveu publicar uma parte do depoimento do ex-diretor de refino e abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que atinge diretamente o PSDB.

Deve ter dado um enorme trabalho a quem interessar possa, arrancar tais tintas à Folha de S. Paulo, que tem selecionado trechos da delação de Costa que, exclusivamente, atingem a boca do estômago do governo.

Paulo Roberto Costa delatou que destinou propina a ser entregue ao então presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, para “esvaziar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tentava investigar a Petrobras”.

A tal CPI foi aberta em 2009, para investigar suposto superfaturamento na construção da Refinaria Abreu e Lima. O PSDB articulou para comandar a CPI e Sergio Guerra era a ponta de lança da oposição.

Paulo Roberto Costa delatou que não entregou o valor diretamente a Guerra e não pode afirmar que ele o tenha recebido, mas o fato é que, pouco tempo depois da instalação da CPI, os senadores do PSDB, que tanto tinham labutado para instalar a investigação, a esvaziaram alegando que o Planalto “tentava comandar os focos do processo de apuração das denúncias.”.

Governos sempre tentam “comandar os focos” das CPIs, pois elas são instrumentos da oposição que regularmente resiste. O “regularmente resiste” não ocorreu no caso narrado pelo delator.

Sobre a matéria, o PSDB apressou-se em publicar nota na qual defende que “todas as denúncias sejam investigadas independente de filiações partidárias.”.

No caso, o PSDB está à vontade para defender as apurações: o ex-presidente da sigla, Sergio Guerra, morreu em março de 2014.

4 comentários:

  1. Deputado, acho que vem um tiro de misericórdia no PSDB lá de Pernambuco, das mamatas do ex-governador Eduardo Campos e do partido do AÉCIO nos "negócios" da PETROBRÁS naquele estado. O mesmo motivo que afastou Eduardo do PT. A capa do inquérito policial da PF já está na rede, falta só o áudio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que não é nada com o Aécio. Que alívio.

      Excluir
  2. Agora existiu o petrolão com a possivel entrada do PSDB, antes era só papo papo furado.

    ResponderExcluir
  3. Como falei não sou mãe Dina, que Deus a tenha, mas não estaríamos diante de um mensalão, inclusive com doação a candidato a prefeito de Belém no pleito de 2012. http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/10/17/foi-assim-que-aecio-levantou-r-166-milhoes-para-2012-2014/

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.