04/09/2014

Datafolha e Ibope: Dilma lidera a corrida, mas Marina venceria em 2° turno

> Datafolha

Na pesquisa do Datafolha, realizada entre 1 e 3 de setembro e publicada ontem (3) à noite, o quadro eleitoral para a presidência da República permaneceu inalterado desde a última pesquisa publicada pelo mesmo instituto, em 29 de agosto, quando Dilma pontuou 34%, Marina 34% e Aécio Neves 15%.

Abaixo a pesquisa Datafolha publicada ontem (3):

data

A simulação de 2° turno do Datafolha, entre Marina e Dilma, também não sofreu alteração fora da margem de erro. Em 29 de agosto, Marina vencia Dilma por 50% x 40%. Abaixo o resultado de 03 de setembro:

data2

A leitura dos resultados sugere que Marina Silva e Dilma Rousseff estacionaram na curva. Estariam as duas nos seus respectivos tetos de 1° turno?

Quanto ao terceiro corredor, Aécio Neves, é possível afirmar que, por suposto, perdeu o torque eleitoral e foi deitado para fora do ringue do 2° turno pelo muque da seringueira.

linha

> Ibope

Não obstante, o Ibope, que também publicou ontem (3) uma pesquisa sobre a corrida presidencial, detectou, desde a sua última sondagem de 26 de agosto, ligeira subida, acima da margem de erro, das duas principais candidatas e flagrou o declive trilhado por Aécio Neves.

Em 26 de agosto, segundo o Ibope, Dilma pontuava 34%, Marina 29% e Aécio 19%. Abaixo os resultados de 3 de setembro.

graph

Embora Dilma, segundo o Ibope, tenha crescido acima da margem de erro, ela ainda é batida por Marina Silva no 2° turno:

graph2

linha

Embora com resultados numéricos diferentes não é correto afirmar que as duas pesquisas são divergentes, pois, consideradas as margens de erro de ambas, haverá um momento em que os números estarão horizontalmente coincidentes.

As duas pesquisas, por não terem detectado queda acima da margem de erro nos pontos de Marina, podem indicar que a carga feita sobre ela, tanto por Dilma quanto por Aécio, não lhe surtiu efeito negativo, mas pode ter sido o motivo da sua estagnação, que por se ter dado pelo teto, não lhe ameaça a conquista do 2° turno.

Dilma, por sua vez, mostrou ligeira capacidade de reação, mas precisará, principalmente, de volume de campanha nas ruas para tentar juntar o leite que lhe derrama a vitória, pois o seu programa de TV apresenta um enfadonho óbvio: obras. 

5 comentários:

  1. Creio que Dilma ganhe, mas o susto da Marina é muito bom para o seu futuro governo.

    ResponderExcluir
  2. Em uma semana a diferença entre Dilma e Marina no segundo turno caiu 30%, segundo o datafalha e o ibope, era de 10 pontos agora é de sete. Eleição absolutamente aberta.

    ResponderExcluir
  3. Se Aécio continuar a desidratar, não está de todo descartada uma desistência para a eleição se definir em um só turno. Marina já disse que só quer um mandato. Tudo pode acontecer, inclusive nada.

    ResponderExcluir
  4. A segurança no estado do Pará está um caos. Helder, qual o seu projeto para a segurança pública? Implantar a ronda nos bairros. Ora, ora, isso lá é política séria para acabar com a violência no estado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para combater a violencia basta colocar dois militares em uma moto , mas o que se vê são duas motos para um unico militar!

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.