15/09/2014

A vida real

Shot 004

É fato que a espera por leitos na rede pública estadual, destarte os investimentos referentes que o governo alardeia que fez,  extrapolou qualquer razoabilidade: há pacientes de mais para leitos de menos, e quaisquer tentativas de tergiversação para destituir essa realidade será destituída com uma mera ida àqueles que fazem a via dolorosa para deitar em um.

Leitos de mais só na propaganda tucana, que até pode ser a alma do negócio, mas não cura nem impaludismo.

28 comentários:

  1. Deixa o cara mostrar o trabalho dele. Onde, no Brasil, tem leito pra todo mundo? Pelo menos aqui a gente vê que o governo tá fazendo, né Parsifal ? Agora, imagina: o caos seria muito maior se não fossem esses hospitais. Sei que é duro pra vocês, mas o povo não vai trocar um governador que faz hospital bom por um que nem deu conta de Ananindeua. É aquela moral: não deu conta de Ananindeua, não vai dar conta do Pará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em parte alguma do Brasil há leito para todo mundo, mas o Pará é o único governo que diz que tem.
      Já que você fala com o povo e sabe a vontade dele, o Jatene não mais deveria gastar R$ 120 mil com o Ibope toda semana: deveria ter você como oráculo eleitoral.
      Você só advinha a vontade do povo ou sabe também os números da Sena?

      Excluir
    2. Deputado o senhor é um político fracassado, ainda mais agora, que o filho do teu patrão, na reta final da campanha, vai comer poeira do Simão, e muito provavelmente não haverá segundo turno, por isso, é bom o senhor arrumar um emprego no jornaleco do teu patrão, que todos nós paraenses sabemos menos o senhor é claro, que foi adquirido por meio ilícito como aliás, todo o seu patrimônio.

      Excluir
    3. E por que você está suando tanto assim?

      Excluir
  2. Desculpe, nobre deputado, mas pergunte ao seu colega Tião Miranda o que um médico de São Paulo disse quando o deputado ligou pra ele em busca de uma orientação para o filho, que havia quebrado a perna. "Não precisa trazer pra cá, aí tem tudo no Regional". Vá lá, pergunte e poste aqui se não foi verdade o que estou falando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o Jatene precisar de serviços médicos, ao invés de ele sair correndo para São Paulo, vou mandar ele ir para o Regional de Marabá.
      Engessar uma perna quebrada se faz no Pronto Socorro Municipal mesmo. Não precisa ligar para S.Paulo.

      Excluir
    2. Anônimo 16:43;

      É muito importante que todos nós façamos exatamente aquilo que você está sugerindo: perguntar às pessoas que hoje precisam de serviços de saúde se elas foram bem atendidas.

      Sabe qual será a resposta? Em alguns setores ela será bastante positiva (ex: maternidade em Belém); em outros poderá ser muito boa ou regular (ex: emergência de trauma); mas na maioria das especialidades médica ela será de razoável a péssimo.

      Nestes dois mandatos de Simão Jatene houve muito pouco avanço nas áreas de cancerologia; de recuperação motora e cognitiva de traumatizados adultos; de doenças endócrinas e metabólicas; de doenças pulmonares; de doenças do sistema nervoso (excetuando trauma); de doenças psiquiátricas; de doenças endócrinas; de doenças da pele; de saúde comunitária (embora seja esta mais para a prefeitura de que para o estado); de doenças auto-imunes; de cardiologia (principalmente ambulatorial); etc, etc,etc.

      Ouço quase todos os dias pessoas queixando-se que necessitam fazer uma cirurgia e os hospitais estão marcando para além de julho de 2015. Muita gente se queixa de remarcação de procedimentos diagnósticos porque a "máquina está quebrada". Tem gente morrendo nos prontos socorros por motivos que aparentemente não deveriam ocorrer, como a falta de hemodiálise (que o governo diz ter zerado o déficit).

      E a medicação, já viu como anda? Depois que Jatene usou milhões do orçamento público para pagar a UniHealth, falta tudo, desde pomadas dermatológicas, complexos vitamínicos, cremes ginecológicos, medicação para anemia, etcf, etc, etc.

      Saúde é consulta médica, exames, diagnóstico, medicamento, internação, cirugia, recuperação, fisioterapia, etc - se possível antes de agravar a situação. Não dá para olhar para essas obras e fingir estar olhando para a serpente de bronze esculpida por Moisés, a qual evitava a morte dos judeus.

      Jatene deixou uma contribuição para o avanço da saúde pública? Sim, mas essa contribuição foi proporcionalmente pequena em relação aos enormes gastos que o governo fez.

      Excluir
    3. o cara ta orgulhoso com um hospital que engessa perna????? estamos fudid@s mesmo!!

      Excluir

  3. Numa escola de medicina, no estrangeiro, onde estuda a filha de uma amiga, o hospital da escola tem 3.000 leitos. Isso mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Tá nervoso, deputado? Fique não. O senhor tem pro gasto, com a graça de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que é ser nervoso? Eu nunca senti isso na vida. As vezes tento, para ver como é a sensação, mas não consigo: é uma das minhas frustrações, das tantas que tenho.

      Excluir
  5. O Jatene não vai ouvir o senhor, nobre deputado. Não ouviu pra outras coisas vai ouvir pra cuidar da saúde dele? Vocês é que estão doidos por um oráculo, uma predição, uma cigana barata que distorça a realidade. Vocês têm os números. E eles não são nada bons. Não me responda com desaforo porque agora eu não posso mais responder. Ab.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que ele não vai me ouvir. Imagine se ele vai querer ir para o Hospital Regional de Marabá...
      Não estamos mais doidos por "uma cigana barata que distorça a realidade". Já achamos você, o adivinhador de povo.

      Excluir
  6. Ora, como assim, já fazem até transplante no Regional de Redenção...melhorou sim, Parsifal.

    ResponderExcluir
  7. Ei anônimo das 16:36, 16:43, 17:12....... te despede do teu DAS, larga o osso cara.

    ResponderExcluir
  8. Engraçado essa turma do PSBD que fica iludindo o povo pagando uma fortuna para o grupo O liberal, devia mostrar a realidade a 16 anos governado este estado onde nos temos a Energia mais cara do Pais, Escolas profissionalizantes faltando ser concluída, estradas inclusive Rodovia Federais em péssimo estado de conservação um cemitério em Eldorado dos Carajas, Isenção Impostos da Cerpasa, Pote Mojú, enfim governo cheio de preguiça, vão trabalhar o estado precisa desenvolver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o cidadão aí esqueceu, ou engoliu, os 4 anos da aninha.

      Excluir
    2. é porque o PSDB engoliu os 04 anos da aninha e algumas obras que ela começou eles dizem terminaram como Hosp. Regionais, Santa Casa, Escolas Profissionalizantes, mais 04 almir e 04 jateve.

      Excluir
  9. Deputado, se o governo não está fazendo o que a ALEPA. Definiu nas LOAS, o que o Sr., como representante do povo e com respaldo que lhe confere o cargo de deputado, fez em relação a esse fato nos 3 anos e 8 meses em que está como DEPUTADO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E onde eu afirmo que o governo não está fazendo o que a Alepa definiu na LOAS?

      Excluir
    2. Vc realmente não me falou em diretrizes orçamentárias . Mas sabemos que todas as ações governamentais com reflexo financeiro tem que ser aprovadas e mmonitoradas pelos deputados estaduais.
      Se o governo não está "fazendo seu dever de casa " direito... o Sr Deputado e seus colegas da ALEPA, também não!

      Excluir
    3. A sua frase final está corretíssima: "Se o governo não está fazendo seu dever de casa direito... o Sr Deputado e seus colegas da ALEPA, também não!"
      Mas isso nada tem a ver com a diretrizes orçamentárias. Orçamento é peça de previsão e execução de receita e jamais esteve na pauta de qualquer orçamento do Brasil elemento de receita e despesa correspondente visando oferecer plenitude de leitos nos hospitais públicos: isso é opção política e administrativa e, idem, a falta deles não é exclusividade do Pará.
      E a postagem, também, não trata disso. Trata de dizer que tem o que não tem. Trata de propaganda enganosa e má fé publicitária oficial.

      Excluir
    4. Ok... Vamos falar de propaganda enganosa uma ver que falta de leitos não é prerrogativa de nosso estado...

      A propaganda eleitoral é, em quase sua totalidade, propaganda enganosa...

      - Todos atuaram de maneira incansável para viabilizar e trazer $$$ para aplicações nas ações do governo - se vero, apenas com 50% do que dizem, estaríamos vivendo no melhor dos mundos.

      - Na esteira da "propaganda enganosa" que tal ampliar, e apontar TODAS, independente de candidato?

      Excluir
    5. A charge é sobre propaganda enganosa no Pará e é dela que estou tratando na postagem. Se você quiser ler o que já escrevi sobre propaganda enganosa oficial em todo o Brasil, vá até a caixa de pesquisa e digite o termo "propaganda" e você poderá ler exatos 29 postagem sobre propaganda oficial da União, Estados e Municípios brasileiros, onde o erário é torrado aos cântaros com o único intuito de enganar o espectador.
      Mas essa postagem é sobre Simão Jatene tentar enganar o espectador com propaganda oficial.

      Excluir
  10. Serve pra dona Dilma, Lula, PT e companhia. O Brasil tá uma maravilha né mesmo?

    ResponderExcluir
  11. Toda manhã, na barraca da D. Noca, no Ver-o-Peso, tem erva sidreira fresquinha, compre muitos maços para fazer chá e distribuir para o pessoal da coordenação da campanha do Barbalho deputado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo escrito você não entende patavina do riscado. Onde já se viu servir erva cidreira em campanhas: isso é para os fracos. Em campanhas, os fortes tomam suco de pimenta malagueta no café da manhã.

      Excluir
  12. Perdem a eleição, mas ganham uma úlcera.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.