12/08/2014

CELPA publica nota explicativa sobre o aumento da tarifa de energia elétrica

No furdunço em que se tornou o aumento de 34,96% da tarifa de energia elétrica, que teve a sua vigência iniciada em 7 de agosto de 2014, a CELPA explica que apenas 21,20% do valor da conta de luz fica com a empresa, exemplificando (quadro abaixo) que a cada R$ 100 cobrados apenas R$ 21, 20 vão para os cofres da distribuidora.

Shot 005

Embora a CELPA não tenha dito na nota, nos 31,60% de tributos, o Estado do Pará entra com 25% de ICMS (uma das maiores alíquotas sobre energia do Brasil), 1,3% de PIS e 6,02% de CONFINS, o que soma 32,32% de tributos, conta um pouco maior que os 31,60% publicados.

Esclarece, ainda, a CELPA, que do reajuste de 34,96%, apenas 1,61% fica com a empresa e o restante é distribuído conforme o quadro abaixo:

Shot 006

Para ler o infográfico elaborado pela CELPA sobre a aumento da energia clique aqui e tire as suas própria conclusões.

10 comentários:

  1. Ou seja, o Jatene garfa o maior percentual dos descontos, com o famigerado ICMS e não se prontifica em reduzi-lo.

    ResponderExcluir
  2. Reduz o ICMS da eletrica, Jatene!

    ResponderExcluir
  3. Taí, deputado, o senhor que é uma pessoa com informação e já tem experiência administrativa, quando foi prefeito de Tucurui por duas vezes, embora em nenhuma tenha conseguido a reeleição, e mais os mandatos parlamentares, some tudo isso e quero ver se, por acaso o candidato da caminharíeis o senhor coordena chegasse ao governo, ele iria diminuir os encargos de icms na conta de luz? Ou melhor: proponha agora logo na campanha a redução pela metade do ICMs na conta de luz? Duvideodó.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não perca tempo duvidando daquilo que você não tem a menor chance de interferir.

      Excluir
  4. Parsifal, um deputado estadual do pmdb se elegerá com qnts votos mais ou menos? abraços

    ResponderExcluir
  5. Você falou que a CELPA que majorou o aumento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E onde está escrito que não foi a Celpa? Foi a empresa quem requereu o aumento à Aneel e a Aneel autorizou e quem vai aplicar é a Celpa. O que a nota explica é a composição do percentual de aumento e não que não foi a Celpa quem requereu.

      Excluir
  6. Não não! É tudo culpa da privatização?
    Onde foram parar os 500 milhões da venda da Celpa?!

    ResponderExcluir
  7. companheiro e facil, no bolso de quem participou do gov da privatizaçao, por que na epoca o mais besta desenhava uma vaca na parede e tirava 10% do leite, e molhe o que mais, enquanto isso olha nos aqui pagando a divida da celpa. e jatene nada faz, so o lado dele, quer ficar mais 4 anos esse inimigo do sul e sudeste do para, lambada nele povo do bem.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.