01/07/2014

Açaí, farmácias, belíndia e a wonderland

Shot004

Nos shoppings de Belém se vende açaí misturado a outros insumos de baixo valor, uma coisa que as autoridades e a sociedade de consumo admitem como chique. Na periferia faz-se o mesmo, só que os aditivos são outros - comestíveis como a farinha e a goma disponíveis nas feiras, mas a mídia e o governo querem chocar a opinião pública e nos levar a achar o fato mais condenável do que seria.”

As aspas acima são parte de um comentário anônimo, na postagem “Preparação Emergencial de Ressurreição” que, usando o recente flagrante de venda de açaí “batizado” com substâncias bizarras, versa sobre as dificuldades dos habitantes da periferia das grandes cidades em receber serviços que acabaram se concentrando em bairros centrais.

Para ler o comentário clique aqui.

Um comentário:

  1. que comentario infeliz e sem menor senso... a adulteração que ocorre nos shoppings de belem e em todas as outras capitais do país são escolhas do cliente!(péssima escolha) ele pode misturar com: morango, iogurte, guarana, etc etc...mas é opção dele.
    Na periferia da cidade os vendedores enganam os clientes misturam sem que os mesmo saibam disso.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.