02/06/2014

E a corte foi a Paris

O recebimento, em mãos, pelo governador Simão Jatene, da declaração internacional de que o Pará está livre da febre aftosa, em Paris, incluiu uma corte oficial numerosa. A extraoficial não nos diz respeitos, pois cada qual pagou o seu passeio.

Shot019

A soldo do erário se fizeram a Paris o secretário de Estado de Agricultura, Andrei Gustavo Castro; o diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária (Adepará), Sálvio Freire; o secretário de Estado de Comunicação, Daniel Nardin, o tenente-coronel Cesar Mello, ajudante-de-ordem do governador; Ivaldo Santana, diretor técnico da Adepará, e Glaucio Galindo, gerente de Epidemiologia e Emergência Agropecuária da Adepará.

As diárias e passagens do convescote sem aftosa podem ser calculadas em aproximados R$ 80 mil, caso apenas o governador tenha feito usado da classe executiva. 

A viagem teve 6 dias, sendo que 5 foram de puro turismo oficial, com direito a acepipes na Embaixada do Brasil na França: coisas que a burocracia providencia para que as comitivas justifiquem estadias esticadas e compromisso “oficiais”.

A solenidade para receber o certificado foi no dia 29.05, mas é lógico que a comitiva não iria cometer o desperdício de gastar R$ 80 mil do erário e ficar apenas um dia na belíssima Paris: já que é para relaxar, que goze então.

E eu continuo morrendo de inveja porque não fiz parte da comitiva.

11 comentários:

  1. Queres palanque Parsifal?! Mas é isso aí Parsifal, tu fazes muito bem o teu papel que é o de ser cão fiel escudeiro ao teu patrão Barbalho. "Digas com quem andas e ti direi quem és". Parsifal se continuares como cão mascote dessa família, não te surpreenda qdo te chamarem tbm de ladrão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não quero palanque: eu tenho palanque.
      Sim, eu sei cumprir muito bem todos os meus papéis e os escolho da forma que me aprouver: tenho independência e intendência para isso, inclusive de escrever, e dizer, sem ser pago para tal, o que eu quiser, e ainda assino: jamais me escondi na covardia do anonimato, como os reles mau caráteres, que da tocaia se valem para vomitar impropérios que não têm coragem de mostrar a cara.
      Além de mau caráter ainda ensaias cretinice. Políticos não precisam estar com beltrano ou cicrano para serem avacalhados. Para serem esculhambados como tais basta que sejam o que são: políticos.
      Eu não me surpreendo com nada. Nem com comentaristas que se escondem na ladinagem dos sujos para jogarem pedras nos que eles julgam mal lavados.

      Excluir
    2. Francisco Marcio02/06/2014 21:50

      Excelência, que é isso?!? Isso não condiz com a sua fleuma. Use o moderador do blog, lhe cai melhor.

      Excluir
    3. Você se lembra que eu já lhe disse aqui que faço questão de mostrar quem é o dono da casa? A moderar e seguir o conselho do meu pai - mostrar quem é o dono da casa - prefiro o conselho.

      Excluir
  2. Muito interessante!
    http://blogdojuca.uol.com.br/2014/06/o-gasto-publico-e-a-copa-do-mundo/

    ResponderExcluir
  3. E o que gostariamos em Concórdia, é apenas um professor de filosofia, já que não temos aula desde o inicio do ano. Essas diárias dariam pra pagar o fessô.

    ResponderExcluir
  4. Pará !
    Mostra tua cara
    Quero ver quem paga
    Pra gente ficar assim
    Pará !
    Qual o teu negócio?
    O nome do teu sócio?
    Confia em mim

    ResponderExcluir
  5. Caro Parsifal,

    Olha bem pra foto: aquela pose segurando o diploma; aquela arrumação com pose de miss; aquele pessoal na fila de trás, procurando uma brecha pra sair na foto;aquele ar de deslumbre. Puxa vida, Jatene bem que poderia estar fora disso. É muito jacú. Como dizem lá em Londrina num caso assim.
    Agenor Garcia
    jornalista.

    ResponderExcluir
  6. Caro Parsifal,

    Olha bem pra foto: aquela pose segurando o diploma; aquela arrumação com pose de miss; aquele pessoal na fila de trás, procurando uma brecha pra sair na foto;aquele ar de deslumbre. Puxa vida, Jatene bem que poderia estar fora disso. É muito jacú. Como dizem lá em Londrina num caso assim.
    Agenor Garcia
    jornalista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "aquela arrumação com pose de miss" é o máximo.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.