06/05/2014

Empresários paraenses desvelam as deficiências do setor

Shot001

A reunião, ocorrida ontem (5) em Belém, da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Pará (Faciapa), que integra as associações comerciais de 68 municípios do Pará, incluída a bicentenária Associação comercial do Pará, foi um muro de lamentações.

Os rosários escolhidos não dizem respeito imediato ao governo do Estado, mas revelam como o empresariado vê nessa esfera da Federação a interface entre os agentes econômicos e os prestadores de serviços públicos, mesmo que ele não os preste diretamente.

> Os três pontos

A péssima qualidade da internet, quando cada vez mais as obrigações empresariais se tornam obrigatoriamente dependentes da rede; as frequentes interrupções e oscilações de carga de energia elétrica, principalmente no nordeste paraense – isso porque não deveria estar alguém do Sul do Pará por lá – e o tema eventual, esse diretamente na conta do governo do Estado, que vem a ser o transtorno causado pela queda da ponte do Rio Moju e a incipiente resposta ao incidente, com medidas que mitiguem os transtornos, foram as peças de resistência do encontro.

> Sentimento separatista vivo

A reunião também revelou que o sentimento separatista continua vivo, e o seu principal agente catalisador continua sendo a ausência do governo do Estado nas regiões que alimentam a liça.

"Falta Governo nas regiões oeste e sudoeste do Pará, É por isso que nós lá estamos empenhados na busca da autonomia política e na criação de um novo Estado”, declarou o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Novo Progresso, Luiz Bazanella.

> Escoamento

E sobrou para o governo Federal: “Na zona rural, em que pese a propaganda sobre o programa Luz para Todos, somente algumas poucas propriedades, localizadas às margens das vicinais, foram até hoje contempladas”, disparou Bazanella, que também denunciou as precárias condições de tráfego da BR-163, a famosa Santarém-Cuiabá (MT), o corredor de escoamento da produção do agronegócio do centro-oeste.

4 comentários:

  1. Socorro Deputado, tá faltando merenda nas escolas, e quando tem é tudo velho. Será que isso faz parte do pacto da educação?

    ResponderExcluir
  2. e claro que sobrou pro governo federal. e ele quem governa este estado. ai não tem tentáculos pra todos os lados.

    ResponderExcluir
  3. Essa foto não é da reunião da FACIAPA. É do Auditório Albano Franco, da FIEPA e foi tirada durante o evento promovido pela CNI, dia 05, sobre licenciamentos, parceria da CNI e do BNDES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A foto foi colhida da matéria jornalística sobre o tema. Vou enviar a sua observação à editoria para averiguação e retificação.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.