10/04/2014

Financial Times e baldes

A imprensa internacional segue a sua cruzada para colocar o ministro da Fazenda, Guido Mantega, na autoclave: em reportagem sobre a anemia da economia nacional, o britânico “Financial Times” decretou a “sentença de morte” da estratégia macroeconômica do Brasil.

fina

Declara o “Financial Times” que a política de juros baixos – que, na verdade, está sendo corrigida -, o câmbio enfraquecido e os incentivos fiscais temporários para a indústria, que pretendiam alavancar um crescimento de 4%, foi um fiasco: o resultado foi um cenário de baixo crescimento – as projeções não passam de 2% - e a inflação aponta para cima.

Como forma de abanar a economia, o “Financial Times” sugere a redução da carga tributária, não atentado que o Brasil já experimenta isso de forma localizada e eventual, mas sem resultados consequentes no crescimento.

O fato é que não adianta ficar com o balde, correndo de um lado a outro da casa, aparando as gotas que vazam das brechas do telhado: ou reformamos o telhado inteiro ou teremos, sempre, que comprar mais baldes.

2 comentários:

  1. O problema é que os baldes que estão sendo usados estão furados...

    ResponderExcluir
  2. então façamos uma dispensa de licitação pra compra de mais baldes pq esse telhado nigm quer reformar, infelizmente.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.