07/04/2014

A queda de braço da CPI da Petrobras

Sob o comando direto do ex-presidente Lula, a CPI da Petrobras virou um novelo difícil de desenrolar no Congresso. É que todas as principais lideranças que a articularam, com o intuito de sangrar o governo, têm alguma espécie de culpa no mesmo, ou em outro cartório, e o governo ameaça sapecar excremento no ventilador para que todos pensem antes de ligar o interruptor. 

Para alertar os afoitos que querem ver o óleo jorrar, Lula mandou-lhes recados por empresários com os quais todos têm negócios em comum, avisando que o movimento pode sujar meio mundo.

Abaixo os 4 principais destinatários dos recados:

Shot010

7 comentários:

  1. ou seja um balaio de gatos...de gordos gatos...daí nada acontece fora deste sistema..haverá de fato condições de criar alternativas a esta situação?

    ResponderExcluir
  2. Resumindo, e o povo? Que é o real interessado nisso tudo? Nosso dinheiro, como fica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se gritar PEGA LADRÃO não fica um, meu irmão.

      Excluir
    2. Depende de ONDE gritar "pega ladrão". Não é no meio do povo que estão os larápios. É nas casas legislativas e executivas nos três níveis federativos.

      Excluir
  3. Meu caro Parsifal, tanto as denúncias de propina nos trens em São Paulo quanto o que ocorreu no Porto de SUAPE em Pernambuco são temas para uma CPI, mas, pensando aqui com os meus botões, por que não foi criada uma CPI antes pelo governo que é maioria? Se existe tanta coisa assim para investigar, por que não foi instaurada a CPI antes?

    Da a impressão que ficam guardando fatos para usar como moeda de troca, quem for podre que se quebre.

    Raimundo Rodrigues

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.