15/03/2014

Rio Yangtze

Shot020

No interior da China, um dos poucos trechos não poluídos do Rio Yangtze, o maior rio da Ásia, que percorre 6.300 quilômetros desde sua nascente, nos montes Kunlum, até o mar da China Oriental.

2 comentários:

  1. É rio que alimenta as turbinas da hidrelétrica de Três Gargantas, um colosso da engenharia, que como não poderia deixar de ser, provocou grande polêmica. Só que lá, meia dúzia de baderneiros, índios ou ONGs de aluguel não param uma obra de interesse da nação. Não digo, não sou cego, que a China seja um exemplo de democracia, muito pelo contrário. Com todos os defeitos que a diversidade de um país multirracial pode ensejar, a democracia, se não perfeita, é a melhor forma de a sociedade participar do seu destino. Entretanto, não é razoável que uns poucos índios, por exemplo, parem uma obra, agridam funcionários e fiquem impunes. Índios também colocam barreiras numa rodovia federal e cobram pedágio de quem passe por lá. Estes também, flanam impunemente. Está-se criando uma classe especial de cidadãos que está acima da Lei e o governo e a sociedade fazem de conta que tudo é normal. Meu Deus do céu! Um índio hoje não é mais aquele que ficava inebriado com espelhinhos e badulaques do gênero. Em grande parte, são sim hoje, plenamente conscientes de suas ações. Aqui vizinho temos até time de futebol, e logo um time de São Paulo acolherá um craque da selva. A Lei deve ser igual para todos. Índios, políticos, magistrados, engraxates e garis. Ou o país acorda, não apenas nessa questão indígena, mas na baderna generalizada que estamos vivendo, ou, como se diz aqui no interior, o caldo vai entornar. Ah!, em junho disseram que o gigante despertou, acordou, sei lá... Parece que ele voltou a deitar-se em berço esplêndido.

    ResponderExcluir
  2. Peguei o fim da ditatura, mas ainda peguei umas porradas, lutei pela meia passagem, lutei pelas diretas já, lutei pra não botar o lixo atômico no Pará, briguei com a polícia, contra o governo, fiz greve, fui preso e etc. tínhamos um ideal; hoje, eu e a sociedade colhem frutos. Sinto que as borduadas que levei valeram a pena. Governo só houve na pressão.
    O problema é que boa parte da gatorada de hoje, não sabe nem porque luta, não tem ideal, boa parte é vazia e quer baderna ai fica difícil apoior.
    Uns 5 anos, em atrás entevistei um ex-pescador, retirado da beira do lago em Tucuruí por causa da barrgem, ele dizia.... antes tinha minha canoa, pescava vivia dignamente com a minha família, era pescador e feliz; hoje sou porteiro de escola, tenho que comer sardinha, minha filha se prostitui pra ajudar aqui e sou infeliz e alcólatra e a energia me falaram que a maior parte vai pro sul do país ou pra movimentar mineradoras que nãa paga imposto e eu pago e, no final ele me perguntou, é certo isso moço?
    Pergunto, valeu a pena?

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.