10/03/2014

Promotor de Justiça representa contra o MPE-PA no Conselho Nacional do Ministério Público

Shot005

Alega o promotor Alexandre Couto que o MPE-PA pagará R$ 1,9 milhão à Fundação Carlos Chagas, quando o Tribunal   de Justiça do Estado do Pará pagará, à mesma Fundação, uma quantia 300% menor, o que vem a ser R$ 633 mil, em concurso para preenchimento de cargo de juiz substituto.

Independentemente da dispensa, ou o TJE-PA está pagando muito pouco por um concurso, ou o MPE-PA está pagando absurdamente demais por ele.

> Procurador diz que é legal

O procurador-geral de Justiça em exercício, Jorge Rocha, diz que a dispensa é legal e sustenta que de 27 ministérios públicos estaduais, 18 usam dispensa de licitação para contratação de empresas para concursos.

Nem tudo está perdido: ainda restam 9 que colocam o princípio da moralidade na administração pública, exigência primeira da Constituição, acima dos princípios legais estabelecidos na legislação ordinária.

> Stanislaw Ponte Preta

O procurador, para justificar a ausência da atenção ao princípio da moralidade, alega a torpeza alheia: segundo ele o "procedimento" também é cometido por vários tribunais de justiça pelo Brasil afora.

O MPE-PA, então, filia-se àquela irreverente frase do Stanislaw Ponte Preta (alguns afirmam que é do Barão de Itararé),  “ou restaure-se a moralidade ou nos locupletemos todos”, e já que não há moralidade a restaurar, só resta a segunda opção.

Eu pensei que apenas os políticos protagonizavam essas idiossincrasias…

8 comentários:

  1. Caro deputado,

    Como pode um número ser 300% menor????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um número 300% menor corresponde a 1/3 do valor original.

      Excluir
  2. Prezado deputado,

    Como forma de contribuir com esse conceituado blog, o qual tanto admiro.

    Como pode uma grandeza ser 300% menor que outra, no meu entendimento ele seria, no máximo, 100% menor.

    Quando digo que um número é 100% menor que outro já estou afirmando que este número é zero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando se diz que um valor é 300% menor, isso significa que corresponde a 1/3 do valor total.

      Excluir
  3. Francisco Màrcio10/03/2014 14:10

    Deputado, tudo bem que Vossa Excelência está descontente com o MP depois das investidas lá em Pirabas. Mas daí a alterar o valor que o próprio jornal traz: "640 mil", textuais, para 480 mil ( esqueça os 300%), assim o "cata osga" vai lhe puxar as orelhas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não estou descontente com o MPE. Quanto ao valor, de fato você tem razão, pois 1/3 de 1,9 milhão não é 480 mil nem com equação diofantina. Vou corrigir.

      Excluir
  4. Se esse Alexandre é o mesmo que esteve em Salinópolis quando, a uns 15 anos, ele processou criminalmente um cachorro que matou o gato do juiz da comarca...Como ele evoluiu, hein, se for o mesmo?

    ResponderExcluir
  5. Casa de ferreiro, espeto de pau, para os demais Órgãos o MPE exige que seja a UEPA, agora pra ele pode ser a FCC. Agora uma pergunta que não quer calar. O chefe do MPE usa de nepotismo, contrata sem licitação e etc. Porque que então não foi o Medrado que entrou com a ação? Ou será que ele concorda com essas "coisa"?

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.